Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ricardo Araújo Pereira brinca com o ‘chapéu-hélice’ de Arcos de Valdevez

“Isto é gozar com quem trabalha”

em

Foto: SIC

A polémica em torno dos ‘chapéus-hélice’ que, no início da semana passada, a Câmara de Arcos de Valdevez ofereceu às crianças do pré-escolar foi abordada por Ricardo Araújo Pereira no programa “Isto é gozar com quem trabalha” na SIC.


No domingo à noite, o conhecido humorista, que tem raízes no Alto Minho, mais concretamente em Paredes de Coura, brincou com o ‘chapéu-hélice’ e até apresentou parte do programa com um na cabeça.

No quadro humorístico sobre o tema, o apresentador de “Isto é gozar com quem trabalha” mostrou, ainda, outras sugestões criativas para ensinar o distanciamento social às crianças.

Imagens SIC

Recorde-se que a Câmara de Arcos de Valdevez ofereceu às crianças do pré-escolar 380 chapéus com uma hélice visando, de uma forma lúdica, ensinar o distanciamento social.

Os chapéus, intitulados “Estamos de Volta”, foram entregues pelo município arcuense na segunda-feira, dia em que o pré-escolar voltou a funcionar.

Hélices na cabeça no regresso do pré-escolar. Foi assim em Arcos de Valdevez

A polémica estalou na página de Facebook do município com muita gente a manifestar-se contra a ideia.

A vereadora da Educação, Emília Cerdeira, esclareceu mais tarde que se tratava de uma recordação do Dia da Criança, oferecida pela Câmara, e não era para usar na escola.

“O chapéu com hélices não é para usar na escola. Foi levado para casa, até para explicarem aos pais, tal como já aconteceu com outras temáticas como a reciclagem, a separação do lixo e ou a poupança da água, o porquê do afastamento social”, sublinhou a vereadora.

Câmara de Arcos de Valdevez reage à polémica dos ‘chapéus-hélice’. “Não é para usar na escola”

Certo é que a polémica não escapou a Ricardo Araújo Pereira e foi mesmo um dos principais assuntos do programa semanal.

Anúncio

Alto Minho

Melgaço: Tribunal da Relação confirma condenação de ex-autarca por peculato

Paderne

em

Foto: DR / Arquivo

O Tribunal da Relação de Guimarães confirmou a pena de três anos e dois meses de pena suspensa a um ex-secretário da Junta de Paderne, em Melgaço, por peculato.

Segundo o Correio da Manhã (CM), que avança a notícia (acesso exclusivo a assinantes), para que a pena fique suspensa, o ex-autarca tem ainda de pagar 352 euros à junta no prazo de seis meses e uma multa de 400 euros.

Rui Pinho Gonçalves, que chegou a ser presidente da junta, usou dinheiro da freguesia para colocar três bancos de granito numa associação que dirigia.

Também usou ainda dinheiro da autarquia para suportar uma estadia da mulher num hotel, em Aveiro.

Ficou provado que, em 20 de maio de 2015, o arguido entregou um cheque de 705 euros da junta de freguesia a uma empresa de mármores e granitos.

Serviu para pagar seis bancos em granito – três foram colocados em frente à casa mortuária local e os outros três foram instalados na associação de apoio a idosos presidida pelo arguido. A junta não tinha, no entanto, autorizado os bancos para a associação.

Entre 31 de janeiro e 2 de fevereiro de 2014, o autarca foi a um congresso em Aveiro em representação da freguesia e levou consigo a mulher, tendo a estadia no hotel de 160 euros sido paga pela junta. Contudo, a junta não tinha autorizado a ida da mulher e os respetivos gastos.

Continuar a ler

Alto Minho

Vítima de despiste em Valença transferida em estado muito grave para o Porto

Acidente

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Está em estado muito grave a segunda vítima do violento despiste contra uma árvore, no sábado à noite, na EN 201, em Cerdal, Valença.

O Jornal de Notícias, inicialmente, adiantara que a vítima teria morrido no domingo à noite, mas, afinal, foi transferida do hospital de Viana do Castelo para o São João, no Porto, e já foi alvo de duas intervenções cirúrgicas.

Trata-se do condutor do veículo, um homem de 56 anos, que tinha sido transportado para o hospital de Viana do Castelo em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos.

Recorde-se que o homem que seguia no lugar do pendura, de 54 anos, não resistira aos ferimentos enquanto era transportada para o Hospital de Braga.

No local estiveram os Bombeiros de Valença com cinco viaturas e doze operacionais, apoiados pelo INEM através da ambulância de Suporte Imediato de Vida de Valença e da VMER de Viana do Castelo.

A circulação na EN 201 na zona de Cerdal esteva cortada nos dois sentidos durante mais de uma hora.

Duas patrulhas da GNR estiveram no local para orientar o trânsito e registar a ocorrência.

O alerta foi dado às 20:49.

(notícia atualizada às 15h24 com correção do estado da vítima. Aos nossos leitores e, sobretudo, aos familiares da vítima, as nossas desculpas pelo erro)

Continuar a ler

Viana do Castelo

Três em cima de uma bicicleta na ponte da A28 em Viana

Insólito

em

Fotos cedidas a O MINHO por Germano Pereira

Três jovens que seguiam em cima de uma bicicleta na A28, no tabuleiro da ponte sobre o rio Lima, à entrada da cidade de Viana do Castelo, ficaram registados para a posteridade.

As fotos foram captadas cerca das 17:00 horas de sábado, no sentido Esposende – Viana do Castelo, ao quilómetro 69.

Germano Pereira, que registou o momento, disse a O MINHO que tudo pareceu surreal, mas que já viu outras situações naquela ponte dignas de registo.

Fonte: Germano Pereira

“Sei que não é a primeira vez que se vê situações como esta. Os jovens estavam em risco, para além de ser proibido, basta a deslocação do ar de camiões a alta velocidade para que possa originar um acidente”, disse o autor das fotos.

Contactada por O MINHO, fonte da Brigada de Trânsito da GNR desconhece a situação.

Continuar a ler

Populares