Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ricardo Araújo Pereira brinca com o ‘chapéu-hélice’ de Arcos de Valdevez

“Isto é gozar com quem trabalha”

em

Foto: SIC

A polémica em torno dos ‘chapéus-hélice’ que, no início da semana passada, a Câmara de Arcos de Valdevez ofereceu às crianças do pré-escolar foi abordada por Ricardo Araújo Pereira no programa “Isto é gozar com quem trabalha” na SIC.

No domingo à noite, o conhecido humorista, que tem raízes no Alto Minho, mais concretamente em Paredes de Coura, brincou com o ‘chapéu-hélice’ e até apresentou parte do programa com um na cabeça.

No quadro humorístico sobre o tema, o apresentador de “Isto é gozar com quem trabalha” mostrou, ainda, outras sugestões criativas para ensinar o distanciamento social às crianças.

Imagens SIC

Recorde-se que a Câmara de Arcos de Valdevez ofereceu às crianças do pré-escolar 380 chapéus com uma hélice visando, de uma forma lúdica, ensinar o distanciamento social.

Os chapéus, intitulados “Estamos de Volta”, foram entregues pelo município arcuense na segunda-feira, dia em que o pré-escolar voltou a funcionar.

Hélices na cabeça no regresso do pré-escolar. Foi assim em Arcos de Valdevez

A polémica estalou na página de Facebook do município com muita gente a manifestar-se contra a ideia.

A vereadora da Educação, Emília Cerdeira, esclareceu mais tarde que se tratava de uma recordação do Dia da Criança, oferecida pela Câmara, e não era para usar na escola.

“O chapéu com hélices não é para usar na escola. Foi levado para casa, até para explicarem aos pais, tal como já aconteceu com outras temáticas como a reciclagem, a separação do lixo e ou a poupança da água, o porquê do afastamento social”, sublinhou a vereadora.

Câmara de Arcos de Valdevez reage à polémica dos ‘chapéus-hélice’. “Não é para usar na escola”

Certo é que a polémica não escapou a Ricardo Araújo Pereira e foi mesmo um dos principais assuntos do programa semanal.

Populares