Seguir o O MINHO

Ave

Restauração da Independência Nacional assinalada em Guimarães esta segunda-feira

em

O aniversário da Restauração da Independência Nacional vai ser comemorado em Guimarães na noite desta segunda-feira, 30 de novembro, a partir das 22h30, pelo Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”.


 Depois de hasteadas as bandeiras, o desfile, com início às 22h45, na sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”, irá percorrer as principais ruas do centro histórico, com os participantes a entoarem o Hino da Restauração, seguindo em direção à estátua do Rei D. Afonso Henriques.

 O percurso do cortejo tem o seguinte itinerário: Rua Gravador Molarinho (Sede dos “20 Arautos”); Rua da Rainha D. Maria II; Rua Alfredo Guimarães; Rua Egas Moniz; Largo Condessa do Juncal; Viela da Arrochela; Largo da Misericórdia; Rua Vale de Donas; Largo dos Laranjais; Rua das Trinas; Largo do Carmo; Rua Conde D. Henrique.

 Junto à estátua do Rei D. Afonso Henriques, além dos discursos protocolares, o Grupo Coral de Azurém interpretará o Hino de Guimarães, o Hino da Restauração e o Hino de Portugal. No final deste momento solene, o regresso à sede dos “20 Arautos” será efetuado pelo Largo do Carmo, Rua de Santa Maria, Praça de S. Tiago e Rua Gravador Molarinho. No final, realiza-se a tradicional ceia para todos os participantes.

 As comemorações da Restauração da Independência Nacional contam com a participação da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, Grupo Coral de Azurém, Tun’Obebes, Tuna Afonsina, Centro Social Recreativo Cultural de Campelos, Sociedade Musical de Guimarães, Grupo Cultural e Recreativo “Os Trovadores do Cano” e C.N.E. – Corpo Nacional de Escutas.

 Programa: 

22h30 – Hastear das bandeiras (sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques”);

22h45 – Início do desfile pelas ruas da cidade, percorrendo as principais artérias do Centro Histórico, onde irá sendo cantado o Hino da Restauração para que o final decorra por volta das 24 horas. O transporte e a cedência de cavalos para esta cerimónia estão a cargo de Daniel Salgado;

23h30 – Discursos solenes junto à estátua do Rei D. Afonso Henriques;

00h30 – Ceia na sede do Grupo Recreativo “Os 20 Arautos de D. Afonso Henriques” para todos os participantes.

 Hino da Restauração:

Portugueses celebremos

O Dia da Redenção

Saem do pulso as algemas

Ressurge livre a Nação

O Deus de Afonso em Ourique

Dos livres nos deu a Lei

Nossos Braços a sustentem

Pela Pátria Pela Grei

Avante! Avante!

O Ferro empunhar p’ra batalhar

A Pátria nos chama

Convida a lutar

Convida a lutar!

Anúncio

Ave

PS de Famalicão exige “resposta rápida” no plano para transporte escolar

Transporte escolar

em

Foto: DR

O PS de Famalicão assiste “com preocupação” à troca de acusações entre Câmara e a empresa de transportes Arriva pela falta de transportes escolares no concelho.

Em comunicado enviado às redações, os socialistas recordam uma proposta de 20 de abril, que apelava à criação de um plano de ação para o transporte escolar, “precavendo a reabertura das aulas presenciais para os alunos do 11º e 12º anos”.

Fala ainda em outras duas datas, 25 de junho, onde expôs várias críticas de famalicenses relativamente à “escassez de viagens e aos horários dos transportes rodoviários efetuados pelas empresas Arriva e Transdev”.

E 5 de agosto, quando “identificou e alertou a Câmara Municipal para um problema diário sentido pelos famalicenses”, no que se referia aos transportes públicos.

“É com preocupação que o Partido Socialista assiste a uma troca de acusações entre a Câmara Municipal e a empresa de transportes Arriva a propósito da grave situação provocada no serviço de transporte às escolas, conforme afirmado pela Câmara Municipal”, escrevem os socialistas.

“Porque a situação de contingência que vivemos exige uma responsabilidade acrescida na procura de soluções para os problemas decorrentes do início do ano letivo e do aumento muito acentuado de alunos que têm de se deslocar neste meio de transporte escolar, o PS apela à Câmara de Famalicão uma resolução urgente desta grave situação”, concluíram.

Continuar a ler

Guimarães

Ministro inaugura sede do MIT Portugal na UMinho em Guimarães

Tecnologia

em

Foto: Twitter

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, vem segunda-feira à Universidade do Minho, em Guimarães, para a inauguração da sede do Programa MIT Portugal. Este programa junta o MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos EUA, o Governo português e várias entidades nacionais.

A cerimónia – diz o Gabinete da Reitoria – decorre pelas 18h00, no edifício 1 do campus de Azurém, prevendo-se uma visita às novas instalações e as intervenções de Manuel Heitor, do reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, e do diretor do MIT Portugal e presidente da Escola de Engenharia da UMinho, Pedro Arezes.

Face ao contexto pandémico, a sessão vai ser acompanhada por um número reduzido de convidados, nomeadamente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), do AIR Centre – Centro Internacional de Investigação do Atlântico, da Agência Espacial Portuguesa, da Agência Nacional de Inovação, de universidades e de empresas.

Ideias inovadoras

O Programa MIT Portugal nasceu em 2006 e envolve o MIT, o Governo português, além de academias e centros de investigação nacionais, associações e a indústria.

Tem como objetivo impulsionar ideias inovadoras e projetos de I&D sobre desafios complexos da sociedade e do planeta, alavancando o desenvolvimento e a competitividade económico-social de Portugal.

Para o período 2020/2023 aposta em quatro áreas: alterações climáticas, sistemas terrestres (Oceanos e Espaço), transformação digital e cidades sustentáveis, todas elas com abordagens e metodologias ancoradas em ciência de dados.

A sua próxima Conferência Anual ocorre a 15 de outubro, em Lisboa, com oradores de vários países.

Continuar a ler

Guimarães

Hospital de Guimarães já sente “pressão” com aumento de casos covid-19

Covid-19

em

Foto: Divulgação / HSOG

O Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, já está a sentir pressão com o aumento de casos de infeção por covid-19, disse o diretor clínico.

Em declarações ao Guimarães Digital, do grupo Santiago, Hélder Trigo, admite que aquela unidade hospitalar está a sofrer pressão face ao aumento de casos, mas que a situação “está perfeitamente controlada”.

“O Hospital está pronto para responder tanto aos doentes Covid-19 positivos, como aquelas pessoas que têm outras patologias e que nos procuram e têm necessidade de nós. A situação está controlada, mas estamos preocupados com o aumento do número de casos”, disse o diretor clínico.

“A afluência tem sido grande, com pessoas a procurar o serviço e que não deveriam recorrer ao Hospital, mas sim dirigirem-se aos centros de saúde. Os centros de saúde estão a funcionar de forma condicionada, mas as pessoas que apresentam sintomas ligeiros devem dirigir-se aos centros de saúde que têm a possibilidade de fazer testes”, realçou.

“E se as pessoas não tiverem a necessidade de ficar internadas, como acontece com a maior parte das pessoas felizmente, podem ficar em suas casas e serem acompanhadas pelo seu médico de família, não devem ‘entupir’ os serviços de urgência, porque isso dificulta a nossa atividade para tratar daquelas pessoas que realmente necessitam de um serviço de urgência hospitalar”, acrescentou.

Continuar a ler

Populares