Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Réplica do templo de Santa Luzia construída com 70 mil peças de Lego em Viana

Construção levou oito meses

em

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Oito meses de trabalho divididos em 980 horas culminaram com a construção de uma réplica da Igreja do Sagrado Coração de Jesus (monte de Santa Luzia) feita com 70 mil peças de Lego. Tem 1,30 metros de altura e 1,20 de largura, é da autoria de Custódio Freitas e está exposta desde o passado dia 01 de julho na nova loja do grupo Universo Encantado, na cidade de Viana do Castelo.

Custódio fez o projeto e elaborou a obra, já habituado aos trabalhos da Comunidade 0937 de Paredes de Coura, devidamente reconhecida pela proprietária da marca Lego, e que na altura do Natal e no Verão fazem exposições de Lego no Minho.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

A O MINHO, a gerência da loja explicou que esta peça está ainda em fase de desenvolvimento, esperando-se ainda a recriação de todo o santuário, a começar pelo escadório, que irá ‘elevar’ o templo de Santa Luzia. Será também incluído um sistema de iluminação no interior da igreja para ser possível visualizar os vitrais, pois também eles foram alvo de muito trabalho.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

A Universo Encantado explica que foi a própria loja a solicitar a exibição da peça. “Como mudámos de uma loja para outra, esta agora mais ampla, achamos que devíamos ter aqui uma peça que faça jus ao que já dizem de nós – que somos a loja da Lego”, explicou um dos gerentes, afiançando que “muita gente tem visitado a peça e fica deslumbrada com o trabalho que aqui está”.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

A loja nasceu há três anos, em 2018, a cinco de maio, num pequeno espaço comercial situado junto à Igreja Matriz. Há coisa de duas semanas, no dia 01 de julho, mudaram para um novo espaço “muito mais acolhedor, com mais área, mais exposições e montagens”.

É que para além de comercializar, a loja tem uma espécie de museu com peças “que já não se veem em lado nenhum”, algumas com trinta anos. “Há pessoas com 60 anos que entram na loja e recordam a sua juventude, por vezes com uma lágrima no canto do olho”, explica um dos gestores, que preferiu manter o nome em anonimato.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

“Eu gosto de expor, e aqui na loja tem as duas vertentes – a pessoa pode comprar e ao mesmo tempo alimentar os olhos e ver que a Lego não é só o que se vê nas montras, pois há uma história muito grande por detrás, uma longa caminhada”. E quem entra na loja fica a perceber que existe, em termos de criatividade, todo o tipo de montagens para todas as idades. Porque a Lego goza dessa vertente: ‘encanta’ pessoas dos 2 aos 99 anos.

O brinquedo foi desenvolvido a partir de 1930, com a grande depressão, quando um carpinteiro dinamarquês – Ole Kirk Christiansen – se quis adaptar ao fabrico de brinquedos.  Em 1950, com a chegada da massificação do plástico, o brinquedo baseado em peças que se encaixam, permitindo diferentes combinações, começou a tomar a forma que ainda hoje se conhece.

A sede fica na Dinamarca e é líder no segmento de brinquedos de montar. Tem fábricas na Dinamarca, China, México, Hungria e República Checa e comercializa para mais de 140 países.

Populares