Seguir o O MINHO

Braga

Regadio comunitário para servir 150 agricultores de Vila Verde, Braga e Barcelos

Estado investe 8,7 milhões de euros

em

Veiga de Cabanelas. Foto: Fernando André Silva / O MINHO

Agricultores de Vila Verde, Braga e Barcelos preparam-se para beneficiar de um investimento de 8,7 milhões de euros canalizados para a construção de um sistema de aproveitamento hidroagrícola (regadio) na planície aluvial (veiga) de Cabanelas.

O local, de formação geológica plana, estende-se por mais de 300 hectares junto ao rio Cávado, em Vila Verde, e é um oásis plano de terreno fértil que poderá mudar paradigmas na economia agrícola, tipicamente de minifúndio, da região de Braga.

Vista aérea parcial da veiga de Cabanelas em filme promocional. Fonte: YouTube de Team Braga

Fernando Xavier, porta-voz da Junta de Agricultores de Cabanelas, estima que são cerca de 150 os proprietários de terrenos e agricultores que vão poder usufruir do sistema de rega comunitário, que estará em funcionamento 24 horas por dia durante todos os dias do ano, a partir de março de 2020.

A execução da obra, paga pelo Ministério da Agricultura, decorre a 60%, estando já construídas as encanações subterrâneas e os hidrantes (bocas de água), onde os agricultores podem conectar mangueiras para regar as colheitas.

Fernando Xavier aponta novos caminhos para a agricultura em Braga. Foto: Fernando André Silva / O MINHO

“Depois de entrar em funcionamento, não será necessário andar com os próprios meios a retirar água do rio ou dos poços” – Fernando Xavier

Até então, os agricultores com terrenos junto ao rio utilizavam meios próprios, como sistemas de bombagem, para canalizar a água até às parcelas de terreno.

Já os agricultores com parcelas mais afastadas da zona fluvial desistiam de vários tipos de cultivo dada a escassez de água

Parcelas de terreno estão divididas por estradas com quarteirões ao longo de 350 hectares. Foto: Fernando André Silva / O MINHO

Mudança nas culturas

É previsto que esta obra permita um reaproveitamento de diferentes culturas, assim como economia de custos e tempo, beneficiando os agricultores.

Mais de 50% das parcelas são cultivadas apenas durante alguns meses, como o caso do milho, azevém, centeio e trigo. A água corrente pode trazer mais frutas, legumes, cogumelos e flores ao perímetro no restante período do ano.

Fernando Xavier estima uma poupança de custos aos agricultores, assim como poupança de tempo, para além de evitar desperdício ambiental. “Com este aproveitamento podemos calcular a água necessária para cada tipo de cultura”.

Um oásis a 14 quilómetros de Braga

O agricultor aponta a zona como única no Norte: “Isto é um oásis a 14 quilómetros de Braga e Barcelos e a poucos mais de Viana e Porto. Temos ainda a EN 205 a passar aqui e em breve devem avançar com um nó à autoestrada a poucos quilómetros”.

Fernando Xavier é o rosto dos agricultores da veiga de Cabanelas. Foto: Fernando André Silva / O MINHO

Para além dos acessos viários, destaca outras valências deste novo projeto, como a incrementação de sistemas de drenagem eficazes e a renovação de toda a rede viária no interior do perímetro.

8,7 milhões de euros

Segundo o Ministério da Agricultura, aquando da assinatura da consignação do projeto, orçado em 8,7 milhões de euros, está incluído no Plano Nacional de Regadios, onde “trata-se de recuperar estruturas que se encontram degradadas, nas quais não foi feito qualquer investimento de melhoria ao longo de décadas e nas quais importa investir”.

Plano Nacional de Regadios. Fonte: Ministério da Agricultura

O mesmo organismo considera “urgente promover o uso eficiente do recurso água e a constituição de reservas para enfrentar tempos de escassez”, indicando que este investimento “é plenamente justificado e vai ao encontro dos anseios dos pequenos agricultores”.

Anúncio

Braga

Atenção, Braga: Acesso viário da Robert Smith reabre esta quarta-feira após quase 2 anos interdito

Obras públicas

em

Foto: CM Braga / Divulgação

A espera foi muita mas as condições de segurança estão garantidas no acesso da Avenida Robert Smith a Avenida Frei Bartolomeu dos Mártires (circular de Braga, junto ao Minho Center).

A garantia é dada pela Câmara de Braga que pretende reabrir a via à circulação automóvel e pedonal já nesta quarta-feira, após quase dois anos de ‘embargo’ por condições de segurança.

Na origem das obras de requalificação esteve uma “rotura estrutural do aqueduto de águas pluviais”, refere a autarquia, rotura essa detetada após inspeção pelos técnicos municipais.

“Nessa altura, em dezembro de 2017, foi ordenada a interdição de tráfego automóvel”, acrescenta a  Câmara de Braga.

Segundo o vereador João Rodrigues, a complexidade da situação “exigiu a realização de estudos técnicos, nomeadamente estudos geológicos que permitiram a execução de um projeto de estrutura de contenção de terras”.

“Este foi um processo moroso, desde logo pelo facto de ter sido necessário proceder à realização de estudos especializados para resolver esta rotura estrutural. Só depois se avançou com o concurso público”, explica João Rodrigues.

Esta via acaba por ser de interesse fulcral para os residentes da região e para quem pretende aceder do Minho Center à circular urbana, tendo motivado várias críticas de moradores ao longo dos últimos dois anos.

Continuar a ler

Braga

Não consegue fazer chamadas? Rede NOS está com falhas em Braga e Viana

Tecnologia

em

Foto: DR

A rede de telecomunicações da marca NOS está com problemas de serviços a nível nacional, tanto a nível de utilização de dados móveis como de serviços de chamadas de voz, apurou O MINHO junto do portal “down detector“.

De acordo com o portal, que serve para que seja assinalado o mau funcionamento de serviços tecnológicos, perto de 1.000 utilizadores daquela rede já manifestaram ter tido problemas durante a manhã desta segunda-feira com os serviços.

Fonte: down detector

O mesmo portal indica que o distrito de Braga, assim como Lisboa, Porto e Leiria, são os locais onde se tem registado maior número de queixas, havendo já vários comentários a relatar os problemas em questão.

Também no distrito de Viana do Castelo foram registadas falhas nos serviços, apurou O MINHO com vários utilizadores.

Falha no serviço de internet, e impossibilidade de efetuar chamadas são os problemas mais apontados.

A NOS ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Continuar a ler

Braga

Detido em Braga com cerca de 8 mil euros em cocaína fica em prisão preventiva

Crime

em

Foto: Twitter

O homem de 53 anos que foi detido na cidade de Braga por agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), na passada sexta-feira, ficou em prisão preventiva enquanto aguarda julgamento, disse a O MINHO fonte judicial.

O juiz considerou que havia a possibilidade do arguido incorrer no mesmo tipo de crime caso ficasse em liberdade, sendo que já estava conotado com o tráfico de estupefacientes antes desta detenção.

Na passada sexta-feira, agentes da esquadra de Braga da PSP, que vigiavam o suspeito, realizaram uma operação policial de forma a abordar o homem, tendo-lhe sido efetuada “uma revista de segurança”.

Os agentes encontraram elevada quantidade de cocaína na sua posse, detendo o suspeito e encaminhando-o para a esquadra, de forma a pesar o produto apreendido.

De acordo com a polícia, o produto dava para 742 doses, no valor de cerca de 7.425 euros, que ficaram sob apreensão da PSP.

O homem foi esta segunda-feira presente ao Tribunal de Famalicão, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de prisão preventiva no estabelecimento prisional de Braga.

Continuar a ler

Populares