Seguir o O MINHO

Alto Minho

Refugiados ucranianos ajudam a fazer tapetes de flores em Caminha

Tradição do Corpo de Deus

em

Foto: CM Caminha

A comunidade ucraniana que escolheu Caminha como concelho de acolhimento vai participar, no dia 16 de junho, na confeção dos tapetes de flores do Corpo de Deus, foi hoje divulgado pela Câmara.

Em comunicado enviado às redações, a autarquia adiantou que o convite partiu da Câmara Municipal e foi aceite “pelos cidadãos que escolheram Caminha para se refugiar da guerra que ameaça o seu território e as suas vidas”.

Habitualmente são convidados outros municípios para fazer o tapete, que fica situado em frente aos Paços do Concelho, como já aconteceu com Viana do Castelo, A Guarda, Sardoal, na Galiza, e Ponta Delgada, nos Açores, entre outros.

Atualmente, o concelho “acolhe 28 famílias, num total de 78 pessoas”, sendo que “mais de meia centena são adultos e os mais novos, a maioria, já estão integrados nas escolas, e alguns dos adolescentes no sistema de ensino à distância que o Ministério da Educação da Ucrânia”.

EM FOCO

Populares