Seguir o O MINHO

Esposende

Rede de Bibliotecas de Esposende quer leitores para o futuro

Até ao dia 15 de março serão desenvolvidas uma série de atividades para todas as idades

em

Foto: CM Esposende

A Rede de Bibliotecas do Concelho de Esposende, em parceria com os estabelecimentos de educação e ensino dos vários agrupamentos concelhios e com o apoio da Câmara Municipal de Esposende, promove, entre hoje e 15 de março, a Semana da Leitura 2019.

O evento tem como primordial objetivo fomentar o gosto pelo livro e a leitura ao longo da vida, especialmente junto da comunidade educativa, razão pela qual este ano foi escolhido o tema “Hoje leitor, amanhã leitor”.

Nesta edição, e à semelhança de anos anteriores, pretende-se divulgar o trabalho de muitos profissionais, que, de forma anónima, contribuem para o sucesso educativo das crianças do concelho, como reflete a programação, recheada de iniciativas, onde as crianças e jovens participam de forma criativa e empenhada.

Assim, ao longo da Semana da Leitura, serão desenvolvidas atividades como teatro, cinema, exposições, sessões de contos, animação da leitura, dramatizações, palestras e ações de formação, saraus de poesia e música, concursos literários e apresentações de livros, para vários tipos de públicos.

De realçar o papel das escolas, dos professores em geral e dos coordenadores das várias bibliotecas escolares do concelho, que se empenham na promoção da leitura ao longo do ano e, em especial, nesta semana.

Deste modo, e dentro da diversidade de oferta cultural, todas as crianças da educação pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico terão contadores de histórias como Isabel Fernandes Pinto e Rui Ramos. As crianças e jovens do 3.º ciclo e secundário terão Paulo Condessa com o espetáculo de poesia performativa “Monstros embalsamados”, que procura dar “sangue e vida” aos nomes maiores da literatura portuguesa.

Aos professores é proporcionada uma ação de formação “Aprendizagem ativa com recurso às TIC: as novas metodologias de construção e comunicação do saber”, com Silvia Araújo, da Universidade do Minho, e, por sua vez, a investigadora Maria do Sameiro Araújo participará numa palestra alargada sobre o tema “Ler ou não ler, eis a questão”.

A terminar a semana, destaque para a Mesa Redonda, subordinada ao tema “A atualidade da Leitura”, com a participação de Teolinda Gersão, Fernando Pinto do Amaral e Eduardo Marçal Grilo, com moderação de Aida Alves (BLCS), a ter lugar no dia 15 de março, no Fórum Municipal Rodrigues Sampaio, aberta à comunidade em geral.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Esposende

Esposende dedica cinco dias à biodiversidade

Atividades dirigidas para todas as faixas etárias da população

em

Foto: CM Esposende

A conservação da diversidade biológica e a importância dos diversos ecossistemas existentes no concelho são dois dos principais objetivos da semana da Biodiversidade que arranca, hoje, em Esposende e se prolonga até ao dia 22.

O programa integra um conjunto diversificado de atividades para diferentes públicos, iniciando-se este sábado, no Centro de Educação Ambiental, com o workshop “Hoje é dia de: Kokedama”. Orientada pelas criativas do projeto ‘Miss Papoila’, esta ação de formação, com início às 14:30, abordará uma técnica ancestral de jardinagem tida como o ‘bonsai dos pobres’.

O programa prossegue, nos dias 20 e 21, com o “Jogo da Biodiversidade”, iniciativa que será desenvolvida nos espaços exteriores do Centro de Educação Ambiental.

Também no dia 21 de maio, e no âmbito do projeto “E-Ribeiras”, terá lugar, nos estabelecimentos de educação e ensino do 3.º ciclo e secundário, a palestra “Linhas de Água e Alterações Climáticas”, que abordará a importância da manutenção das linhas de água num contexto de adaptação às alterações climáticas.

No dia em que se assinala o Dia da Biodiversidade, 22 de maio, será realizada mais uma edição da iniciativa “Esposende diz SIM à biodiversidade”, que contará novamente com a participação dos alunos das ECO-escolas concelhias. Este ano, os alunos são desafiados a participar numa caminhada simbólica, a decorrer num dos troços da Ecovia
do Litoral, e que será complementada com uma ação de recolha de resíduos na zona dunar e pinhal, para além de uma ação de controle de espécies invasoras.

Ainda no dia 22 de maio, e já ao final da tarde, terá lugar, no Centro de Educação Ambiental, uma Ação de Sensibilização para a Compostagem Doméstica, dirigida aos munícipes que pretendam realizar compostagem em sua casa e que ainda não tenham recebido um compostor doméstico.

Continuar a ler

Esposende

Quatro praias de Esposende mantêm a bandeira azul

Apúlia, Ofir, Suave Mar e Cepães mantêm o galardão

em

Foto: CM Esposende

As praias de Apúlia, Ofir, Suave Mar e Cepães, voltaram a merecer a distinção da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) para a época balnear 2019, continuando a ostentar o galardão também obtido nos anos anteriores.

Este ano, o Centro de Educação Ambiental (CEA) foi também reconhecido como Centro Azul, desenvolvendo o apoio a atividades de educação ambiental no âmbito das atividades da Bandeira Azul.

Para conquistar ou manter o galardão, as praias precisam cumprir uma série de critérios que passam pela qualidade da água, da segurança e dos serviços, da gestão ambiental e equipamentos ou de educação ambiental.

Este ano, a Associação Bandeira Azul levou em conta, também, projetos de eficiência energética e de responsabilidade social.

“Esposende reúne, assim, e novamente, os requisitos que permitem uma oferta turística e ambiental de qualidade, reforçando a condição de destino balnear de excelência”, refere nota municipal.

Refira- se que as praias de Apúlia e Cepães figuram entre as praias que, em Portugal, estão preparadas para receber pessoas com mobilidade condicionada, sendo, por isso, Praias Acessíveis.

Associando-se ao investimento na qualidade das praias, o Município de Esposende tem também “promovido o reforço da vigilância e salvamento marítimo através de meios humanos e técnicos, quer através da colocação de boias de salvamento que permitem, em casos de pré-afogamento, que qualquer pessoa possa socorrer a vítima, quer pela contratação de Nadadores-Salvadores para várias zonas não concessionadas que apresentam uma forte utilização”.

O programa Bandeira Azul para 2019 incide no tema ‘do rio ao mar sem lixo’, pretendendo sensibilizar para o facto de “o lixo marinho ter origem em atividades terrestres, bem como para as consequências dos comportamentos humanos e para o papel dos rios enquanto ponte de ligação entre a terra e o mar”.

Continuar a ler

Esposende

Cinco feridos em colisão entre três veículos em Esposende

Em Palmeira de Faro

em

Foto: DR

Cinco pessoas sofreram ferimentos ligeiros numa colisão entre três automóveis hoje registada em Palmeira de Faro, em Esposende, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga.

Segundo a fonte, três dos feridos foram assistidos no próprio local, enquanto os outros dois foram transportados ao Hospital de Barcelos.

O acidente registou-se cerca das 09:00, na Estrada Nacional 103-1 (EN 103-1).

Para o local foram mobilizados os Bombeiros Voluntários de Esposende e uma viatura médica de emergência e reanimação.

A GNR tomou conta da ocorrência.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Patrocinado

Reportagens da Semana

Populares