Seguir o O MINHO

Guimarães

Ranking. Guimarães é a terceira cidade portuguesa onde se perde mais tempo no trânsito: 18 horas por ano

em

Foto: DR/Arquivo

Guimarães é a terceira cidade portuguesa onde quem utiliza os transportes rodoviários perde mais tempo congestionamentos, logo atrás, respetivamente, de Porto e Lisboa, revela um estudo da INRIX, organização norte-americana que estuda as condições do trânsito em diferentes cidades do mundo.

A informação está disponível numa compilação chamada “Global Traffic Scorecard“, desenvolvida pela INRIX, que analisou 1.360 cidades, em 38 países diferentes.

Em Portugal, o site “Motor24“, do mesmo grupo do “Jornal de Notícias”, analisou os dados e disponibilizou um ranking.

Guimarães (3.º), Braga (6.º), Barcelos (11.º) e Vila Nova de Famalicão (12.º) são as quatro cidades da região do Minho que constam do top 12.

Cidades com “pior” trânsito

1. Porto (245.º) – 27 horas; meio-dia: 6%; horas de ponta: 8%.

2. Lisboa (375.º) – 22 horas; meio-dia: 6%; horas de ponta: 9%.

3. Guimarães (515.º) – 18 horas; meio-dia: 6%; horas de ponta: 7%.

4. Cascais (664.º) – 15 horas; meio-dia: 5%; horas de ponta: 6%.

5. Évora (1115.º) – 8 horas; meio-dia: 4%; horas de ponta: 4%.

6. Braga (1167.º) – 7 horas; meio-dia: 3%; horas de ponta: 3%.

7. Caldas da Rainha (1223.º) – 6 horas; meio-dia: 3%, horas de ponta: 4%.

8. Montijo (1246.º) – 6 horas; meio-dia: 1%; horas de ponta: 2%.

9. Coimbra (1279.º) – 5 horas; meio-dia: 2%; horas de ponta: 2%.

10. Viseu (1281.º) – 5 horas; meio-dia: 3%; horas de ponta: 2%.

11. Barcelos (1317.º) – 4 horas; meio-dia: 2%; horas de ponta: 2%.

12. Famalicão (1324.º) – 4 horas; meio-dia: 2%; horas de ponta: 2%. 

Os parâmetros do estudo englobam a média de horas que os condutores despendem em congestionamentos, em 240 dias de viagens, a percentagem média do tempo perdido em congestionamentos à hora de almoço e a percentagem de tempo gasto no trânsito ao longo do dia.

No ranking, entre parênteses, é apresentado o lugar na tabela geral da INRIX, que engloba as 1.360 cidades, de 38 países diferentes, já referidas.

Siga o Trânsito em tempo real em ominho.pt/transito. Saber Mais >

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Guimarães

Dois mil participantes no Convívio de Reis em Guimarães

Multiusos é o palco da iniciativa

em

Foto: DR

A Câmara Municipal de Guimarães, em colaboração com a Fraterna – Centro Comunitário de Solidariedade e de Integração Social, realiza esta sexta-feira, 04 de janeiro de 2019, entre as 12h30 e as 17h00, a edição deste ano do Convívio de Reis, que terá lugar no Multiusos de Guimarães, com a participação aproximada de dois mil idosos.

Este evento, dirigido a todos os portadores do Cartão Municipal do Idoso, consiste num almoço partilhado, pautado por vários momentos de animação, que visa a promoção do convívio entre os idosos do concelho de Guimarães.

O Convívio de Reis contempla as atuações do Grupo Infantil do Centro Social de Brito, Os Arca Social, Luizão Sampaio e Marco Génio.

Para a realização desta iniciativa regista-se ainda as parcerias com a Tempo Livre, várias IPSS de apoio à Terceira Idade e Juntas de Freguesia.

Continuar a ler

Destaque

Guimarães pioneira na mobilidade urbana sustentável

em

Foto: Arquivo

Guimarães é dos primeiros concelhos em Portugal a apresentar um Plano de Mobilidade Sustentável (PMUS) que visa definir novas prioridades na área da mobilidade, tendo em linha de conta os peões, a bicicleta, transportes públicos, uso eficiente do carro e os carros. “Mais cedo ou mais tarde, todas as cidades terão de ter um Plano de Mobilidade Sustentável e Guimarães já o tem elaborado, apesar de ser um documento aberto e sempre sujeito a alterações”, explicou Paula Teles, coordenadora do projeto elaborado pela empresa MobilidadePT.

(mais…)

Continuar a ler

Guimarães

Hospital de Guimarães autorizado a contratar 63 novos profissionais

em

Foto: Divulgação

O Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães, informou em comunicado, a propósito da transição de 40 horas para 35 horas semanais de trabalho da maior parte dos seus colaboradores com Contrato Individual de Trabalho, que lhe foi concedida, por despacho conjunto dos Ministérios da Saúde e das Finanças, a autorização de contratação de 63 novos profissionais. Estas novas admissões representam um encargo anual de cerca de 1,2 milhões de euros.

Acresce que o hospital obteve também autorização para substituir os colaboradores que se encontram ausentes, por variadas razões, há mais de quatro meses, assim como aqueles que, por qualquer motivo, como por exemplo aposentação, cessaram o contrato de trabalho.

O Conselho de Administração do Hospital, em articulação com o Serviço de Gestão de Recursos Humanos e com as chefias dos serviços, preparou esta medida/alteração identificando as suas implicações. Entre várias diligências, identificou, nomeadamente, as necessidades de contratação de profissionais para colmatar a redução do número de horas de trabalho com a passagem das 40 horas para as 35 horas semanais. Nesta sequência, está a adaptar os seus serviços e horários, assim como já deu seguimento ao processo de admissão de novos colaboradores nos moldes que os referidos ministérios autorizaram.

De acordo com o comunicado o hospital está a acompanhar continuamente as indicações da tutela, no caso os Ministérios da Saúde e das Finanças, no sentido de que esta alteração seja realizada de forma tranquila, mantendo os critérios de qualidade e segurança, pelos quais pauta a sua atividade, no atendimento e prestação de cuidados aos cidadãos.

Continuar a ler

Populares