Rangel enaltece dia histórico com início de negociações para adesão à UE da Ucrânia e Moldova

Ministro dos Negócios Estrangeiros
Foto: Lusa

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera que a Ucrânia e a Moldova têm “máquinas de guerra” a preparar a adesão à União Europeia (UE), que começa formalmente hoje com uma conferência intergovernamental.

“O dia 25 de junho de 2024 é um dia que vai marcar a história das adesões da UE, com uma conferência intergovernamental em que estão a Ucrânia e a Moldova. Representa uma mudança muito grande”, disse Paulo Rangel aos jornalistas, à margem de uma reunião ministerial no Luxemburgo que se realizou na segunda-feira.

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou que há “uma máquina de guerra” dos dois países que trabalha para a adesão ao bloco comunitário, aludindo ao rápido progresso em matéria de reformas estruturais obrigatórias, que tanto Kiev como Chisinau cumpriram em menos de dois anos (são países candidatos desde 2022).

Paulo Rangel reconheceu que “as negociações são sempre difíceis” e que os “critérios por mérito são muito exigentes”, já que os dois países têm agora de avançar para reformas de fundo dos seus sistemas democrático, económico-financeira, judicial e social para se equipararem aos padrões que Bruxelas tenta manter com os 27 Estados-membros atuais.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Novo mercado de Viana vai a concurso por 12,6 milhões

Próximo Artigo

Utentes podem consultar urgências disponíveis em mapa interativo no portal do SNS

Artigos Relacionados
x