Seguir o O MINHO

País

PSI20 sobe 0,39% e segue tendência das principais praças europeias

Bolsa de valores

em

Foto: DR / Arquivo

O PSI20, principal índice da bolsa portuguesa, subia 0,39% para 4.876,17 pontos ao início da sessão, segundo a tendência das principais praças europeias, com os CTT a liderarem os ganhos.

Cerca de meia hora após a abertura dos mercados, dos 18 títulos cotados no índice, nove seguiam em terreno positivo, cinco inalterados e quatro no vermelho.

Os CTT lideravam os ganhos, ao valorizarem 1,33% para 1,90 euros. Os títulos da Navigator, NOS, Mota-Engil, Altri, Jerónimo Martins, EDP Renováveis, Sonae e EDP também seguiam em terreno positivo, mas com ganhos inferiores a 1%.

Já a Galp Energia, Ibersol, Pharol, Ramada Investimentos e Sonae Capital seguiam inalterados.

Do lado das perdas, a Semapa derrapava 0,50% para 12,06 euros, seguida da REN, que recuava 0,40% para 2,50 euros, e da Corticeira Amorim (-0,33% para 9,01 euros).

Também o BCP cedia esta manhã, recuando 0,10% para 0,21 euros.

Lisboa acompanha a tendência das principais praças europeias, com os ganhos a oscilarem entre os 0,64% da bolsa de Madrid (IBEX 35) e os 0,52% de Paris (CAC 40) e de Londres (FTSE 100).

A bolsa de Lisboa iniciou hoje a sessão a subir 0,23%, depois de na quinta-feira ter encerrado quase inalterada (0,08%).

Anúncio

País

Debate Costa-Cristas na TVI teve 935 mil espetadores, terceiro mais visto

Eleições Legislativas

em

Foto: Twitter

O debate António Costa – Assunção Cristas, na sexta-feira, na TVI, teve um “share” de 21,8%, e foi visto por 935 mil telespetadores, disse hoje à Lusa fonte do canal.

Este foi o terceiro debate nas TV mais visto entre líderes partidários sobre as legislativas de 06 de outubro.

O frente a frente televisivo entre o líder do PS, António Costa, e a presidente do CDS, na TVI, em canal aberto, foi também emitido no canal de cabo TVI24, onde foi acompanhado por 58 mil pessoal, segundo a mesma fonte.

O debate mais visto continua a ser o de estreia da série, entre António Costa (PS) e Jerónimo de Sousa (PCP), com 1,1 milhões de espetadores, seguido dos confrontos António Costa – André Silva (PAN), com um milhão, Costa – Cristas, 935 mil, Rui Rio (PSD)-Assunção Cristas, com 927 mil, e Rio – Jerónimo, com 742 telespetadores.

O debate menos visto foi entre Rio e André Silva, com 697 mil telespetadores.

Para segunda-feira está previsto o último debate, com o duelo televisivo entre os líderes dos dois maiores partidos, António Costa, do PS, e Rui Rio, do PSD, que será transmitido em simultâneo pelos três canais generalistas, RTP, SIC e TVI.

O ‘share’ é o valor comparativo, em percentagem, que permite saber que o programa teve a preferência relativamente a outros de outros canais televisivos num determinado período.

As legislativas para eleger os 230 deputados à Assembleia da República estão marcadas para 06 de outubro. Concorrem a esta eleição, a 16.ª em democracia, um número recorde de forças políticas – 20 partidos e uma coligação.

Continuar a ler

País

Líder do PAN pede partido mais forte para defender ambiente

Eleições Legislativas

em

Foto: Arquivo

O porta-voz do PAN – Pessoas-Animais-Natureza, André Silva, apelou hoje ao voto verde nas eleições regionais da Madeira, afirmando que só com aquele partido as questões ambientais vão estar na ordem do dia.

“Na Região Autónoma da Madeira, só teremos avanços nas áreas da proteção animal, na proteção dos habitats, dos ecossistemas, da natureza, só teremos medidas fortes de transição económica e de transição energética se o PAN tiver mais força”, disse o líder do partido.

Para André Silva, “se não houver essa representação mais forte do PAN, o partido que estiver no governo não desenvolverá estas políticas públicas que são necessárias para responder aos desafios do século XXI”.

O porta-voz falava à Lusa na praia Formosa, no Funchal, onde esteve hoje a acompanhar o cabeça de lista do partido às eleições regionais da Madeira, João Freitas, numa ação de campanha.

“Vim à Madeira para reforçar a campanha que o PAN/Madeira tem estado a fazer para dar visibilidade ao trabalho que temos feito aqui na região e para pedir mais responsabilidade, mais força aos madeirenses para continuarmos a defender o nosso trabalho”, explicou, admitindo que o objetivo é ter um grupo parlamentar no arquipélago.

Para André Silva, é importante que as pessoas percebam que “não é necessário apenas uma mudança de trocar um partido por outro, é importante que essa mudança seja sustentável e equilibrada”.

O porta-voz do PAN apontou como prioridades na Madeira a produção de alimentos de forma mais sustentável, a regeneração dos solos e a transição “para uma agricultura biológica, para uma agricultura mais sustentável e que introduz menos agrotoxinas” na cadeira alimentar.

Nas esplanadas ao longo da praia Formosa, o líder partidário distribuiu panfletos e sacos de pano para que as pessoas deixem de usar os de plástico. Conversou com as pessoas, tirou dúvidas e explicou o trabalho que o PAN tem desenvolvido na Assembleia da República.

As eleições regionais legislativas da Madeira decorrem em 22 de setembro, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional.

PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR são as 17 candidaturas validadas para estas eleições, com um círculo único.

Nas regionais de 2015, os sociais-democratas seguraram a maioria absoluta – com que sempre governaram a Madeira – por um deputado, com 24 dos 47 parlamentares.

Continuar a ler

País

Quatro bombeiros da corporação de Ovar feridos em despiste a caminho de incêndio

No distrito de Aveiro

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

Quatro bombeiros da corporação de Ovar ficaram feridos, dois dos quais com gravidade, na sequência do despiste da viatura de combate de incêndios em que seguiam, disse à Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

Segundo a fonte, o acidente ocorreu pelas 13:40, nas imediações do quartel dos Bombeiros Voluntários de Ovar, encontrando-se no local vários meios de assistência, nomeadamente a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Santa Maria da Feira e ambulâncias da corporação de Ovar.

De acordo com a edição ‘online’ do Jornal de Notícias (JN), o despiste aconteceu “na rua Dr. Nunes da Silva, a cerca de 400 metros do quartel, quando os bombeiros se deslocavam para combater um reacendimento surgido na zona onde, dias antes, ocorreu um incêndio intenso”.

Na sequência do despiste, o veículo colidiu contra uma árvore.

Continuar a ler

Populares