Seguir o O MINHO

Barcelos

PSD sela acordo com independentes e CDS para tirar a Câmara de Barcelos aos socialistas

Coligação “Barcelos Mais Futuro”

em

Mário Constantino e Domingos Pereira. Foto: DR

O PSD assina o acordo de coligação com o movimento independente Barcelos, Terra de Futuro (BTF) e CDS esta sexta-feira numa cerimónia no Hotel Bagoeira em Barcelos. “Barcelos Mais Futuro” é o nome da coligação.

Mário Constantino é candidato do PSD, imposto pela Nacional contrariando o nome indicado pelas estruturas concelhia e distrital, que era o empresário têxtil João Sousa. Já foi candidato em 2017. É professor, licenciado em Direito e atualmente é vereador na Câmara de Barcelos.

O BTF é liderado por Domingos Pereira, antigo vice-presidente socialista da Câmara de Barcelos, que fundou o movimento independente para concorrer às últimas autárquicas, após ter o presidente da Câmara, Miguel Costa Gomes, lhe ter retirado os pelouros, em 2016. Elegeu dois vereadores e contribuiu decisivamente para a perda da maioria absoluta que os socialistas detinham no executivo.

Já o CDS concorreu coligado com o PSD nas duas últimas eleições autárquicas, após os sociais-democratas terem perdido o poder para o PS em 2009.

A assinatura deste acordo tripartido é descrito pela coligação como um “momento único da história autárquica do concelho de Barcelos, no qual três forças partidárias dos vários quadrantes políticos, da esquerda à direita democráticas, se unem com o propósito de colocar um prática um projeto verdadeiramente agregador e inclusivo para Barcelos e os barcelenses”.

O acordo será assinado por Mário Constantino, candidato do PSD, Domingos Pereira, coordenador geral do BTF, e Filipe Pinheiro, presidente da Concelhia do CDS.

Populares