Seguir o O MINHO

Barcelos

PSD quer eleições antecipadas em Barcelos para dar “um mínimo de dignidade” à Câmara

Presidente em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, governa a autarquia a partir de casa

em

José Novais, vereador e presidente do PSD/Barcelos. Foto: DR / Arquivo

O PSD/Barcelos defendeu hoje que a realização de eleições autárquicas intercalares poderá ser uma das soluções para dar “um mínimo de dignidade” à câmara local, face à prisão domiciliária do presidente, Miguel Costa Gomes (PS).

Em conferência de imprensa, o PSD advogou que outras soluções passam pela suspensão do mandato de Costa Gomes até à conclusão do processo judicial ou a renúncia do presidente ao cargo.

“Estes são os cenários mínimos para a dignidade do órgão câmara municipal”, afirmou o vereador social-democrata Mário Constantino.

Costa Gomes está desde 03 de junho em prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, indiciado pelos crimes de corrupção passiva e prevaricação, no âmbito da operação “Teia”.

Está também proibido de contactar com os funcionários do município.

O autarca pediu, entretanto, a sua substituição por 29 dias, até que o Tribunal de Instrução Criminal do Porto clarificasse a abrangência do termo “funcionários”, para saber se estava também impedido de falar, nomeadamente, com vereadores e assessores.

Uma clarificação já feita, tendo o tribunal explicado que “funcionário” é “assalariado, trabalhador e empregado”.

Segundo o seu advogado, Costa Gomes pode, assim, efetuar todos e quaisquer contactos com os vereadores da câmara, deputados da Assembleia Municipal, membros do gabinete de apoio pessoal, presidentes das juntas de freguesia e membros e dirigentes das empresas locais.

No entanto, Costa Gomes ainda não reassumiu funções.

Para o PSD local, “é impossível” que o autarca continue a gerir a câmara “a partir de casa”.

“Os Paços do Concelho não mudaram para Gamil [freguesia onde reside Costa Gomes]”, disse o líder do PSD de Barcelos, José Novais.

O PSD lembrou, designadamente, que Costa Gomes tem o pelouro dos Recursos Humanos, mas “não pode falar com os funcionários”, ficando, assim, comprometidos processos de avaliação, promoção ou contratação.

Para os sociais-democratas, a situação do município é “muito grave” e “exige sentido de responsabilidade” por parte da maioria socialista.

O PSD/Barcelos acusou ainda Costa Gomes de “teimosia e apego ao poder”, uma situação que conduziu a que o concelho seja “alvo de chacota nacional”.

“Desafiamos o PS a assumir as suas responsabilidades”, acrescentou José Novais.

Na operação “Teia”, além de Costa Gomes, são ainda arguidos o entretanto demissionário presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, que ficou em liberdade mediante o pagamento de uma caução de 40 mil euros, e a mulher, a empresária Manuela Couto, que ficou em prisão domiciliária.

O outro arguido é o ex-presidente do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto Laranja Pontes, que também ficou em liberdade mediante caução de 20 mil euros, e com suspensão das funções que exercia. Laranja Pontes passou entretanto à situação de reforma.

O processo está relacionado com alegados favorecimentos às empresas de Manuela Couto por parte do município de Barcelos e do IPO, a troco de favores políticos conseguidos por Joaquim Couto.

Anúncio

Barcelos

Mãe em desespero procura jovem desaparecido em Barcelos desde domingo

Natural de Vila Boa

em

Foto: DR

Um jovem de 23 anos, residente em Vila Boa, Barcelos, foi dado como desaparecido pela família desde o passado domingo, disse a O MINHO fonte familiar.

Terá saído de casa na noite do passado domingo, por volta das 23:00 horas, não voltando a estabelecer contacto com os familiares.

Maria Rego, mãe de Jorge Costa, disse a O MINHO já ter alertado as autoridades. Estas vão acionar buscas pela cidade e também junto ao rio Cávado.

“Ele pode estar a precisar de ajuda”, alerta a família, em desespero, deixando o contacto 964547530 para divulgação de possíveis informações do paradeiro.

A mãe revela ainda que o jovem saiu de casa sem telemóvel e sem dizer nada à família.

“Não sei o que se passa, ele trabalhava num restaurante aqui na cidade mas tinha falado de ir trabalhar para Guimarães”, adiantou.

O jovem vestia calças azul clara de fazenda, um casaco de ganga e umas sapatilhas bege.

Tem cabelo curto, é magro, e mede cerca de 1.72 metros.

Continuar a ler

Barcelos

Motociclista ferido após colisão com carro em Barcelos

Em Arcozelo

em

Foto: Vítor Vasconcelos

Um homem, de 44 anos, sofreu ferimentos na sequência de uma colisão entre a mota que conduzia e um automóvel, ao final da tarde desta quarta-feira, cidade de Barcelos.

O sinistro ocorreu na freguesia urbana de Arcozelo, mobilizando meios de emergência para o local, pouco depois das 18:40.

Os Bombeiros de Barcelos socorreram a vítima que foi transportada para o hospital local com ferimentos considerados “ligeiros”.

A PSP de Barcelos registou a ocorrência.

Continuar a ler

Barcelos

Homem de 50 anos detido com cocaína no centro de Barcelos

Na Rua de Santa Clara

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem, de 50 anos, foi detido por agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), na terça-feira, por suspeitas de tráfico de estupefacientes, anunciou hoje aquela polícia.

A detenção ocorreu às 16:55, na Rua de Santa Clara, em pleno centro da cidade de Barcelos, depois do suspeito ter sido intercetado na posse de cocaína suficiente para dez doses, por elementos policiais que efetuavam missão de serviço na prevenção e combate a criminalidade.

Para além da droga, foram apreendidos 30 euros em numerário e recortes de plástico que, segundo a PSP, serviriam para “acondicionamento do estupefaciente”.

O detido foi notificado para comparecer no Tribunal de Vila Nova de Famalicão.

Continuar a ler

Populares