Seguir o O MINHO

Guimarães

PS de Guimarães lamenta morte de António Arnaut, o “pai” do SNS

em

Foto: DR/Arquivo

O PS de Guimarães lamentou esta segunda-feira a morte de António Arnout, um dos fundadores do Partido Socialista e conhecido como “pai” do Serviço Nacional de Saúde.

“A Concelhia do PS/Guimarães manifesta o seu mais profundo pesar pelo falecimento do Presidente Honorário do Partido Socialista António Arnaut, figura da maior referência moral, cívica, democrática da sociedade portuguesa”, disse o PS de Guimarães em comunicado.

Na sede concelhia do PS, ao Largo do Toural, estará à disposição de todos os democratas, um livro de condolências que poderá ser assinado até esta terça-feira às 12:00 horas.

António Arnaut, advogado, nasceu na Cumeeira, Penela, distrito de Coimbra, em 28 de janeiro de 1936, e estava internado nos hospitais da Universidade de Coimbra.

Presidente honorário do PS desde 2016, António Arnaut foi ministro dos Assuntos Sociais no II Governo Constitucional, Grão-Mestre do Grande Oriente Lusitano e foi agraciado com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade e com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.

Poeta e escritor, António Arnaut envolveu-se desde jovem na oposição ao Estado Novo e participou na comissão distrital de Coimbra da candidatura presidencial de Humberto Delgado.

Populares