Seguir o O MINHO

Braga

PS Braga reitera acusação de “falta de seriedade política” a Manuel Moreira

em

A Federação Distrital de Braga do PS expressou “total concordância” com a retirada de confiança política ao presidente da câmara de Amares, reiterando a acusação de “falta de seriedade politica” feita contra o autarca pela Comissão Politica Concelhia.

Em comunicado, a Federação Distrital do PS-Braga acusa ainda o autarca de Amares, Manuel Moreira, que encabeçou a lista socialista, de “desprezar” o partido, militantes e simpatizantes “ao ponto de, na campanha para as eleições legislativas, ter tido comportamentos, atitudes e afirmações públicas de apreço e de aproximação para com a coligação de Direita, corporizada pelo PSD e pelo CDS/PP, assim contrariando os seus deveres de lealdade para com o PS”.

No dia 08 de outubro, a Comissão Politica Concelhia do PS-Amares deliberou retirar a confiança politica a Manuel Moreira acusando-o de “deslealdade”, depois de o autarca ter exonerado o vice-presidente, José Tinoco, que é também presidente da estrutura concelhia do PS amarense, com retirada dos respetivos pelouros tendo, posteriormente, nomeado para o cargo um vereador eleito pelo PSD.

“Esta sequência de atitudes do presidente da Câmara de Amares, de proximidade e de cumplicidade com o PSD, são uma demonstração clara, efetiva e real da sua falta de lealdade para com o Partido Socialista”, refere o texto.

Segundo o comunicado, a Federação Distrital de Braga do Partido Socialista “não aceita, nem pactua, com este comportamento do presidente da Câmara de Amares, revelador da falta de seriedade política para com o partido e para com os amarenses”.

No texto, aquela estrutura do PS “expressa, de igual forma, a sua total concordância com a retirada de confiança política ao presidente da Câmara de Amares, manifestando a sua solidariedade para com a Comissão Política Concelhia do PS, com o seu presidente Jorge Tinoco, e com os autarcas, militantes e simpatizantes do Partido neste concelho”.

Em declarações, Manuel Moreira, no dia em que foi oficializada, em despacho publicado em Diário da República, a exoneração do anterior vice-presidente da autarquia amarense, sublinhou seu “compromisso” para com a população de Amares, afirmando estar a “marimbar-se” para as consequências a nível partidário da sua decisão.

“Continuo militante [do PS], mas estou-me marimbando. A minha obrigação é, em primeiro lugar, com os meus eleitores e para cumprir o meu compromisso com eles e foi preciso fazer esta coligação com o PSD para conseguir ter maioria no executivo”, explicou Manuel Moreira, justificando assim os motivos que o levaram ao acordo com os sociais-democratas.

Anúncio

Braga

Ameaça polícia com faca em casa após ser alvo de denúncia em Braga

Violência

em

Foto: O MINHO

Um homem foi detido depois de puxar de uma faca de cozinha contra dois agentes da PSP que o interpelavam, à porta do seu apartamento, devido ao ruído excessivo com o televisor, na passada sexta-feira, em Braga.

O homem, de 56 anos, provocou momentos de tensão no prédio situado na Avenida de Barros Soares, na cidade bracarense, quando apontou uma faca com lâmina de 30 centímetros aos dois agentes.

Os polícias acabaram por conseguir imobilizar o homem com recurso a gás-pimenta, não utilizando as armas de serviço. O detido acabou por cair no sofá, onde lhe foi retirada a faca e colocadas as algemas.

A denúncia foi feita por vizinhos, cerca das 22:30 da passada sexta-feira. O homem acabou por receber assistência dos Bombeiros Voluntários de Braga, mas recusou transporte hospitalar.

Será presente, na segunda-feira, aos serviços de Ministério Público do Tribunal de Braga.

Continuar a ler

Braga

Governo quer baixar preços de estacionamento no Hospital de Braga

Empresa privada detém concessão até 2039

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

O Governo está a avaliar a possibilidade jurídica de intervir junto da entidade gestora do edifício do Hospital de Braga, de forma a baixar os preços praticados no parque de estacionamento daquela unidade, anunciou o Ministério da Saúde.

Em documento enviado à Assembleia da República, em resposta ao grupo parlamentar do Bloco de Esquerda, “o Governo reconhece as queixas de utentes e profissionais, relativamente aos preços praticados no parque de estacionamento do Hospital de Braga e admite intervenção junto da Entidade Gestora do Edifício”.

“Os preços praticados pela empresa que está a explorar o parque têm sido motivo de queixa, quer por parte dos utentes, quer por parte dos profissionais, estando presentemente a ser avaliada a possibilidade jurídica de intervir junto da EGE”, refere o órgão que tutela a saúde em Portugal.

Sobre o pedido de tornar gratuito o estacionamento, feito pelos deputados do BE, eleitos pelo círculo eleitoral de Braga (José Maria Cardoso e Alexandra Vieira), o Governo diz ser inmpossível, uma vez que a concessão do estacionamento a uma empresa privada é válido até 2039.

Continuar a ler

Braga

Turista em estado grave após queda no Gerês

Cascatas do Tahiti

em

Foto: O MINHO

Um homem, com 51 anos, sofreu ferimentos graves na sequência de uma queda em cascatas do Gerês, ao final da manhã deste sábado, em Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro, disse a O MINHO fonte envolvida no socorro.

No local, conhecido por albergar as famosas Cascatas do Tahiti, estiveram socorristas da delegação de Rio Caldo da Cruz Vermelha Portuguesa, acompanhados por elementos dos Bombeiros de Terras de Bouro.

A vítima, residente em Lisboa, caiu num pequeno lago (poço natural) depois de ter escorregado e caído de uma altura de seis metros.

Ao que apuramos, a vítima, em estado de hipotermia, sofreu ferimentos a nível do crânio.

Foi transportado para o Hospital de Braga.

O alerta foi dado cerca das 12:00 horas.

A GNR do Gerês registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares