Seguir o O MINHO

Alto Minho

Promoção do sucesso escolar no Alto Minho é exemplo a nível nacional

“Ideia de território é muito bem conseguida”.

em

Foto: DR/Arquivo

O coordenador do Plano Nacional de Promoção do Sucesso Escolar (PNPSE) apontou a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho como “um dos exemplos nacionais” na promoção do sucesso escolar.


“A CIM do Alto Minho é um dos exemplos a nível nacional, porque agarrou muito bem a ideia de um projeto territorial e criou uma espécie de chapéu das medidas, induzindo os seus dez municípios a desenvolver, de forma concertada, os seus planos municipais, mas sempre em articulação com os agrupamentos. Esta ideia de território é muito bem conseguida no sentido da resposta que se quer dar”, afirmou José Cortes Verdasca.

O coordenador da Estrutura de Missão do PNPSE, que falava à agência Lusa no final do seminário “Alto Minho – School 4All – “Promoção do Sucesso Escolar: Caminhos e Desafios”, hoje realizado em Viana do Castelo, referiu que “há uma linha estratégia muito bem pensada e definida e que vai ter espaço e tempo de aprofundamento e melhoria”.

José Cortes Verdasca referia-se ao plano “Alto Minho – School 4All”, em curso nos dez concelhos do Alto Minho até 2020, num investimento 4,3 milhões de euros, comparticipado em 85% pelo Fundo Social Europeu (FSE).

A própria designação da candidatura da CIM do Alto Minho, “School 4All” diz bem desse foco e ainda é mais interessante porque a CIM do Alto Minho até conseguiu, nos últimos quatro anos, sobretudo no ensino básico, resultados muitos interessantes e significativos, com uma redução superior a 30% na taxa de retenção de alunos”, destacou.

O responsável sublinhou “a lógica de território” do programa em curso na região, “não deixando de convocar para as instituições de ensino superior, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e as Universidades do Minho e do Porto”.

“Exatamente as instituições que estão também em trabalho de parceria com alguns municípios e com a própria CIM, fazendo parte das funções científicas das respostas ao nível da didática, dos processos pedagógicos e sociais”, frisou.

O coordenador nacional do PNPSE, realçou a aposta na “construção de soluções partilhadas e colaborativas e em que há a preocupação da comunidade responder aos seus problemas através de ações variadas”.

Como exemplos apontou “abordagens curriculares abertas e enriquecedoras, na área das ciências experimentais, da música, das expressões artísticas como complementos importantes da promoção do sucesso, mas também preocupações de natureza social no sentido de ter equipas multidisciplinares que respondam a aspetos de formação parental, integração, inclusão, orientação e competências socio emocionais”.

Segundo a CIM, o plano “Alto Minho – School 4All” “pretende contribuir para as principais metas definidas na Estratégia Integrada de Desenvolvimento Territorial “Alto Minho 2020″, no domínio da promoção do sucesso escolar, evoluindo positivamente na taxa de retenção e abandono escolar e mantendo um patamar mais favorável em relação às médias da região do Norte e do país”.

No seminário hoje realizado na Escola Superior de Educação do IPVC, foram apresentadas as principais experiências territoriais de promoção do sucesso escolar, ao nível municipal, intermunicipal e regional, assim como ao nível insular e transfronteiriço, através de dois estudos de caso dos Açores e da Galiza.

Anúncio

Alto Minho

Monção investe quase 700 mil euros em estrada municipal que serve 5 freguesias

Investimento público

em

Foto: DR

A Câmara de Monção está a investir quase 700 mil euros na beneficiação de mais de oito quilómetros da Estrada Municipal (EM) 503 que atravessa cinco freguesias do Vale do Mouro, informou hoje a autarquia.

Em comunicado enviado às redações, a câmara do distrito de Viana do Castelo, presidida pelo social-democrata António Barbosa, adiantou que a intervenção está integrada “num conjunto de investimentos na rede viária, distribuídos pelo concelho, cujo valor global é de 1,3 milhões de euros, para aplicar em sete empreitadas, das quais cinco já estão em curso”.

A EM 503 é “uma das vias com maior tráfego automóvel no concelho e atravessa as freguesias de Ceivães, Segude, Podame, Tangil e Riba de Mouro”, com mais de quatro mil habitantes.

Prevista no plano plurianual de investimentos do município de Monção, a empreitada, adjudicada pelo valor global de 667.394,44 euros, inclui a “remodelação e beneficiação do pavimento, drenagem em toda a extensão da via, construção de valetas e bermas em betão, e limpeza de aquedutos existentes”.

“Devido à circulação intensa e à drenagem deficiente, a estrada encontra-se com o pavimento muito degradado em determinados troços, com irregularidades acentuadas e assentamentos, sendo necessário intervir antes da colocação da camada final de tapete betuminoso”, especifica a autarquia.

Segundo o município, “a valorização deste percurso do Vale do Mouro poderá resultar na concretização de novos empreendimentos ou em alguns proveitos na vertente turística, uma vez que esta zona oferece condições naturais excecionais, com lugares propícios ao lazer”.

Continuar a ler

Alto Minho

Cerveira apresenta segunda revisão do PDM pelas freguesias

PDM

em

Foto: DR

A Câmara de Vila Nova de Cerveira informou hoje que a equipa técnica responsável pela segunda revisão do Plano Diretor Municipal (PDM) vai percorrer, nos próximos dias, todas as freguesias do concelho para apresentar o documento.

As sessões, adianta o comunicado da autarquia do distrito de Viana do Castelo, servirão ainda para “auscultar expetativas e esclarecer dúvidas quer da parte dos autarcas locais, quer da própria população”.

As 11 reuniões descentralizadas vão procurar abordar os objetivos e o enquadramento da revisão em causa, e decorrerão nos salões das juntas de freguesia. A primeira sessão está marcada para dia 13 de julho, em Sapardos, e as duas últimas ocorrerão dia 20, em Cornes e Covas.

A segunda revisão do PDM de Vila Nova de Cerveira “assenta numa estratégia de desenvolvimento local, que identifica como principais objetivos a promoção das atividades económicas, de acolhimento empresarial, o reforço das políticas de habitação municipal, privilegiando a reabilitação do edificado devoluto”.

Continuar a ler

Alto Minho

Caminha já esterilizou cerca de 250 animais de companhia

Animais

em

Foto: Ilustrativa / DR

A Câmara de Caminha informou hoje que as duas campanhas lançadas pelo município permitiram esterilizar cerca de duas centenas e meia de animais de companhia, entre cães e gatos.

Segundo aquele município uma das campanhas “é desenvolvida em colaboração com a Associação Selva dos Animais Domésticos e a outra, que apoia agregados financeiramente carenciados, é operacionalizada diretamente pelo município”.

Relativamente à campanha CED (captura, esterilização e devolução), realizada em conjunto com a Associação Selva dos Animais Domésticos, visa essencialmente os gatos silvestres e as colónias. No âmbito da CED contabilizam-se 159 fêmeas esterilizadas e mais 64 machos, também esterilizados.

Em relação ao Regime Especial de Esterilização de Animais de Companhia, foi já possível esterilizar 25 animais, sendo cinco canídeos e 20 felídeos.

Continuar a ler

Populares