Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Projetos Educativos do CMIA de Viana chegam a 1700 alunos das escolas

em

Divulgação

Mais de 1500 alunos, integram, no atual ano letivo, os projetos educativos do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Viana do Castelo. A partir da próxima segunda-feira, arrancam as visitas às escolas para apresentação dos projetos turma a turma.

Integradas no serviço educativo do CMIA e do Centro de Mar e a constar do Plano de Atividades, estão em causa quatro projetos educativos: o projeto “Escola da Natureza-Ciência em Rede”, “Da terra para a Terra”, “Cientista do Mar” e “Além-Mar”.

O projeto “Escola da Natureza-Ciência em Rede” tem como principal objetivo implementar um sistema de monitorização ambiental dos ecossistemas naturais, a ser aplicado preferencialmente pela comunidade jovem escolar, mas que pode e deve ser explorado também por outros públicos.

O projeto “Da terra para a Terra”, efetuado em parceria com os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo pelo nono ano consecutivo integra visitas periódicas à escola, visitas de estudo, formação para professores, concursos e sessões temáticas, pelo que, ao longo do ano letivo, irão ser dinamizados diversos incentivos às escolas que demonstrarem melhores resultados na separação de resíduos escolares.

Já a bordo do Centro de Mar avançam este ano dois novos projetos-piloto: “Cientista do Mar” e “Além-Mar”. O primeiro visa promover a integração de estudantes do ensino secundário em contextos de investigação, através da criação de parcerias ativas entre instituições de investigação científica, enquanto o projeto “Além-Mar” visa explorar diversos temas associados à cultura marítima vianense, promovendo a divulgação de tradições das gentes marítimas desde a freguesia de Afife até Castelo do Neiva.

 

EM FOCO

Populares