Seguir o O MINHO

Alto Minho

Projeto saído de orçamento participativo de Viana ocupa crianças com deficiência

em

Um dos projetos vencedores do Orçamento Participativo de Viana do Castelo vai promover, durante a pausa letiva do Natal, atividades de tempos livres (ATL) destinadas a crianças com autismo e paralisia cerebral.

Aquela iniciativa, a decorrer entre 18 e 29 de dezembro, vai abranger 20 crianças e será dinamizada pela Fundação AMA-Autismo e pela Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo (APCVC).

O ATL, dirigido a oito crianças com paralisia cerebral e 12 com autismo, vai contar com um apoio financeiro da Câmara Municipal de cerca de 5.500 euros, aprovado esta quinta-feira por unanimidade em reunião ordinária do executivo.

A vereadora de Ação Social, Ana Margarida Silva, justificou a realização daquelas ações pelo facto das crianças com aquelas deficiências “não conseguirem inscrever-se nos ATL que existem no concelho por exigirem muito monitores para os vigiar”.

Com aquele montante, de acordo com a proposta aprovada pela autarquia, as duas instituições “vão assumir a contratação de recursos humanos especializados, o seguro, a organização das atividades e aquisição de matérias”, sendo que a AMA-Autismo assegurará ainda o transporte das crianças com aquela deficiência.

A AMA-Autismo vai receber um montante mais elevado que a APCVC, cerca de 2.970 euros, por garantir mais do dobro monitores, bem como por assegurar o transporte dos seus utentes”.

Imagem da Fundação AMA-Autismo.

Populares