Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Projeto Escola da Natureza de Viana vence European Citizen’s Award Natura 2000

em

O projeto “Escola da Natureza” do Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental(CMIA) de Viana do Castelo venceu esta quinta-feira o European Citizen’s Award Natura 2000, obtendo o número mais elevado de nomeações, por meio de votação pública.


“Ganhámos o European Citizen’s Award Natura 2000. O projeto Escola da Natureza foi o vencedor na votação dos europeus através do site do Natura 2000 Awards. Foi o único projeto português selecionado para os 25 projetos finalistas. É uma grande vitória da conservação e valorização do nosso Litoral Norte. Estamos muito contentes”, afirmou hoje à agência Lusa o presidente da Câmara de Viana do Castelo.

José Maria Costa, que falava a partir de Bruxelas, onde participa na cerimónia de atribuição dos European Natura 2000 Award’s, no edifício principal da Comissão Europeia, afirmou que “todos os parceiros do projeto estão de parabéns” e que se trata de “uma vitória de todos os vianenses”.

O projeto, financiado pelo “Portugal 2020”, tem como parceiros o município de Esposende e de Vila Nova de Cerveira, a Universidade de Coimbra, através do Instituto do Mar, e o suporte científico e técnico do Centro de Biologia Molecular e Ambiental da Universidade do Minho e do Centro de Conservação de Borboletas de Portugal.

O prémio Pan-Europeu, que visa reconhecer a excelência na gestão dos Sítios Natura 2000 e o trabalho realizado no âmbito da sua conservação, mostrando o valor acrescentado para as economias locais e aumentando a conscientização pública sobre o valioso património natural da Europa, vai na sua quarta edição e foram consideradas elegíveis 75 candidaturas de 27 países, em cinco categorias, como a conservação, comunicação, benefícios socioeconómicos, reconciliação de interesses/perceções e cooperação transfronteiriça e redes.

As 75 candidaturas foram avaliadas por um painel independente de peritos para reduzir a lista a 25 finalistas, sendo o projeto Escola da Natureza (School of Nature) um dos cinco finalistas na categoria “Comunicação”, que, hoje, acabou por ser conquistada por um projeto de Espanha.

O projeto Escola da Natureza tem como objetivo “aproximar as comunidades jovens escolares deste património natural rico e diversificado e foi concebido com a finalidade de desenvolver ferramentas de trabalho direcionadas à comunidade jovem e escolar, estruturadas com o objetivo de fomentar o respeito e valorização da biodiversidade associada aos valores naturais das áreas classificadas”.

No âmbito do projeto foram “criadas ferramentas de trabalho (teóricas e prática) diretamente relacionadas com os três Sítios Rede Natura 2000, que integram o concelho de Viana do Castelo e que se adequam aos conteúdos programáticos escolares em diferentes níveis etários e que são passíveis de utilizar pós projeto”.

Anúncio

Viana do Castelo

Sobreviventes de naufrágio em Viana do Castelo desembarcam nos Açores

Naufrágio provocou um morto

em

Foto: Marinha Portuguesa

Os três sobreviventes do naufrágio de um veleiro que naufragou no sábado ao largo de Viana do Castelo, desembarcaram “em segurança” na segunda-feira, em Ponta Delgada, nos Açores, anunciou a Marinha.

Em informação divulgada na noite de segunda-feira, a Marinha indica que o desembarque dos três homens foi feito pelas 16:00 locais (17:00 em Lisboa), no Cais de Honra das Portas do Mar, com o apoio de uma embarcação de alta velocidade da Autoridade Marítima Nacional, e foi coordenado pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento de Ponta Delgada da Marinha Portuguesa.

À chegada a terra, os três tripulantes, de 49, 62 e 67 anos de idade, “foram submetidos ao teste da covid-19 por parte da Direção Regional de Saúde dos Açores, sendo posteriormente acompanhados pela Polícia Marítima, em coordenação com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, e pela Embaixada de França, no âmbito das suas competências”.

O veleiro, onde seguiam quatro homens de nacionalidade francesa, naufragou na madrugada de sábado ao largo de Viana do Castelo.

O navio mercante Midas, de bandeira finlandesa, localizou e recuperou os três sobreviventes, acrescenta.

O quarto tripulante, de 63 anos, foi encontrado já sem vida no seguimento das operações de busca dirigidas pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, que mobilizou dois navios mercantes, uma fragata, uma aeronave da Força Aérea e meios do Instituto de Socorros a Náufragos.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Antigos escritórios da Allianz em Viana do Castelo vendidos a investidor privado

Economia

em

Foto: DR

O edifício dos antigos escritórios da seguradora Allianz em Viana do Castelo, no centro histórico, com 253 metros quadrados e que se encontrava devoluto, foi vendido a um investidor privado português, anunciou hoje a imobiliária JLL, responsável pelo negócio.

“Este mandato foi atribuído à JLL na sequência de uma colaboração anterior com a seguradora na região Norte, mais concretamente no Porto, no âmbito da qual a Allianz contactou a consultora com o objetivo de vender a sua antiga sede na cidade Invicta, um imóvel com 2.600 m2 [metros quadrados] na rua Gonçalo Cristóvão. Graças ao aconselhamento da equipa da JLL, a seguradora viria a optar por arrendar a totalidade do edifício a uma marca hoteleira nacional, garantindo assim um contrato de longa duração que além de gerar rendimento, resulta também numa valorização do edifício”, lê-se num comunicado enviado às redações.

A imobiliária foi já escolhida pela Allianz para vender os atuais escritórios na região de Braga, com cerca de 450 m2 e para encontrar um novo espaço para a seguradora naquela cidade.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Festival de Teatro de Viana do Castelo adapta-se a recolher obrigatório

Teatro do Noroeste

em

Foto: DR

O Teatro do Noroeste – CDV informou hoje que a quarta edição do festival de teatro de Viana do Castelo, com início na terça-feira, adaptou ao recolher obrigatório decretado pelo Governo.

Em comunicado hoje enviado à imprensa, a companhia de Viana do Castelo explicou que o festival vai começar, na terça-feira com a estreia do espetáculo Falar Verdade a Mentir, encenado por António Capelo, antecipado para as 21:00.

“Todos os espetáculos noturnos foram antecipados para as 21:00, de forma a cumprir com a obrigatoriedade de encerramento dos espaços culturais às 22:30. Foram alterados também os horários dos espetáculos programados para o fim de semana de 14 e 15”, especifica a nota.

A peça Sítio, da Companhia da Chanca, inicialmente agendado para dia 14, às 15:00, passa para as 10:00 do mesmo dia.

No dia 15, o Teatro do Noroeste – CDV tinha preparado duas sessões de Lullaby do Teatro Plage, às 11:00 e às 16:00, que passam agora para as 10:00 e 11:00.

Os espetáculos Alma da companhia A Turma e Ermelinda do Rio, do Teatro da Terra realizam-se conforme previsto, mas sem público na sala, podendo os espetadores aceder à transmissão ?online’, nas plataformas digitais do Teatro do Noroeste – CDV.

A 4ª edição do Festival e Teatro de Viana do Castelo acontece de 10 a 18 de novembro no Teatro Municipal Sá de Miranda e na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo.

Continuar a ler

Populares