Seguir o O MINHO

Braga

Professor infetado em escola de Braga não contagiou alunos

Covid-19

em

Foto: Divulagção / Arquivo

Nenhum dos alunos que teve aulas com um professor de Religião e Moral infetado em Braga, que leciona na Escola EB 2 e 3 de Lamaçães, contraiu covid-19, soube O MINHO de fonte escolar.

A vereadora da Educação da Câmara de Braga Lídia Dias adiantou que o mesmo se passou na generalidade dos estabelecimentos escolares do concelho: “houve ou outro caso, já depois de as escolas fecharem, de pessoas com o coronavírus, mas nenhum aluno foi afetado”, adiantou, frisando que tem estado em contacto com “quase todas as escolas, onde as respetivas direções continuam a trabalhar”.

Depois de saber que o professor estava infetado, a Escola EB 2 e 3 de Lamaçães contactou vários alunos que tiveram aulas – antes do estabelecimento encerrar – com o docente de Religião e Moral, ao qual tinha sido diagnosticado, dias antes, covid-19.

Ao que O MINHO apurou na altura, a Escola estava a pedir aos alunos que entrassem em isolamento, no caso de terem sintomas como os de aumento da temperatura ou outros. Nesse caso, deveriam ligar para a Linha Saúde24, ou ir ao Centro de Triagem instalado pela ARS-Norte e pela Câmara no parque de estacionamento do Fórum Altice Braga.

Obras em Maximinos prosseguem

A propósito da situação escolar em Braga, Lídia Dias adiantou que as obras na Escola Secundária de Maximinos prosseguem a bom ritmo, devendo a primeira fase estar concluída em maio. Englobam a remodelação dos blocos 1, 2 e 3, com intervenção na área da secretaria e sala dos professores e em dois blocos de sala de aula”.

A segunda fase da reabilitação arranca logo de seguida, “estando previsto terminar a empreitada nos blocos 4, 5 e 6, referentes a salas de aula, em Fevereiro de 2021”.
Durante a empreitada, a escola que tem 450 alunos, manteve as aulas.

Populares