Seguir o O MINHO

Braga

Produtos desenvolvidos em Braga presentes na maior feira de tecnologia do mundo

em

A Criam e a Findster, duas startups de hardware finalistas dos programas de aceleração da Startup Braga, vão estar entre 03 a 08 de janeiro a representar Portugal na maior feira de tecnologia do mundo, a CES (Consumer Electronics Show) em Las Vegas.

Em comunicado, a Startup Braga explica que a participação vem na sequência de terem sido as primeiras startups portuguesas a fazer parte dos programas da HAX, a maior aceleradora de hardware do mundo.

A CRIAM desenvolveu um dispositivo para deteção automática, portátil e rápida do tipo de sangue e doenças tendo estado os últimos 3 meses a desenvolver o seu protótipo em Shenzhen, no HAX China. A Findster vai apresentar o Findster Duo oficialmente na CES, o resultado da campanha de “crowdfunding” mais bem-sucedida em Portugal, após terem estado no início do ano em São Francisco, no HAX Boost.

Apostando numa visão de “dispositivo como plataforma” para a área da saúde, a CRIAM desenvolveu um dispositivo médico inovador que possibilita a deteção do tipo de sangue e de doenças de uma forma automática, portátil e rápida. Após a participação no 3º programa de aceleração da Startup Braga em 2016, a CRIAM tornou-se a segunda startup portuguesa a ser selecionada pela HAX, a maior aceleradora mundial de hardware. Para além de investimento, o programa da HAX na China garantiu à CRIAM o desenvolvimento do protótipo no centro mundial do hardware, Shenzhen na China, onde a equipa passou os últimos 4 meses.

No início de 2016, a Findster, também ela saída da Startup Braga, foi a primeira startup portuguesa a se juntar à HAX, neste caso através do HAX Boost, um programa focado em promover as vendas de produtos inovadores de hardware, e que decorreu em São Francisco. A Findster participou no 1º Programa de Aceleração da Startup Braga e tendo lançado o seu dispositivo de localização de crianças em 2014 na plataforma de “crowdfunding” Indiegogo. Com uma nova versão destinada à monitorização de localização e de atividade de animais domésticos, o Findster Duo, fizeram a campanha mais bem-sucedida em Portugal deste género, onde angariou 250 mil dólares em apenas 45 dias no Kickstarter em Outubro de 2016.

A participação da CRIAM e da Findster no HAX abriu as portas das duas startups do Norte à CES (International Consumer Electronics Show), que começou no dia 3 e decorre até 8 de Janeiro de 2017, em Las Vegas, EUA, no que é considerada a maior feira de tecnologia do mundo, onde cerca de 3,800 empresas como a LG, Sony ou Samsung apresentam ao mundo as novas propostas de produtos para 2017. Esta participação engloba-se naquilo que vai ser a mostra dos produtos que passaram pelos programas da HAX em todo o mundo, e vai decorrer no Eureka Park, nos expositores 51248-51253, assim como nos 51645, 51643, 51641 e 51639.

Estamos a reinventar a forma como os testes ao sangue são feitos hoje em dia, permitindo que estes sejam, por exemplo, feitos a bordo de uma ambulância, de forma automática e rápida. Queremos com este produto combater a ineficiência do uso de sangue em caso de emergência, permitindo a determinação do tipo de sangue necessário para transplante ainda antes de chegar ao Hospital”, explica Vitor Crespo, CEO da CRIAM.

“A nossa visão é alargar o tipo de testes de doenças que podem ser feitos, com um equipamento portátil e automático, levando estas ferramentas de diagnóstico onde os Hospitais e os laboratórios não conseguem chegar, por isso a visibilidade mundial de uma CES é o ideal para nós neste momento”, acrescenta.

A CRIAM conta já com o protótipo final concluído, estando a desenvolver a certificação clínica com o Centro Clínico Académico de Braga. A startup tem já acordos de distribuição assegurados para os mercados Europeus, India e EUA. Tem ainda em desenvolvimento a possibilidade de deteção de outras doenças como o VIH ou a Meningite, a partir de amostras de sangue.

“Na nossa primeira campanha ficou claro o peso que o mercado dos Estados Unidos tinha para o nosso produto, pelo que a participação no programa da HAX em São Francisco nos abriu as portas para aumentarmos as vendas lá”, explica David Barroso, CEO da Findster. “O mundo tem os olhos postos nos produtos inovadores que surgem nos Estados Unidos, e a presença da Findster na CES coloca-nos nessa montra mundial”, acrescenta.

A Findster, após as campanhas de sucesso, já fez o envio dos seus dispositivos para países em todo o mundo, e vai lançar oficialmente na CES o seu novo produto, o Findster Duo, que já tem compradores espalhados por mais de 60 países.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Braga. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Braga

Há uma nova linha de apoio Covid-19 para utentes de Braga

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

Os utentes do ACES do concelho de Braga passam a ter uma nova linha telefónica e três Áreas Dedicadas Covid-19 (ADC) a funcionar diariamente, das 08:00 às 20:00 horas, de forma a não incentivar o contacto presencial, anunciou o agrupamento de centros de saúde.

Para além da Linha SNS24 (808 24 24 24) já existente, surge agora a Linha COVID Braga (220 411 194), com atendimento feito por parte de especialistas em medicina geral e familiar do ACES de Braga.

Para além do número, a ACES Braga conta com ADC (para atender casos suspeitos de Covid-19) em Infias, na Rua Padre António, n.º 7 (253 201 580), em Maximinos, no Largo Paulo Orósio (253 209 230) e em Carandá, na Praça Cândido Costa Pires (253 201 510).

Continuar a ler

Braga

Utente da AAPACDM de Braga em estado crítico. 40 utentes ficam fechados 14 dias nos lares

Covid-19

em

Foto: Divulgação

Um utente e uma funcionária do lar da APPACDM de Lomar, em Braga, acusaram positivo nos testes de despistagem ao nova coronavírus, disse a O MINHO fonte da instituição.

Há um outro utente com sintomas e que já fez o teste, mas ainda não há resultado. O resultado será quarentena obrigatória para 40 utentes e sete funcionários, dentro de três lares.

Utente e funcionária da APPACDM de Braga infetados. Lares entram em quarentena

Segundo António Melo, presidente da direção da APPACDM de Braga, os lares de Lomar, São Lázaro e Gualtar vão entrar em quarentena obrigatória a partir desta noite, com cerca de 40 jovens e sete funcionários a permanecerem dentro das instalações durante os próximos 14 dias.

O responsável explica que o jovem infetado pertencia ao Centro de Atividades Ocupacionais mas não frequentava a instituição desde 13 de março, nem nunca frequentou o lar residencial.  Quanto à funcionária infetada, o diretor explica que a infeção pode não ter sido contraída no lar.

Os restantes utentes e funcionários vão ser sujeitos ao teste de despistagem da doença, que devem ser conhecidos nos próximos dias, enquanto permanecem em quarentena dentro dos lares.

António Melo disse que cada utente será confinado a um quarto e será servido por uma funcionária, de modo a evitar múltiplos contactos.

“É uma situação muito difícil de gerir porque vários jovens têm doenças do foro mental e não vão querer estar confinados o dia todo num quarto”, alertou o responsável a O MINHO.

Em declarações ao Correio do Minho, a diretora-téncnica da APPACDM de Lomar revelou que o homem infetado, de 44 anos, estará em estado crítico, e já possui histórico de problemas respiratórios.

Queixas de funcionários

Alguns trabalhadores do organismo apontam críticas à direção por não ter tomado medidas anteriores, mas António Melo refuta-as, indicando que está a proceder conforme as determinações das autoridades de saúde.

Há ainda queixas de que existem ameaças para com os funcionários para que estes trabalhem, acusação também negada pelo diretor.

Sobre a ausência de apoio médico, António Melo explica que o enfermeiro habitual está a trabalhar no Hospital de Famalicão, que acresce o risco de contaminar os utentes, face a essa exposição.

O responsável reforça ainda que cada jovem está em quarto individual e isolado, por determinação da saúde pública.

Continuar a ler

Braga

Já pode descobrir os jardins históricos de Braga sem sair de casa

em

“À Descoberta de Braga” é uma iniciativa online sobre os jardins históricos da cidade de Braga, direcionada a todos os que estão em casa.

Este roteiro mostra alguns dos espaços mais emblemáticos da vertente cultural, ambiental e histórica dos jardins da cidade.

Para utilizar, pode aceder ao site da iniciativa através do telemóvel, tablet ou computador.

Continuar a ler

Populares