Seguir o O MINHO

Póvoa de Lanhoso

Produtor de moscatel compra Quinta do Minho à Super Bock e vai produzir vinho verde

Quinta na Póvoa de Lanhoso

em

Leonor, filha de Ermelinda Freitas. Foto: Divulgação / Arquivo

O Grupo Ermelinda Freitas, um dos principais produtores de vinho moscatel, na península de Setúbal, adquiriu uma quinta na Póvoa de Lanhoso, para se dedicar à produção de vinho verde, anunciou a sociedade de advogados PLMJ, responsável pela assessoria jurídica na operação.

Em comunicado, a sociedade, com sede em Lisboa, refere que a aquisição, feita ao “Super Bock Group”, compreende o “conjunto de ativos imobiliários, mobiliários, marcas e contratos que integram a unidade de negócio de vinho verde engarrafado da Quinta do Minho”.

Produtor vitivinícola do Alentejo vira-se para o vinho verde após comprar quinta histórica em Amares

“Esta complexa operação que durou cerca de 9 meses representa um importante marco na história do Grupo produtor de vinhos, historicamente implementado na região vitivinícola da Península de Setúbal, permitindo assim a sua primeira incursão no segmento dos vinhos verdes e abrindo a portas à consolidação da presença do Grupo nos mercados internacionais, onde esta categoria de vinhos tem registado elevada procura”, destaca a PLMJ.

A Casa Ermelinda Freitas foi fundada em 1920 por Deonilde Freitas e continuada por Ermelinda Freitas que, após o falecimento precoce do marido, contou com a ajuda da sua única filha, Leonor, agraciada com a comenda da Ordem do Mérito Agrícola, em 2009, pelo presidente da República Aníbal Cavaco Silva, no dia 10 de junho.

Vídeo: Grupo tem 445 hectares de vinhas estão situados em Fernando Pó, uma zona privilegiada na região de Palmela.

Recentemente o Grupo foi premiado com duas medalhas de ouro no New York International Wine Competition 2018, nos Estados Unidos, pelo vinho Moscatel Roxo de Setúbal.

A Quinta do Minho fica localizada no lugar de Bárrio, na Póvoa de Lanhoso.

Os valores da transação não foram divulgados.

Populares