Prodígio de Guimarães vence prémio de melhor piloto feminino do mundo de karting

Maria Germano, piloto de Guimarães, foi considerada a melhor piloto feminino de karting em todo o mundo, depois de ter escalado para o primeiro lugar do ranking de karting da Federação Internacional de Automobilismo.

Numa publicação nas redes sociais, a façanha foi destacada pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting: “Parabéns Maria, és um orgulho para todos nós”.

Natural de Guimarães, assinou contrato com a Ferrari depois de ter vencido a Girls on Track – Rising Stars, uma competição de deteção de talentos promovida pela Federação Internacional do Automóvel, em 2020, que lhe valeu competir com tudo pago, à exceção das estadias e alimentação.

Essa vitória valeu-lhe também um contrato com a Tony Kart, uma das melhores equipas mundiais de karts.

A carreira começou aos quatro anos, depois de acompanhar o pai a uma reunião de trabalho, num kartódromo. “Para passar o tempo, experimentou e mostrou apetência”, conta, admitindo que “não foi uma coisa que o pai quisesse”.

Passado um mês, estava a competir na Taça de Portugal, em Leiria. “Gostou, entusiasmou-se e tem feito uma carreira extraordinária”, diz o pai.

Aos cinco anos, ganhou a Taça de Portugal – foi a menina mais nova de sempre a consegui-lo – e, com nove, venceu a Taça Bridgestone, o Campeonato de Portugal e a Taça de Portugal.

Maria Germano Neto foi a menina mais nova de sempre a ganhar todas as provas da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). Tornou-se na mais nova a ganhar uma prova de karting em Espanha e, depois, em Itália.

Maria Germano Neto quer ser “piloto de Fórmula 1”, modalidade na qual é fã do monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, equipa de cuja academia já faz parte.

Compete no karting, mas ambiciona chegar aos monolugares, de Fórmula 4, Fórmula 3 e, mesmo, Fórmula 1.

Fruto da competição que tem disputado em Espanha e Itália, fala fluentemente espanhol e já entende italiano.

“Aprendi nas corridas”, disse numa entrevista no início de 2023.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

ASAE detetou 174 situações de incumprimento na isenção de IVA

Próximo Artigo

Barcelos: Nicky vai-se 'reformar', mas não abandona o tratador de sempre

Artigos Relacionados
x