Seguir o O MINHO

Futebol

Preud’homme: “Vitória é uma equipa completa”

1.ª jornada do Grupo F da Liga Europa

em

Foto: Divulgação

O treinador dos belgas do Standard de Liège, Michel Preud’homme, afirmou hoje que deseja o “melhor resultado possível” frente ao Vitória SC, equipa que considerou “completa”, na primeira jornada do Grupo F da Liga Europa de futebol.

Conhecido no futebol português pelas cinco épocas em que defendeu as redes do Benfica – cumpriu 199 jogos entre 1994/95 e 1998/99 -, o treinador, de 60 anos, realçou que o seu conjunto vai encarar a fase de grupos “jogo a jogo”, a começar pelo primeiro, frente a um adversário que considerou ter valia técnica e física.

“É uma equipa completa, capaz de se organizar, mas também de se projetar no ataque, graças a laterais ofensivos. É uma equipa técnica, mas também física”, observou, na conferência de imprensa de antevisão ao duelo de quinta-feira, decorrida no Estádio Maurice Dufrasne, em Liège.

Atual líder do principal campeonato belga, com 15 pontos após sete jornadas, o Standard quer também somar o “máximo possível” de pontos no Grupo F, mesmo ciente da “qualidade dos adversários”, acrescentou o técnico.

“No ano passado, tínhamos [no grupo J] Sevilha [Espanha] e Krasnodar [Rússia], que muitos subestimaram. Agora, temos Arsenal [Inglaterra] e Eintracht Frankfurt [Alemanha]. O Standard e o Vitória são os ‘outsiders’. Mas subimos do pote quatro para o três [no sorteio], numa evolução para continuar a crescer na Europa”, salientou.

Na segunda época seguida pelo clube onde iniciou a carreira de jogador, Michel Preud’homme reconheceu ainda que o médio Selim Amallah, lesionado, está indisponível para o reencontro entre belgas e portugueses 24 anos depois – os vitorianos ultrapassaram então a primeira ronda da Taça UEFA, com um triunfo caseiro (3-1) e um 0-0 em Liège.

“Ele treinou com o plantel, mas admitiu que não estava a 100%. Existem outras soluções no grupo, e é melhor não arriscar”, realçou.

Um dos 21 convocados dos belgas, o ponta de lança Renaud Emond, lembrou que o Standard venceu todos os jogos em casa na fase de grupos de 2018/19, mas realçou que a sua equipa está, para já, somente concentrada em derrotar o Vitória.

O Vitória SC, 10.º classificado da I Liga portuguesa, e o Standard de Liège, primeiro da I Liga belga, defrontam-se no Estádio Maurice Dufrasne, em Liège, a partir das 18:55 locais (17:55 em Lisboa), em jogo que vai ser arbitrado pelo russo Sergei Ivanov.

Futebol

Diogo Figueiras reforça Famalicão

Mercado de Transferências

Foto: FC Famalicão

Diogo Figueiras é reforço do Famalicão com um contrato válido até 2022, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

O defesa, de 29 anos, rescindiu com o SC Braga e é agora uma opção para João Pedro Sousa.

Para além da formação bracarense, Diogo Figueiras representou ainda clubes como o Paços Ferreira, Moreirense, e Rio Ave. Jogou também no Sevilha, onde viria a conquistar a Liga Europa por três ocasiões.

O lateral jogou ainda na Serie A italiana pelo Génova e na Liga grega pelo Olympiacos, tendo neste último celebrado o título nacional.

“Voltar a ser feliz e sentir o prazer de jogar futebol dá-nos vida e, como tal, decidi aceitar o convite do Futebol Clube de Famalicão para recuperar essa alegria”, afirmou o defesa, que se mostrou “satisfeito” pela forma como foi recebido pelo plantel e equipa técnica do clube.

Continuar a ler

Futebol

Paulo Sousa é o novo selecionador de futebol da Polónia

Futebol

Foto: DR / Arquivo

O treinador português Paulo Sousa é o novo selecionador da Polónia, substituindo Jerzy Brzeczek, cuja saída do comando técnico foi tornada pública na segunda-feira, anunciou hoje a Federação Polaca de Futebol (PZPN).

“Estou muito feliz e orgulhoso por me tornar selecionador de futebol da Polónia. A Polónia é um país de futebol. […] Juntos seremos capazes de lutar pelo próximo campeonato da Europa”, disse Paulo Sousa, em declaração reproduzida durante uma videoconferência de imprensa do presidente da PZPN, Zbigniew Boniek.

https://twitter.com/LaczyNasPilka/status/1352288596280057856

Paulo Sousa vai orientar a seleção polaca no Euro2020, adiado para 2021 devido à pandemia de covid-19, no qual a Polónia – que conta com o avançado Robert Lewandowski, designado pela FIFA melhor jogador mundial em 2020 – ficou integrada no grupo E, em conjunto com Espanha, Suécia e Eslováquia.

O técnico, de 50 anos, que iniciou a carreira nos escalões de formação da seleção portuguesa, vai comandar pela primeira vez uma seleção principal, depois de já ter treinado vários clubes mundiais, o último dos quais o Bordéus, de França, entre março de 2019 e agosto de 2020.

Continuar a ler

Futebol

FIFA ameaça ‘vetar’ jogadores que participarem numa Superliga europeia

Futebol

Foto: DR / Arquivo

A FIFA avisou hoje, num comunicado conjunto com as confederações do futebol mundial, que qualquer clube ou jogador que participe numa eventual Superliga europeia ficará impedido de participar nas suas competições.

“Qualquer clube ou jogador envolvido numa competição desse tipo, estará impedido de participar em qualquer competição da FIFA ou da sua respetiva confederação”, alertou o organismo do futebol mundial.

O comunicado da FIFA é assinado também pelos presidentes das Confederações asiática (AFC), sul-americana (CONMEBOL), da América central e Caraíbas (CONCACAF), africana (CAF), da Oceânia (OFC) e da Europa (UEFA).

A FIFA explica ainda que à luz dos seus estatutos e das diferentes confederações, “todas as competições devem ser organizadas ou reconhecidas pelo órgão competente no seu respetivo nível, pela FIFA a nível global e pelas confederações a nível continental”.

E, por isso, a UEFA e outras confederações reconhecem o Mundial de clubes, no seu atual e novo formato, como a única competição mundial de clubes, e a FIFA reconhece as competições organizadas pelas confederações como as únicas continentais de clubes.

Ao comunicado da FIFA e das confederações juntou-se o apoio da Associação das Ligas Europeias, presidida por Lars-Christer Olsson.

“Todas as Federações de futebol e Ligas profissionais na Europa reconhecem e seguem os estatutos da FIFA e da Confederação [UEFA], e isto orienta-nos nas nossas ações para parar esta iniciativa [da criação de uma Superliga europeia]”, refere o organismo.

Continuar a ler

Populares