Seguir o O MINHO

Braga

Presidente de Amares promete concretizar quatro obras estruturais

Manuel Moreira tomou posse

em

Foto: Luis Moreira / O MINHO

O presidente da Câmara de Amares, Manuel Moreira, hoje empossado para um terceiro mandato, prometeu aos amarenses concretizar quatro “obras emblemáticas”: a requalificação do centro urbano da vila, a construção de um pavilhão multiusos, a intervenção no monte de S. Pedro de Fins e a criação da praia fluvial da Ombra.

Falando na cerimónia de posse, o autarca, eleito por uma coligação entre PSD e CDS, afirmou que continuará “a apostar na educação e na área Social e da Saúde como pilares da democracia, mantendo as medidas de capacitação das pessoas mais vulneráveis, e a justiça social como um imperativo diário de ação”.

“O Município continuará a disponibilizar bolsas de estudo para o ensino superior, transporte gratuito dos alunos do pré-escolar até 12º ano; confeção das refeições nas seis cantinas escolares; distribuição gratuita de livros aos alunos do 1º ciclo; projetos de promoção do sucesso educativo e de literacia financeira”, afirmou.

Nas últimas eleições, a coligação obteve maioria absoluta, quatro mandatos, contra três do PS.

A Assembleia Municipal continua a ser presidida por João Januário Barros.

Habitação digna

Na ocasião, o autarca comprometeu-se, ainda, a “manter o programa de habitação digna e apoio às rendas, a dinamização do banco de recursos local – Arca dos Sonhos e a comparticipação na medicação dos idosos”.

O Município – revelou – avançará, ainda, com um projeto novo na área da saúde mental, para dar resposta às consequências psicológicas provocadas pela pandemia.

Ao nível do ambiente e qualidade de vida, – acrescentou – “vamos lutar pela Execução da rede de saneamento básico de Figueiredo a Bouro e concluir o trabalho de interligação dos depósitos de água para resolver definitivamente o problema da falta de água que há tantos anos afeta os amarenses, sobretudo no verão.

No que toca à Recolha de Resíduos disse que serão introduzidas mudanças que, de forma experimental, incluem um circuito de recolha de lixo porta a porta nas freguesias urbanas.

Manuel Moreira. Foto: Luís Moreira / O MINHO

Ecovia do Cávado

Manuel Moreira disse, também, que a Autarquia vai continuar a apostar na semana da Juventude e Associativismo e na promoção do desporto para todos.

“Temos em mãos a candidatura da Ecovia do Cávado e estamos a trabalhar na criação de melhores condições nas zonas de lazer fluviais em várias freguesias. Apesar de ainda não termos conseguido financiamento, continuaremos a defender a Criação da Praia Fluvial da Ombra”, referiu.

E prosseguindo, adiantou: “Nestes quatro anos, continuaremos a apostar na melhoria dos equipamentos desportivos e de laser:
Vamos dar início, no primeiro trimestre do próximo ano, às obras da piscina municipal coberta.Estamos a trabalhar no projeto de um polidesportivo municipal, a realizar na Vila de Amares em terrenos anexos às atuais piscinas municipais. Temos identificada a necessidades de Ampliação das áreas anexas à Piscina Municipal de Caldelas e melhoramentos dos espaços existentes na Piscina Municipal de Amares, estruturas de referência, com crescente procura que necessitam de acompanhar a evolução e as expectativas dos utilizadores”.

Requalificação do Largo da Feira

O urbanismo, a rede viária e a mobilidade estarão também no centro das prioridades deste mandato. Vamos proceder à reorganização e requalificação do Largo da Feira semanal e temos como objetivo a requalificação de duas vias fundamentais: a estrada que liga Dornelas a Paredes Secas e a Estrada que liga Bouro ao Santuário de Nossa Senhora da Abadia.

Concluiremos as negociações com privados para criação de um Parque Urbano em Ferreiros, nos terrenos anexos à Praça do Comércio, projeto que temos vindo a acompanhar no último ano e que vai dar uma nova vida à malha urbana e ligar as Escolas EB23 e Secundária.

Ao nível do turismo e património a Revitalização do Complexo Termal de Caldelas, após a compra do imóvel, terá toda a energia e empenho imediato por parte da autarquia, já que se trata de uma riqueza inquestionável do concelho que pode alavancar outros setores económicos essenciais.

Nos próximos anos teremos também em curso a realização da obra de recuperação do património anexo ao Mosteiro de Bouro Sta. Maria e a criação de centro interpretativo, numa candidatura já aprovada.

Após a intervenção nos acessos, vamos continuar os esforços necessários para a Requalificação e embelezamento do espaço envolvente no monte S. Pedro de Fins.

Acompanharemos a conclusão da reabilitação dos espaços exteriores envolventes ao Santuário da Senhora da Abadia e criação de uma Loja de Turismo com vista a uma qualificação cada vez maior das ofertas turísticas.

Museu Rural

A concluir, anunciou que, “nos próximos meses vamos ainda lançar o processo para requalificação da arte Sacra dos Calvários da Abadia. Acompanhamos, também, em fase adiantada, o processo de candidatura para Criação de um Museu Rural / Centro interpretativo do Urjal, sendo que o município já adquiriu o imóvel para o efeito.

Brevemente veremos também surgir uma unidade hoteleira no Mosteiro de Rendufe, com uma nova vida para este imóvel que todos nós tanto estimamos e ansiamos”.

Populares