Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Prémio Literário Casino da Póvoa tem onze livros finalistas de onze poetas

Literatura

em

Foto: DR

Obras dos escritores Ana Luísa Amaral, Maria Teresa Horta e Nuno Júdice estão entre os 11 finalistas do Prémio Literário Casino da Póvoa, a atribuir no final deste mês, no âmbito do festival Correntes d’Escritas da Póvoa de Varzim.

Nesta edição, o Prémio Literário Casino da Póvoa é dedicado à poesia, tendo sido apresentadas a concurso 70 obras, de entre as quais o júri selecionou 11, abrangendo ainda os escritores A.M. Pires Cabral, Emanuel Madalena, Eucanaã Ferraz, Fernando Guimarães, Filipa Leal, Gilda Nunes Barata, Jorge de Sousa Braga e Rita Taborda Duarte.

Assim, concorrem a este prémio, no valor de 20 mil euros, as obras finalistas “A matéria escura e outros poemas”, de Jorge de Sousa Braga, “Ágora”, de Ana Luísa Amaral, “As Catedrais nascem no mar”, de Gilda Nunes Barata, “As Orelhas de Karenin”, de Rita Taborda Duarte, assim como “Estranhezas”, de Maria Teresa Horta.

São ainda finalistas as obras “Frentes de Fogo”, de A.M. Pires Cabral, “Junto à pedra”, de Fernando Guimarães, “Fósforos e Metal Sobre Imitação de Ser Humano”, de Filipa Leal, “O Coro da Desordem”, de Nuno Júdice, “Retratos com erro”, de Eucanaã Ferraz e “Sob a forma do silêncio”, de Emanuel Madalena.

As obras finalistas foram publicadas pelas editoras Assírio & Alvim, Livraria Lello, Abysmo, D. Quixote, Tinta-da-China, Afrontamento e Porto Editora.

O vencedor do prémio será anunciado na abertura da 22.ª edição do encontro de escritores de expressão ibérica Correntes d´Escritas, a 26 de fevereiro.

No ano passado, o vencedor do galardão máximo deste encontro de escritores foi o angolano Pepetela, com o livro “Sua Excelência de Corpo Presente”.

O júri deste ano é composto por Daniel Jonas, Inês Pedrosa, José António Gomes, Luís Caetano e Marta Bernardes.

O festival literário Correntes D’Escritas, na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, vai realizar-se, este ano, em formato reduzido e com a maioria das atividades através da internet, como anunciou a autarquia.

O certame está agendado para os dias 26 e 27 de fevereiro e, apesar de ter um programa mais concentrado do que o de outros anos, vai reunir 154 participantes, dos quais mais de 100 serão autores, que vão protagonizar várias iniciativas de homenagem ao escritor Luís Sepúlveda.

Populares