Seguir o O MINHO

Braga

Póvoa de Lanhoso-Vieira do Minho: Trânsito condicionado devido a incidente com camião

Na freguesia de Rendufinho

em

Foto: Enviada a O MINHO por um leitor

Um atrelado de um camião de transportes de madeiras soltou-se, esta quinta-feira à tarde, no sentido Póvoa de Lanhoso-Vieira do Minho, na freguesia de Rendufinho, tendo parte da carga caída na via.


Segundo fonte da GNR, “não foi um acidente nem há feridos a registar”.

O trânsito faz-se alternado com o apoio de uma patrulha da GNR da Póvoa de Lanhoso e a empresa já tem uma viatura no local para remover a madeira que está a obstruir a estrada.

A mesma fonte garante que “o problema deverá estar resolvido nos próximos minutos”.

Anúncio

Braga

Braga quer “utilidade pública” para terreno do futuro quartel dos Bombeiros

Obras públicas

em

Foto: DR / Arquivo

O Município de Braga vota, segunda-feira, em reunião do Executivo, uma   proposta de reconhecimento do interesse público da construção do novo   quartel dos Bombeiros Voluntários num terreno em Cachada, São Paio de Arcos.

A iniciativa, que partiu do vereador Miguel Bandeira, terá, depois, de ser aprovada pela Assembleia Municipal. Visa, diz o documento a debater, criar condições para que a sua função – a de uso do solo – seja alterada no PDM-Plano Diretor Municipal onde consta, desde 1994 como terreno rural, integrando a RAN (Reserva Agrícola Nacional), a REN (reserva ecológica nacional) e a APA (Agência Portuguesa do Ambiente), neste caso, no que toca ao domínio hídrico.

Embora o PDM de 2015 tenha alterado o uso do solo para zona de equipamento, aquelas três condicionantes obrigam a que a mudança tenha de ser ratificada pela Secretaria de Estado do Ordenamento do Território.

Conforme O MINHO já revelou, o Município vai aumentar, em 2020, o subsídio anual atribuído aos Bombeiros Voluntários, de 15 para 20 mil euros e, em 2022, esse valor duplicará, chegando aos 30 mil euros.

Recorde-se que, o edifício do atual quartel será transformado em hotel.

Na reunião de vereadores estão, ainda, em análise, os relatórios anuais de contas das empresas municipais; a proposta de Investimento Social no âmbito do Programa de Parcerias para o Impacto aprovadas pelo ‘Portugal Inovação Social’; a transferência da gestão do gnration para o Theatro Circo, o protocolo de colaboração entre o Município e a Associação Florestal do Cávado; contratos inter-administrativos de delegação de competências com várias freguesias e propostas de apoios financeiros.

Continuar a ler

Braga

Homem ferido após queda em cascatas no Gerês

Vilar da Veiga

em

Foto: Cruz Vermelha de Rio Caldo

Um homem sofreu ferimentos na sequência de uma queda nas cascatas do Tahiti, esta tarde de sábado, no Gerês, disse a O MINHO fonte do CDOS de Braga.

Para o local, conhecido como Fecha das Barjas, na freguesia de Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro, foram acionados meios da Cruz Vermelha de Rio Caldo e dos UEPS da GNR (antigos GIPS).

O homem encontrava-se “consciente e orientado” e foi considerada um “ferido ligeiro”, disse o CDOS a este jornal.

Foi transportado para o Hospital de Braga pela ambulância da Cruz Vermelha.

(notícia atualizada às 20h34)

Continuar a ler

Braga

Banhistas aglomerados consomem álcool na praia de Adaúfe em Braga. Polícia teve de intervir

Estado de Alerta

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A Polícia Municipal de Braga teve de intervir, esta tarde de sábado, para dispersar um “elevado número” de banhistas que se encontravam na praia fluvial de Adaúfe por não estarem a cumprir as normas decretadas pelo Governo face à pandemia de covid-19.

Ao que apurou O MINHO, os banhistas não só não estavam a cumprir a regra de distanciamento social, criando aglomerados, como consumiam álcool na praia, outra situação proibida pelo decreto-lei aprovado em Conselho de Ministros face ao Estado de Alerta.

A polícia foi chamada à praia a meio desta tarde e sensibilizou os banhistas para o cumprimento das regras, não havendo necessidade de multar ninguém.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Os agentes da autoridade, que se deslocaram em grande número, falaram ainda com o gerente que explora o bar daquela praia, sensibilizando o mesmo para que não permita o consumo de bebidas alcoólicas fora da esplanada.

No final da ação de sensibilização, a autoridade teve de rebocar um carro que se encontrava a bloquear a saída de outro, no parque de estacionamento daquela praia.

Continuar a ler

Populares