Seguir o O MINHO

Futebol

Portugal vice-campeão da Europa de sub-19

Espanha conquistou o título depois de ter ganho, por 2-0, na final

em

Foto: Arquivo

Portugal perdeu hoje 2-0, na final do Europeu de sub-19, contra Espanha, que se sagrou campeã da Europa, sucedendo à seleção nacional, campeã em 2018.


Fernan Torres, aos 34 e aos 51 minutos, marcou ambos os golos dos espanhóis.

Imagem: Seleções de Portugal

Esta foi a 13.ª vez que Portugal jogou a final do Europeu de sub-19, a terceira de forma consecutiva, tendo conquistado quatro títulos.

Em 29 de julho de 2018, Portugal, comandado por Hélio Sousa, conquistou o quarto título europeu no escalão, depois dos arrebatados em 1961, 1994 e 1999, ao derrotar a Itália na final, por 4-3, após prolongamento.

O título alcançado em Seinajoki juntou-se aos três já somados pela equipa das ‘quinas’, o primeiro referente ao Torneio Internacional de Juniores e os outros dois na categoria de sub-18. Desde que, em 2002, a prova passou a ser de sub-19, Portugal perdeu as finais de 2003, 2014 e 2017.

O primeiro triunfo internacional foi selado com uma goleada frente à Polónia, por 4-0, em 08 de abril de 1961, com quatro golos de Serafim, no Estádio da Luz, em Lisboa, numa seleção comandada por David Sequerra e José Maria Pedroto.

Seguiu-se a conquista de 1991, em Espanha, orientada por Agostinho Oliveira, numa final decidida nas grandes penalidades (4-1, depois do empate 1-1 diante da Alemanha, na qual Rui Óscar empatou para a seleção lusa, aos 61 minutos, depois de Frank Gerster ter adiantado os germânicos, aos 34.

Oito anos depois, em 26 de julho de 1999, na Suécia, Portugal, novamente com Agostinho Oliveira como selecionador, impôs-se no jogo decisivo à Itália, por 1-0, graças a um golo do avançado João Paulo, aos 33 minutos, numa final em que a equipa das ‘quinas’ ficou em inferioridade numérica aos 63, com a expulsão, por acumulação de cartões amarelos, de Carlos Semedo.

Fotos: YouTube de FPF

No Europeu deste ano, Daniel Silva (Vitória) e Samuel Costa (SC Braga) foram os dois ‘minhotos’ convocados para o Europeu que se disputou na Arménia.

 

Anúncio

Futebol

FC Famalicão ‘empata’ Benfica e ‘dá um empurrão’ ao FC Porto rumo ao título

31.ª jornada

em

Foto: FC Famalicão

O FC Famalicão empatou hoje 1-1 com o Benfica, em jogo da 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e deixa o FC Porto cada vez mais perto do título.

Os ‘encarnados’, que em caso de derrota viam o FC Porto conquistar o campeonato já hoje, inauguraram o marcador aos 37 minutos, por intermédio de Pizzi, mas o Famalicão chegou ao empate na segunda parte com um golo de Guga, aos 84.

Com o empate de hoje, o Benfica está no segundo lugar, com 68 pontos, a oito dos ‘dragões’, que apenas precisam de um ponto para se sagrarem campeões, enquanto o Famalicão está em sexto, com 49 pontos, na luta por um lugar nas competições europeias.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Municipal 22 de Junho, em Famalicão.

Famalicão – Benfica, 1-1

Ao intervalo: 0-1

Marcadores:

0-1, Pizzi, 37 minutos.

1-1, Guga, 84.

Equipas:

– Famalicão: Rafael Defendi, Patrick William (Ivo Pinto, 66), Riccieli, Roderick, Coly (Alex Centelles, 82), Rúben Lameiras (Walterson, 65), Racic, Gustavo Assunção, Fábio Martins, Del Campo (Anderson, 56) e Pedro Gonçalves (Guga, 80).

(Suplentes: Vaná, Ivo Pinto, Guga, Walterson, Ofori, Nehuen Perez, João Neto, Alex Centelles e Anderson).

Treinador: João Pedro Sousa.

– Benfica: Vlachodimos, André Almeida, Rúben Dias, Jardel, Nuno Tavares, Pizzi (Jota, 88), Julian Weigl, Gabriel (Samaris, 81), Cervi (Rafa, 81), Chiquinho e Seferovic (Carlos Vinícius, 66).

(Suplentes: Zoblin, Zivkovic, Dyego Sousa, Samaris, Rafa, Jota, Tomás Tavares, Carlos Vinícius e Ferro).

Treinador: Nélson Veríssimo.

Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Cervi (07), Julian Weigl (24), Roderick (39), Pedro Gonçalves (45+1) e Gabriel (57).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido a pandemia de covid-19.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente compensa detentores de lugares anuais com atribuição de ‘vouchers’

I Liga

em

Foto: DR

O Gil Vicente vai compensar os detentores de lugares anuais no Estádio Cidade de Barcelos com a atribuição de ‘vouchers’, que poderão ser descontados em produtos e serviços do 12.º classificado da I Liga de futebol.

“Os detentores de lugar anual podem levantar nos serviços administrativos do clube um ‘voucher’ de valor proporcional ao crédito dos cinco jogos em falta, para descontar na compra de ‘merchandising’ na Loja Gilista ou ser usado na aquisição do lugar anual para a próxima temporada”, lê-se em comunicado publicado no sítio oficial dos ‘galos’.

A medida entra em vigor na segunda-feira e, “caso os associados não manifestem o seu interesse, depreender-se-á que pretendem ceder o respetivo valor” aos minhotos, na sequência de uma época assinalada pela oitava melhor média de espetadores da I Liga, estimada em 4.389 adeptos e uma taxa de ocupação de 36,48% do Cidade de Barcelos.

“Estes números, que muito nos orgulham, só foram claramente possíveis graças à força e presença dos nossos associados, que nos ajudaram a manter um registo imaculado na primeira volta, na qual o Gil Vicente foi a única equipa portuguesa sem derrotas em casa, um registo apenas ao nível dos grandes clubes europeus”, prossegue a nota.

Os ‘galos’ ocupam o 12.º posto, com 36 pontos, nove acima da zona de despromoção, e podem confirmar a permanência na I Liga na sexta-feira, às 17:00, no Estádio D. Afonso Henriques, caso pontuem frente ao Vitória de Guimarães, sétimo, com 46, num duelo minhoto da 31.ª jornada, com arbitragem de Vítor Ferreira, da associação de Braga.

Continuar a ler

Futebol

FC Porto vence em Tondela e está mais perto do título

I Liga

em

Foto: DR

O FC Porto venceu hoje na visita ao Tondela, por 3-1, em jogo da 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e está cada vez mais perto de conquistar o título.

Os ‘dragões’, que somaram a quarta vitória consecutiva no campeonato, marcaram por intermédio de Danilo, aos 47 minutos, Marega, aos 64, e Fábio Vieira, aos 90+5, de grande penalidade, enquanto para o Tondela marcou Ronan, aos 77, também de penálti.

Com esta vitória o FC Porto aumenta para nove pontos a diferença para o Benfica, que joga hoje com o Famalicão, e pode sagrar-se já campeão, mas apenas se os ‘encarnados’ perderem, enquanto o Tondela, que não vence há cinco jogos, está em 15.º, com 30 pontos, três acima da zona de despromoção.

Continuar a ler

Populares