Seguir o O MINHO

País

Portugal vai ter 2,24 milhões de vacinas contra a gripe

Mais 7% que no ano passado

em

Foto: DR / Arquivo

O Serviço Nacional de Saúde vai ter 2,24 milhões de vacinas contra a gripe, que deverão começar a ser ministradas em outubro, segundo a Direção-Geral da Saúde, que sublinha o aumento de 7% face ao ano anterior.

Na época gripal 2021/2022 “haverá 2,24 milhões de doses de vacinas contra a gripe, o que representa um aumento global de 7% (mais cerca de 146.000 doses) face à época gripal 2020/2021”, avançou hoje o gabinete de comunicação da DGS.

Segundo aquele organismo, a campanha de vacinação contra a gripe deverá começar no início de outubro, com a vacinação dos grupos prioritários.

A primeira fase irá assim privilegiar os utentes de lares residenciais, serviços de apoio domiciliário, centros de acolhimento temporário e unidades da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).

Seguem-se os profissionais de saúde e mulheres grávidas, que também são considerados prioritários.

À semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, as vacinas disponíveis em Portugal serão tetravalentes, incluindo quatro tipos de vírus da gripe: Dois do tipo A e dois do tipo B.

A DGS recorda que habitualmente, a gripe é curada espontaneamente, mas podem ocorrer complicações, particularmente em pessoas com doenças crónicas ou com 65 ou mais anos.

Em Portugal, a vacina é gratuita para cidadãos a partir dos 65 anos, para residentes e internados em instituições, mas também para um grupo de pessoas com doenças específicas, profissionais de saúde do SNS e para os bombeiros.

EM FOCO

Populares