Seguir o O MINHO

País

Portugal vai acolher “imediatamente” 50 refugiados do Afeganistão

Ajuda humanitária

em

Foto: DR

Portugal vai receber, pelo menos, 50 refugiados do Afeganistão, na sequência do controlo de poder levado a cabo pelos Talibãs naquele país da Ásia Central.

Segundo afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, em declarações à TVI, 30 dos refugiados eram colaboradores da NATO e os restantes cooperaram com os serviços da União Europeia.

“Vamos receber imediatamente”, disse o chefe da diplomacia portuguesa, acrescentando que Portugal está disponível para colaborar neste primeiro esforço”.

O ministro revelou ainda que o Governo está a receber informações da sociedade civil para perceber quantos alunos afegãos será possível receber em cada autarquia do país.

“No quadro da NATO e da União Europeia, estamos a protegê-los na retirada. É uma obrigação proteger e salvaguardar a vida dos afegãos que colaboraram com as forças internacionais”, afirmou.

Contudo, considerou que os “taliban têm de demonstrar que temos de acreditar neles, o que não aconteceu nos últimos 20 anos”.

“Têm dito que são muito diferentes do que eram há 20 anos, que respeitam os direitos das mulheres, que querem fazer um governo inclusivo, mas têm de o demonstrar. Por agora, só são palavras. Os líderes políticos afegãos têm de encontrar soluções para a formação desse governo inclusivo”, concluiu.

Populares