Seguir o O MINHO

País

Portugal “tem-se portado dignamente” em relação aos refugiados

Diz o cardeal-patriarca de Lisboa

em

Foto: Divulgação / Arquivo

O cardeal-patriarca de Lisboa disse hoje que Portugal “tem-se portado dignamente” em relação aos refugiados e à integração de pessoas de várias nacionalidades.

Manuel Clemente falava hoje aos jornalistas no final de um almoço com empresários, que marcou a abertura do ano das atividades da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE).

“Portugal tem-se portado dignamente nesse aspeto”, disse, explicando que o país recebe pessoas de todas as nacionalidades, cidadãos que vivem no país e cujas crianças estudam nas escolas portuguesas criando um Portugal novo e de convivência.

Portugal, como um dos países recetores no quadro das situações de emergência da UE, realojou dezenas de refugiados que tinham chegado à Turquia, Grécia e Itália – o Governo português acordou em realojar 1.010 refugiados em 2018/19.

A questão da identidade foi aliás uma das questões abordadas pelo cardeal-patriarca de Lisboa no encontro com os empresários, alertando que a identidade é algo que se constrói.

“A questão de identidade pode ter reflexos complicados na sociedade quando se transforma em políticas muito identitárias. Só os nacionais, fechar as fronteiras, separar campos. Isto é perigoso. Pode ser uma reação identitária, mas não resolve o problema da identidade porque nossa identidade também se vai construindo”, disse.

Portugal, por exemplo, acrescentou, tem integrado ao longo dos séculos povos e culturas de todo o mundo sendo hoje um compósito de gente e ideias.

“A identidade não é uma coisa fixa. Vai integrando”, frisou.

Em declarações aos jornalistas, Manuel Clemente falou ainda da mensagem do Papa Francisco a propósito da Conferência do Clima indicando que a visão cristã é olhar para a natureza como uma criação divina que deve ser respeitada.

“Não é por acaso que a propaganda ecológica está nas nossas catequeses, nos nossos movimentos sendo o escutismo católico o maior movimento juvenil e todo ele é feito numa ecologia integral. Para nós é uma prática corrente e hoje reforçada com as urgências climáticas”, considerou.

O Papa Francisco apelou na segunda-feira para uma “verdadeira vontade política” para enfrentar as alterações climáticas, considerando que os compromisso globais “são ainda muito fracos”.

Falando por vídeoconferência na Cimeira da Ação Climática que decorre hoje nas Nações Unidas, o líder da Igreja Católica agradeceu à organização por ter cativado a atenção “da opinião pública mundial sobre um dos fenómenos mais graves e preocupantes do nosso tempo, as alterações climáticas”.

O almoço promovido pela ACEGE decorreu na Igreja de São Nicolau, Lisboa, e teve como tema “Ser Cristo na Empresa”.

Anúncio

País

Eleições no Reino Unido devem ter dado maioria absoluta ao PM que quer cumprir o Brexit

Projeções

em

Foto: Twitter

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368, segundo uma sondagem comum divulgada hoje pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky.

A sondagem à boca das urnas indicou que o partido Conservador terá 368 deputados, o partido Trabalhista 191, o Partido Nacionalista Escocês 55, os Liberais Democratas 13 e o Plaid Cymru (nacionalistas galeses) três e os Verdes um assento.

Para obter uma maioria absoluta, um partido precisa de vencer em 326 das 650 circunscrições eleitorais, mas, na prática, são precisos menos deputados porque o presidente da Câmara dos Comuns não vota e os deputados do Sinn Fein têm uma longa tradição de não assumirem funções.

Os primeiros resultados foram anunciados pelas 23:00, mas será a partir das 02:00 de sexta-feira que começarão a sair em maior número.

Cerca de 46 milhões de britânicos votaram hoje nas eleições legislativas antecipadas no Reino Unido, as terceiras em menos de cinco anos, convocadas pelo governo para tentar desbloquear o impasse criado no parlamento pelo processo de saída do país da União Europeia (UE).

A votos estiveram os 650 assentos na Câmara dos Comuns, a câmara baixa do parlamento britânico, aos quais concorreram 3.322 candidatos, dos quais 1.124 mulheres, tendo os partidos Conservador (635), Trabalhista (631), Liberal Democrata (611), Verde (498) e Partido do Brexit (275) concorrido no maior número de circunscrições a nível nacional.

Continuar a ler

País

The National juntam-se ao cartaz do Rock in Rio Lisboa 2020

A 21 de junho, com Foo Fighters

em

Foto: Divulgação

Os norte-americanos The National, que atuam hoje em Lisboa, regressam a Portugal em junho para um concerto no Rock in Rio Lisboa, foi hoje anunciado.

De acordo com a organização do festival, num comunicado hoje divulgado, os The National “regressam à capital em 2020 para dar música à Cidade do Rock, na noite de 21 de junho”, a mesma em que atuam os Foo Fighters.

Para a banda, que já atuou várias vezes em Portugal ao longo dos 20 anos de carreira, esta será uma estreia no Rock in Rio Lisboa.

“Depois de um 2019 em pleno, com lançamento de álbum (‘I Am Easy to Find’) e de uma curta-metragem, 2020 promete ser ainda melhor trazendo Matt Berninger, Aaron Dessner, Bryan Dessner, Scott Devendorf e Bryan Devendorf de volta a Portugal”, lê-se no comunicado

O Rock in Rio Lisboa 2020 decorre nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho, novamente no Parque da Bela Vista.

Além dos The National e dos Foo Figherts, tinha já sido garantida a presença no Rock in Rio Lisboa 2020 de Camila Cabello e dos Black Eyed Peas, em 20 de junho.

Continuar a ler

País

Os momentos mais comentados no Facebook pelos portugueses em 2019

‘Year in Review’

em

Foto: Imagens SIC

O Facebook divulgou hoje uma retrospetiva do ano de 2019 em Portugal, com os momentos mais comentados naquela rede social, onde se incluem, entre outros, os incêndios na Amazónia e as eleições legislativas de outubro.

De acordo com o Facebook ‘Year in Review’, o assunto mais discutido em Portugal no mês de janeiro foi a estreia do programa de Cristina Ferreira na SIC, seguindo-se a cerimónia de entrega dos Óscares em fevereiro e o ‘hat-trick’ (três golos marcados pelo mesmo jogador no mesmo jogo) de Cristiano Ronaldo contra o Atlético de Madrid em março.

Em relação ao segundo trimestre do ano, o incêndio na Catedral de Notre-Dame em Paris foi o assunto mais comentado pelos utilizadores do Facebook em abril, o Benfica campeão da Liga Portuguesa de Futebol em maio, e a Seleção Nacional de Futebol a vencer a Liga das Nações da UEFA em junho.

Em julho, o assunto que dominou a atividade dos portugueses na rede social criada por Mark Zuckerberg foi o falecimento do músico brasileiro João Gilberto.

Já os incêndios na Amazónia dominaram a discussão em agosto, enquanto que a morte do cantor luso-brasileiro Roberto Leal foi o assunto mais comentado no mês de setembro.

Outubro ficou marcado pelas eleições legislativas que deram a vitória sem maioria absoluta ao Partido Socialista (PS) e, por último, em novembro, o treinador de futebol português Jorge Jesus a vencer a Taça Libertadores, pelo clube brasileiro Flamengo, foi o assunto que marcou as interações dos portugueses no Facebook.

Continuar a ler

Populares