Seguir o O MINHO

País

Portugal continental manteve situação de seca meteorológica em agosto

IPMA

em

Foto: DR / Arquivo

Portugal continental manteve-se no final de agosto em situação de seca meteorológica, registando um ligeiro desagravamento em alguns locais das regiões do norte e centro, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com índice meteorológico de seca (PDSI) disponível hoje no ‘site’ do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), no final de agosto, 34,3% de Portugal continental estava em seca fraca, 29,6% em seca moderada, 22,9% em seca severa, 12% em seca extrema e 1,2% em situação normal.

O IPMA indica que em relação a julho, verificou-se no final de agosto uma diminuição da percentagem de água no solo em quase todo o território.

O instituto classifica em nove classes o índice meteorológico de seca, que varia entre “chuva extrema” e “seca extrema”.

De acordo com o IPMA, existem quatro tipos de seca: meteorológica, agrícola, hidrológica e socioeconómica.

A seca meteorológica está diretamente ligada ao défice de precipitação, quando ocorre precipitação abaixo do que é normal.

Depois, à medida que o défice vai aumentando ao longo de dois, três meses, passa para uma seca agrícola, porque começa a haver deficiências ao nível da água no solo.

Se a situação se mantiver, evolui para seca hidrológica, quando começa a haver falta de água nas barragens. Existe também a seca socioeconómica, que é considerada quando já tem impacto na população.

Além do índice de seca, o resumo do Boletim Climatológico do IPMA, indica que na primeira quinzena do mês de agosto em Portugal continental os valores da temperatura do ar foram, em regra, inferiores ao valor médio.

Os valores da temperatura mínima, no período de 11 a 14, e da máxima, de 07 a 11, estiveram muito abaixo do normal, acrescenta o documento.

Na segunda quinzena de agosto, registaram-se valores superiores ao valor médio, ainda que com acentuadas variações diárias, segundo o IPMA.

Nos períodos de 15 a 17, 20 a 24 e 29 a 31 foram registados valores de temperatura do ar, em especial da máxima, acima do normal, nos restantes dias estiveram abaixo do normal.

“A descida de temperatura verificada nos dias 18/19 e 25/26 contribuiu para que no mês de agosto de 2019, não se tenham verificado períodos prolongados (superiores a cinco dias) de tempo excecionalmente quente, como se registou nos três anos anteriores”, destaca o IPMA.

O instituto salienta que o nível de precipitação, no total do país, foi superior ao normal, mas verificou-se uma forte variabilidade espacial na distribuição.

“Em alguns locais das regiões do noroeste e litoral norte, no dia 08, e interior das regiões do centro e sul, nos dias 25 e 26, verificaram-se valores diários de precipitação superiores a 20 milímetros”, é referido.

Por outro lado, segundo o IPMA, em grande parte do Alentejo litoral e no Algarve não foi registada precipitação.

Anúncio

País

Montenegro saúda Rio pela vitória e pede-lhe que “devolva unidade” ao PSD

Eleições PSD

em

Foto: DR / Arquivo

O candidato à liderança do PSD Luís Montenegro reconheceu hoje a derrota nas eleições diretas e disse que já telefonou ao presidente Rui Rio a saudá-lo pela vitória, pedindo-lhe que tenha “a capacidade de devolver a unidade ao partido”.

“Aqui não há nenhum equívoco e nenhuma dúvida ele é o vencedor destas eleições, é credor do nosso cumprimento”, afirmou Luís Montenegro, que reclamou representar os votos de cerca de 47% dos militantes do PSD.

Continuar a ler

País

Oficial: Rui Rio reeleito presidente do PSD

Será empossado no congresso em Viana do Castelo

em

Foto: Twitter

Rui Rio foi reeleito presidente do Partido Social Democrata (PSD), após ter vencido a segunda volta das eleições internas, realizadas este sábado.

Eleições PSD: Resultados e variações

Rio foi reeleito com 53,02% dos votos, derrotando o ex-líder parlamentar Luís Montenegro, que teve 46,98%, anunciou o conselho de jurisdição nacional do partido.

O anúncio foi feito pelo presidente do conselho de jurisdição, Nunes Liberato, na sede nacional dos sociais-democratas, em Lisboa, cerca das 23:20.

Esta eleição foi decidida numa segunda volta das diretas no PSD, o que aconteceu pela primeira vez na história do partido.

O congresso onde Rui Rio e a nova comissão política nacional do PSD vão tomar posse terá lugar em Viana do Castelo, entre 07 e 09 de fevereiro.

(notícia atualizada às 00h02)

Continuar a ler

País

GNR deteta mais de mil infrações em 24 horas

Fiscalização rodoviária

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje que detetou 1.053 infrações em 24 horas, das quais mais de 600 por excesso de velocidade, no âmbito da operação “Peão em Segurança”, realizada em 14 e 15 de janeiro.

Em comunicado, a GNR indica que, durante esta operação, direcionada para a fiscalização em estradas nacionais, municipais e arruamentos no interior de localidades, fiscalizou diversos peões e condutores, detetando 1.053 infrações em 24 horas.

De acordo com o balanço, destacam-se “610 infrações por excesso de velocidade e 187 por estacionamento indevido nos passeios e em outros locais destinados ao trânsito de peões, obrigando os peões a circular pela vida”.

Os militares da GNR detetaram também “122 infrações por utilização indevida do telemóvel durante a condução, 50 por estacionamento a menos de cinco metros ou em passagem assinalada para travessia de peões e 38 condutores com excesso de álcool”.

O comunicado refere que foram ainda detetadas “23 infrações por desrespeito à sinalização luminosa, 19 por não utilização das luzes de cruzamento em condições de visibilidade reduzida e duas por não moderação da velocidade na aproximação à passagem assinalada para a travessia de peões”.

A GNR explica que realizou esta operação de trânsito e segurança rodoviária através da execução de ações de fiscalização e sensibilização, “com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de segurança e mobilidade dos peões, incutir comportamentos mais seguros por parte de todos os utentes e prevenir a ocorrência de acidentes de viação por atropelamento”.

Continuar a ler

Populares