Seguir o O MINHO

Braga

Porto caminhou pelo Tomás (e nem a PSP ficou indiferente)

Solidariedade

em

Foto: Facebook de "Pelos Sonhos do Tomás"

Um grupo de cidadãos portuenses organizou este domingo uma caminhada solidária para sensibilizar a população daquela cidade para a causa do pequeno Tomás, de Braga, que precisa de ajuda financeira para cumprir tratamentos contra um cancro agressivo em Barcelona e nos Estados Unidos da América.


Durante esta manhã, o grupo, devidamente autorizado pelas autoridades, caminhou junto à marginal do rio Douro, entregando pequenos folhetos informativos sobre esta causa.

Numa breve nota publicada nas redes sociais, os pais de Tomás mostram-se de “coração cheio”, agradecendo aos portuenses pela iniciativa, onde nem agentes da PSP faltaram no apoio.

O pequeno Tomás, de 7 anos, precisa de ajuda financeira para conseguir fazer um tratamento a um cancro no estrangeiro. Para esse efeito, foi criada uma conta solidária para ajudar os pais, residentes no concelho de Braga.

Os pais explicam que, no passado dia 20 de setembro de 2019, o Tomás foi diagnosticado com um neuroblastoma, um cancro agressivo e invasivo. Passados alguns dias, a 01 de outubro, foi-lhe ainda diagnosticada uma amplificação de MYCN, a forma “mais terrível, agressiva e invasiva de cancro” dentro do neuroblastoma.

Após vários tratamentos em Portugal, tudo parecia estar bem encaminhado para a recuperação do menino, mas, na passada semana, caiu “uma bomba” na vida daquela família, ao perceberem que o mesmo cancro tinha voltado.

“O atordoamento, a dor esmagadora fizeram parte deste dia. Tínhamos passado por tantas provações, o Tomás já sofreu tanto com tantos tratamentos e afinal os tratamentos em Portugal revelaram-se ineficazes porque o cancro voltou”, desabafam os pais, que decidiram “não desistir”.

“Afinal, sempre fomos voluntários em mil e um projetos solidários, sempre fomos aqueles que ajudavam e não pediam ajuda”, indicam os pais, acrescentando que foram sempre recusando ajuda ao longo do último ano.

No entanto, a situação alterou-se, e agora o objetivo da família é conseguir levar o Tomás a Barcelona e aos Estados Unidos da América para fazer tratamentos que têm “um custo avultadíssimo”.

Os pais revelam que o pequeno Tomás já passou por oito ciclos de quimioterapia, uma cirurgia altamente invasiva, um autotransplante que o confinou num quarto durante mês e meio, vários ciclos de radioterapia e três ciclos de imunoterapia

“Ainda assim recuperava sempre e sorria. É um lutador e merece que lutemos por ele”, escrevem os pais.

“Assim, por muito difícil que seja para nós, estamos a pedir a ajuda que cada um puder e quiser dar para que possamos ir com o Tomás para Barcelona e Estados Unidos fazer os tratamentos orientados em concordância com a equipa clínica que acompanha o Tomás no IPO do Porto e que podem salvá-lo para dar seguimento aos seus sonhos de ser jogador de futebol e de aprender artes marciais para ensinar a mana Constança”, acrescentam.

Os donativos podem ser feitos através do IBAN PT50 0007 0000 0051 0803 9412 3.

Anúncio

Braga

Unidade da Póvoa de Lanhoso recebe 80 doentes covid até final da próxima semana

Covid-19

em

Foto: SCM Póvoa de Lanhoso / Divulgação

A UCM (Unidade de Cuidados Moderados) da Póvoa de Lanhoso, que visa receber utentes covid-19 positivos, e aliviar a pressão dos Hospitais Públicos da região, recebe até ao final deste sábado, 40 utentes. Até final da próxima semana, a unidade contará com 80 utentes, foi hoje anunciado.

Durante a manhã deste sábado, o provedor da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, Humberto Carneiro, recebeu na Unidade de Cuidados Moderados, a visita do secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, do presidente da União das Misericórdias Portuguesas, Manuel de Lemos, do presidente da ARS Norte, Carlos Nunes e do presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Avelino Silva, que vieram constatar as condições desta Unidade de tratamento.

Foto: Divulgação / SCM Póvoa de Lanhoso

Para o Provedor:“Este é mais um exemplo de cooperação entre as Misericórdias Portuguesas e o Estado, na luta contra a pandemia que a todos atinge. Até final da semana a unidade contará com 80 utentes. Esta será a 1ª fase do acordo com a ARSN, sendo que, caso seja necessário, a Misericórdia estará em condições de adequar a Unidade para receber até 160 utentes. Estamos perante um trabalho notável de toda a Instituição, de realçar o trabalho incansável e a prontidão de toda a equipa. Nas pessoas do diretor clínico e da enfermeira diretora, quero publicamente agradecer e reconhecer o trabalho exemplar de dedicação às causas que a Misericórdia abraça. De referir ainda que este projeto foi apenas possível com o apoio da Câmara Municipal, portanto o meu sentido agradecimento ao Presidente da Câmara, Avelino Silva.”

A Unidade de Cuidados Moderados da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, torna-se, assim, com as 80 camas, a maior resposta nacional de apoio aos Hospitais EPE, para a receção de utentes COVID-19 positivos, para o combate à pandemia fora da resposta pública.

Continuar a ler

Braga

Municípios transfronteiriços reconhecem caminho que liga Braga a Santiago

Caminhos de Santiago

em

Foto: DR

A associação Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular acaba de reconhecer o Caminho da Geira e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela, na distância de 240 quilómetros, num guia com os principais itinerários jacobeus.

Esta entidade luso-galaica, que reúne 35 municípios da região transfronteiriça e a província de Lugo, divulgou no dia 16 de novembro um guia que, ao longo de 184 páginas, descreve 14 caminhos de Santiago, entre os quais o da Geira e dos Arrieiros, incluindo o seu troço por Berán, seguindo o traçado apresentado pela Associação do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro, em Braga, em 2017.

O guia “Um Caminho de Futuro” [link para download: https://bit.ly/2IH1BLx ], escrito em espanhol, galego, português e inglês, descreve o traçado que começa na Sé de Braga ao longo de 13 páginas, ilustradas com desenhos dos principais locais de passagem dos peregrinos. A primeira edição conta 74 mil exemplares.

A associação Eixo Atlântico, atualmente liderada pelo presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, dedica- se a apoiar “as iniciativas que fomentem a cooperação transfronteiriça, constituída pelos municípios do Norte de Portugal e da Galiza” e não tem fins lucrativos.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi reconhecido pela Igreja em março de 2019, quando o delegado de peregrinações do cabido da Catedral de Santiago, o deão Segundo L. Pérez López, assinou um certificado onde refere que o traçado cumpre “as condições de outros caminhos de peregrinação” e por isso “concede a Compostela” a quem o percorrer.

Está em curso o processo de homologação pelas entidades civis.

No ano passado foi percorrido por 367 peregrinos em 10 meses. A maioria partiu de Braga (227), seguindo-se Castro Laboreiro (104), Entrimo e Ribadavia (com oito cada).

Os portugueses constituem o maior grupo (80%), havendo ainda registo da passagem de italianos, suíços, franceses, brasileiros, polacos e holandeses.

Além dos peregrinos que receberam a Compostela (e, como tal, entraram nas estatísticas), a associação Codeseda Viva considera que muitos outros o fizeram, apontando uma estimativa global de 850 pessoas.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga com 1.694 casos ativos

Covid-19

em

Foto: DR

O concelho de Braga regista hoje 1.694 casos ativos de covid-19, mais 1o3 do que na sexta-feira, data do último balanço publicado por O MINHO.

O município contabiliza agora 5.850 casos desde o início da pandemia, mais 249 nas últimas 24 horas.

Estes números foram apurados pelo nosso jornal junto de fonte local da saúde às 17:30 de sexta-feira.

Há ainda mais 146 doentes curados desde ontem, totalizando 4.316 recuperações desde o início da pandemia.

Há 89 óbitos a lamentar, o mesmo número de ontem.

Por fim, estão 1.463 pessoas em vigilância ativa, mais 27 do que ontem.

Continuar a ler

Populares