Ponte de Lima vai criar duas creches com 100 vagas

Foto: DR / Arquivo

O presidente da Câmara de Ponte de Lima anunciou hoje a criação de duas novas creches, com 100 vagas, num investimento estimado em 240 mil euros e financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Vasco Ferraz (CDS-PP) adiantou que as creches vão ser criadas através de refuncionalização de espaços existentes nos centros escolares de Gandra e São Pedro de Arcos, “freguesias que precisavam daquele apoio às famílias e de incentivo ao aumento da natalidade”.

“A construção dentro dos centros escolares garante uma permanência das crianças por um período mais longo de tempo, indo ao encontro das necessidades das famílias”, sublinhou, acrescentando que por serem criadas dentro dos centros escolares o custo dos dois equipamentos não é elevado.

Segundo Vasco Ferraz, uma das creches ficará situada em Gandra, “freguesia relativamente periférica e que abrange um conjunto de outras freguesias”.

“Em Gandra temos um polo industrial e essa creche pode vir a ter um período alargado de funcionamento para satisfazer as necessidades das pessoas que trabalham na indústria e por turnos. A creche poderá abrir às 05:30 e fechar às 22:30 para conseguirmos dar resposta a dois turnos das unidades fabris”, explicou.

A segunda creche vai ficar instalada no centro escolar de São Pedro d’Arcos.

“É uma localização estratégica, junto ao nó da Autoestrada 27 (A27) e ter, nas proximidades, um conjunto de freguesias que não está servida de creche”, apontou.

O autarca explicou que o município vai abrir concurso público para a execução das duas empreitadas, estimando a sua conclusão ainda este ano ou no início de 2024.

Vasco Ferraz disse que a autarquia tem ainda a intenção de construir uma terceira, também com financiamento do PRR, na freguesia de Anais, que não tem centro escolar.

“Estamos em negociações para a aquisição de terrenos. Vamos começar a desenvolver o projeto mediante a propriedade que consigamos comprar. Essa creche também ficará inserida entre dois eixos viários importante, que é a ligação de Ponte de Lima a Braga e de Vila Verde a Viana do Castelo. Naquela zona temos dois polos industriais instalados e um terceiro em construção”, revelou.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Multimilionários integram conselho de administração da SAD do Vitória

Próximo Artigo

Euribor sobe a seis meses para novo máximo desde novembro de 2008

Artigos Relacionados
x