Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ponte de Lima: Feira de Caça, Pesca e Lazer é “um certame consolidado”

em

A VII edição da Feira de Caça, Pesca e Lazer decorreu no passado fim-de-semana, na Expolima, em Ponte de Lima.


O Concurso de Mel, O II Concurso de Beldades de Ponte de Lima, o Concurso Canino de Beleza e o 1º Troféu de St. Huberto de Ponte de Lima uniram-se às várias exposições existentes no local, como por exemplo a exposição de carros clássicos, e a um conjunto de desportos de aventura como o Rapel, Air Bungee e Tiro ao Alvo, de forma a animar os visitantes da Feira.

Este evento, que contou com a presença do Secretário de Estado e Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel Castro Neto, reuniu associações e entidades relacionadas com a Caça, a Pesca e o Lazer. Miguel Castro Neto elogiou Ponte de Lima, afirmando que a vila é líder na promoção do desenvolvimento regional.

“Ponte de Lima é líder na promoção do desenvolvimento regional e na conservação dos recursos naturais, ao aliar o empreendedorismo e o capital humano à conservação da natureza e à promoção da sustentabilidade”, disse Miguel Castro Neto.

A VII Feira da Caça, Pesca e Lazer de Ponte de Lima surge da organização conjunta do Município de Ponte de Lima e da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, com a colaboração da Fencaça – Federação Portuguesa de Caça e Associações do concelho.

Victor Mendes, presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, afirmou que este evento é “um certame consolidado” e que aposta na “promoção e valorização do mundo rural”.

Resultados dos Concursos da VII Feira da Caça, Pesca e Lazer:

IV Concurso de Mel de Ponte de Lima

1º – Álvaro Cristóvão Martins Gonçalves

2º – José Augusto Pimenta

3º – Márcio José Martins Gonçalves

I Concurso do Alto Minho

1º- Custódio Vieira Antunes – Ponte da Barca

2º – Apiários do Lima – Ponte de Lima

3º – Tiago Machado Moreira – Ponte de Lima

– 1º Troféu de Stº Huberto de Ponte de Lima

– 1º Lugar – Hugo Fernandes – Ponte de Lima

– 2º Lugar – Miguel Martins – Vila Verde

– 3º Lugar – Rui Moreira – Prado

II Concurso de Beldades Caninas, com um total de 34 cães:

Melhor Ping Pong:

1º lugar – Buggy – Pastor Alemão – Júlio António Dantas Gonçalves

2º lugar – Lennon – Bulldog Francês – Elisabete Conceição da Torre Carvalho

3º lugar – Eli – Teckel miniatura de pelo comprido

Olhar mais meigo:

1º lugar – Eddie – Indefinido – João Manuel Fernandes Gonçalves Costa

2º lugar – Nina – Pinscher – Joana Carolina dos Santos Prego

3º lugar – Gracie – Arraçada de teckel dachshund

Cauda mais irrequieta:

1º lugar – Sheep – Serra da Estrela – Ana Trabugo

2º lugar – Ruca – Westie – Graça Pinto

3º lugar – Kiko – Golden Retriver – Fernando Miguel da Silva Rodrigues Alves

Dono mais parecido com o cão:

1º lugar – Vegeta – Bulldog Inglês – Manuel Fernandes

2º lugar – Kelly – Pug – David Moreira

3º lugar – Sasha – Chow-Chow – Carina Silva

Melhores 6 pernas:

1º lugar – Picolé – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

2º lugar – Kim – Pastor Alemão – José Carlos Pereira

3º lugar – Charles – Golden Retriever – Vítor Silva

Cachorro mais bonito (até 1 ano):

1º lugar –Will – Cruzado de Labrador – António Manuel Cerqueira de Araújo

2º lugar – Hulk – Cruzado de Boxer – Bruno Melo

3º lugar – Jimmy – Boieiro de Berna/ Pastor Alemão – Jonatan

Cão de caça mais bonito:

1º lugar – Mike – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

2º lugar – Kadaffi – Podengo Português – Rui Dantas

3º lugar – Baguera – Epagneul – Eduardo Pereira

 Idoso mais em forma:

1º lugar: Picolé – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

1º lugar: Ziggy – Labrador – Eduardo Manuel Bouças Leal

1º lugar: Eddie – Indefinido – João Manuel Fernandes Gonçalves Costa

1º lugar: Mike – Indefinido – Filipa Maria de Sousa Ferreira

V Concurso Canino de Beleza com um total de 34 cães:

BIS ADULTO

1º – Golden Retriever – Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

2º – Chihuahua -Pelo comprido- Proprietário Ivone Paim- Morada (Cartaxo)

3º- Basset Hound – Proprietário  Eugénio Martins – Morada (Ponte da Barca)

BIS JOVEM

1º- Golden Retriever -Proprietário Oscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

2º- Carlin – Proprietário Ivone Paim- Morada (Cartaxo)

3º- Barbado da Terceira – Proprietário Jorge Teixeira- Morada (Azeitão)

CLASSE DE PARES

1º- Chihuahua –Pelo curto- Proprietário Ivone Paim- Morada (Cartaxo)

2ª- Golden Retriever -Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

3º- Cão da Serra da Estrela- Pelo Comprido – Proprietário João Amorim e Alexandra Correia- Morada (Ponte de Lima)

GRUPO DE CRIADOR

1º  Afixo (Quinta dos Salgueiros)- Proprietário Jorge Teixeira- Morada (Azeitão)

2º  Afixo (Boscardini) – Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

3º Afixo (Casal de Lethes)- Proprietário João Amorim e Alexandra Correia- Morada (Ponte de Lima)

EXTRA CONCURSO

1º- Golden Retriever -Proprietário Óscar Ferraz- Morada (Ponte de Lima)

Anúncio

Viana do Castelo

Viana do Castelo aprova empréstimo de 2,9 milhões para obras a realizar até 2022

Obras públicas

em

Foto: DR

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, em sessão extraordinária, com a abstenção do PSD, uma proposta da maioria socialista para a contratação de um empréstimo de 2,9 milhões de euros para investimentos a concluir até 2022.

Na apresentação da proposta, o presidente da câmara, o socialista José Maria Costa, explicou que, com aquele empréstimo, “não fica colocada em causa a disponibilidade financeira do município”, acrescentando que os 2,9 milhões de euros visam “garantir a componente nacional de candidaturas apresentadas a fundos comunitários e já aprovadas, com taxas a fundo perdido de 85%”.

Apontou projetos na reabilitação urbana e círculo urbano da água, candidatados aos programas operacionais NORTE 2020, POSEUR, POISE, POCH, PDR 2020 e MAR 2020.

Segundo a proposta hoje aprovada com os votos favoráveis da maioria socialista, da vereadora da CDU e com a abstenção dos dois elementos do PSD, o empréstimo, com prazo de 12 anos, no valor de 2.938.216,95 euros, vai financiar “obras de requalificação em equipamentos escolares, culturais, habitação social, requalificação de espaços públicos e assegurar a componente nacional de projetos financiados por fundos comunitários”.

Contactada pela agência Lusa, no final da reunião camarária, a vereadora social-democrata Cristina Veiga justificou a abstenção com a “necessidade de prudência no recurso aos empréstimos bancários”.

“Ainda que concordemos com os investimentos em causa, porque são necessários, consideramos que neste último ano, apesar de reconhecemos a crise que se está a viver, resultante da pandemia de covid-19, o nível de endividamento do município tem sido muito elevado”, sustentou.

Em agosto, a autarquia aprovou, também com a abstenção do PSD, a contratação de um outro empréstimo, no valor de 2,7 milhões de euros, na altura justificado com investimentos em estradas, equipamentos escolares e desportivos a concluir até 2021.

Durante a reunião camarária de hoje, que decorreu à porta fechada, no salão nobre dos antigos Paços do Concelho, o autarca socialista informou o executivo municipal dos pressupostos orçamentais das Grandes Opções do Plano de Atividades e Orçamento para 2021.

O documento será “muito centrados” no apoio às populações no combate à pandemia covid-19, incentivos à economia e às instituições de solidariedade social.

Outros dos pontos prende-se com a “execução do atual quadro comunitário de apoio com investimentos em infraestruturas básicas, educação, equipamentos sociais, de saúde, reabilitação urbana e arranjos urbanísticos dos centros cívicos das freguesias”.

Os pressupostos orçamentais da maioria socialista para 2021 incluem ainda o “enquadramento dos projetos municipais nos objetivos do próximo Quadro Comunitário de Apoio, nas áreas da mobilidade sustentável, eficiência energética, cultura, e infraestruturas de saneamento básico (Alargamentos das redes de água e saneamento nas freguesias”.

O último objetivo prende-se com a “candidatura dos projetos identificados no Plano Nacional de Investimentos e no Plano de Recuperação e Resiliência Económica”.

Apontou os projetos da nova via do Vale do Neiva, a nova ponte sobre o Rio Lima, áreas de acolhimento empresarial de Alvarães, Barroselas, Castelo Neiva, Cardielos, Carvoeiro, Neiva e Lanheses, um terminal de cruzeiros, novos centros de saúde (Meadela, Alvarães, Litoral Norte), habitação social, residências universitárias e unidades cuidados integrados.

À Lusa, a vereadora da CDU, Cláudia Marinho, disse ter proposto à maioria socialista a inclusão, no orçamento para 2021, da “descentralização das respostas integradas de especialidade (oncologia, cardiologia, cirurgia vascular) da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) para um edifício a definir no centro da cidade de Viana do Castelo”.

Continuar a ler

Alto Minho

Farmacêutica galega centrada no combate à covid vai abrir filial em Paredes de Coura

Economia

em

Foto: DR

Paredes de Coura vai passar a contar com uma filial da conhecida empresa farmacêutica Zendal, com sede em O Porriño, na Galiza.

A notícia é avançada pelo jornal espanhol Faro de Vigo, dando conta da intenção da empresa de criar uma filial inserida na estratégia para os próximos três anos.

O artigo mereceu destaque de primeira página por parte daquele periódico, que destacou as zonas industriais de Castanheira e Formariz, como tendo “excelentes condições” para instalar a farmacêutica e outras empresas.

Destaca ainda o apoio dado pela autarquia a investidores que pretendem ver agilizados os processos burocráticos para instalação de empresas no concelho.

Inicialmente uma produtora de medicamentos para animais, a Zendal fabrica agora antídotos contra a covid-19, e é a única farmacêutica na Europa a fazê-lo.

A empresa está ainda responsável de contribuir para a criação de uma vacina contra o novo coronavírus, através da multinacional Novavax, e que a produção da mesma deverá começar no início do próximo ano.

Esta empresa fica ainda encarregue de embalar a vacina e assegurar a distribuição em território da União Europeia, prevendo-se que acondicione cerca de 500 milhões de doses da nova vacina contra a covid-19.

Continuar a ler

Alto Minho

Arcos de Valdevez reforça autocarros escolares para evitar aglomerados de alunos

Transporte escolar

em

Foto: Divulgação / CM Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez vai investir na ampliação do número de transportes escolares no concelho para poder cumprir as normas de lotação dos veículos recomendada pela DGS.

O anúncio foi feito hoje em comunicado, dando conta de um investimento de 37.643,40 euros para garantir mais transporte escolar para o concelho.

A autarquia aprovou o aumento do valor de adjudicação às empresas de transporte em nove circuitos, resultando num aumento diário de 209,13 euros.

“De referir que o custo inicialmente previsto para os transportes escolares era de cerca de 660 mil euros, relativamente ao transporte realizado em circuitos especiais, pelas Associações e carreiras públicas”, refere a Câmara.

“Com o aumento do valor acordado com as empresas, o município pretende resolver os condicionalismos decorrentes das medidas da DGS e, simultaneamente, promover a segurança e bem-estar dos alunos e da comunidade escolar”, aponta o documento.

A Câmara de Arcos de Valdevez, até ao momento, investiu cerca de 900 mil euros em transportes escolares, refeições e auxílios económicos a alunos do concelho, para o ano letivo 2020/2021.

Continuar a ler

Populares