Seguir o O MINHO

Região

Ponte de Lima: Escola Superior Agrária do IPVC, “há 34 anos a promover a vitivinicultura”

Instituto Politécnico de Viana do Castelo

em

Foto: Divulgação

A Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo [ESA-IPVC] comemora, a 02 de dezembro, o seu 34.º aniversário, numa cerimónia com início previsto para as 16:00, a acontecer no Mosteiro de Refóios, em Ponte de Lima.

A cerimónia oficial destas celebrações, conta com as intervenções de Isabel Valín, Diretora da Escola Superior Agrária do IPVC, de Carlos Rodrigues, presidente do politécnico, de Victor Mendes, presidente da Câmara de Ponte de Lima, Flora Silva, provedora do estudante e do presidente da Associação dos Estudantes da ESA-IPVC, Rodrigo Cardoso.

Em dia de aniversário os antigos alunos da ESA-IPVC reúnem-se para falar dos “34 anos a promover a vitivinicultura”.

Do programa consta ainda a assinatura de protocolos.

O final das celebrações, precedido de um momento musical pela Academia de Música Fernandes Fão – Pólo de Ponte de Lima, será assinalado com o bolo de aniversário e o cantar dos parabéns pelos 34 anos de existência da ESA-IPVC.

“O conhecimento na construção da democracia”

O renomado professor Alexandre Quintanilha é o convidado de honra destas comemorações que irá proferir à conferência “O conhecimento na construção da democracia”. A intervenção do professor está agendada para as 17:30.

Biografia Alexandre Quintanilha

Alexandre Quintanilha completou o doutoramento em Física em 1972, na Universidade Witwatersrand de Joanesburgo, mas mudou-se para Berkeley, Universidade da Califórnia e para a investigação sobre fisiologia celular.

No Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley dirigiu ainda o Centro de Estudos Ambientais. Em 1991 tornou-se professor da Universidade do Porto e fundou o Instituto de Biologia Molecular e Celular da mesma universidade.

Presidiu a comités da Fundação Europeia para a Ciência, Comissão Europeia e OECD, bem como de várias organizações de investigação nacionais e internacionais.

Nos últimos anos, Alexandre Quintanilha tem também trabalhado sobre perceção do risco e compreensão pública da ciência, por exemplo nas áreas do “melhoramento” cognitivo.

É deputado na Assembleia da República, onde preside à Comissão de Educação e Ciência.

Populares