Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ponte de Lima despede-se do seu primeiro presidente de câmara eleito

em

João Abreu Lima, primeiro presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, democraticamente eleito, entre 1977 e 1985, vai a enterrar, esta quinta-feira.

Paulo Portas e CDS enviam condolencias pela morte de Joao Abreu Lima

Nas palavras de Paulo Portas, presidente do CDS, “a melhor definição que podemos dar sobre João Abreu Lima é a que antigamente definia os maiores de um concelho: era um homem bom. Homem de carácter antigo e visão de futuro, [que] desenvolveu a vila mais antiga de Portugal, com empreendedorismo, sem dívidas, com equilíbrio ambiental e sem desastres urbanísticos, ao mesmo tempo preservando as tradições e atraindo a inovação”.

“João Abreu Lima foi um dos grandes pilares do CDS do Norte de Portugal, um militante da primeira geração do CDS e o autarca que marcou um estilo de proximidade e uma ambição de qualidade que ainda hoje marcam Ponte de Lima e a sua extraordinaria reputação”, pode ler-se em nota partilhada na página do partido no Facebook.

Noticia Joao Abreu Lima candidato a deputado no jornal Alto Minho

João Abreu Lima faleceu esta terça-feira, tendo o município de Ponte de Lima decretado dois dias de luto.

Almeida Santos deixa nota sobre Joao Abreu Lima

João Gomes de Abreu Lima foi também deputado, entre 1976 e 1987, presidente da Assembleia Municipal de Ponte de Lima, vereador da Câmara Municipal de Ponte de Lima, alto quadro da Administração Pública e administrador de empresas. Proprietário da Casa do Outeiro, em Arcozelo, era viúvo e pai de seis filhos.

Populares