Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Ponte de Lima candidata às “7 Maravilhas à Mesa”

em

Mesa Refoios. Foto: Divulgação

Além de Barcelos, Ponte de Lima também formalizou sua candidatura ao concurso “7 Maravilhas à Mesa”, anunciou esta terça-feira a autarquia.

“Ponte de Lima é sobejamente conhecida como um dos maiores polos gastronómicos de Portugal, pelas suas iguarias confecionadas à base de produtos típicos da terra, sendo esta a razão pela qual o Município de Ponte de Lima decidiu apresentar duas mesas candidatas ao concurso“, disse a Câmara, em comunicado.

O regulamento do concurso define que para cada mesa sejam apresentados sete patrimónios de origem local, representativos do melhor que a região tem para oferecer, devendo incluir gastronomia, vinhos e turismo. Assim, considerando a harmonização entre a gastronomia e vinho, bem como a experiência associadas ao turismo e ao território, foram escolhidos os seguintes patrimónios para integrarem as duas mesas:

A mesa Rústica de Ponte de Lima apresentada no Mosteiro de Refoios do Lima, um dos mais importantes cenóbios do Alto Minho, cuja origem é anterior à nacionalidade, é composta por Enchidos Tradicionais, por Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, verdadeiro ex-libris da cozinha tradicional, e pelo Bacalhau de Cebolada numa harmonia perfeita com o Vinho Branco da casta Loureiro, o Vinho Tinto da casta Vinhão e a Aguardente Vínica Velha da Adega Cooperativa de Ponte de Lima.

Mesa Primavera de Ponte de Lima. Foto: Divulgação

A mesa Primavera de Ponte de Lima apresentada no Paço de Calheiros, considerado como uma das mais representativas casas nobres do Minho, é composta pelas tradicionais Pataniscas de Bacalhau, à Lampreia à Bordalesa e ao Naco de Carne Minhota numa harmonia perfeita com o Vinho Branco e Tinto produzidos pela Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima e com o Espumante Bruto Loureiro da Adega Cooperativa de Ponte de Lima.

Ambos os patrimónios que integram a categoria Roteiros – Mosteiro de Refoios do Lima e Paço de Calheiros –, estão classificados como Monumentos de Interesse Público e integram, entre outras, a Rota ITER VITIS – Os Caminhos da Vinha, cuja sede Portuguesa foi recentemente instalada em Ponte de Lima, no Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde (CIPVV).

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Ponte de Lima

Obra parada no centro de Ponte de Lima causa insatisfação de comerciantes

No Largo de Camões

em

Foto: Porto Canal

Alguns comerciantes de Ponte de Lima estão insatisfeitos com uma obra parada no Largo de Camões, no centro da vila, por tirar a visibilidade e atrapalhar os negócios.

Na origem do descontentamento está a estrutura de contenção de um prédio que está em obras, mas a requalificação está interrompida. A vistoria de cerca de um ano atrás verificou que há risco de derrocada do edifício, segundo explica o Porto Canal em reportagem publicada esta sexta-feira.

Segundo os comerciantes, os visitantes não passam pela rua, nem passam pelo local, e as quedas de faturação chegam aos 20%.

Um dos inquilinos do prédio moveu uma acção judicial contra o empreiteiro e proprietário do imóvel.

A autarquia diz que está atenta à situação dentro do que são as suas competências, e que está a fazer uma abordagem do ponto de vista jurídico de como o Município poderá intervir na situação.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Ponte de Lima investe 3 milhões na redução de perdas de água

Montante aprovado em reunião camarária

em

Foto: DR/Arquivo

A Câmara de Ponte de Lima aprovou um investimento de cerca de três milhões de euros no controlo e redução de perdas de água nos sistemas de distribuição do concelho, informou hoje aquele município.

Em comunicado, a Câmara de Ponte de Lima explicou que aquele investimento resulta “da agregação dos sistemas municipais de abastecimento de água para consumo público e de saneamento de águas residuais urbanas do Alto Minho”.

O montante aprovado em reunião camarária será aplicado “num conjunto de intervenções relativas à remodelação das redes existentes e aquisição de equipamentos de monitorização e controlo com vista à redução de perdas nos sistemas de distribuição e adução de água”.

Aquele investimento, financiado pelo Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), será concretizado pela empresa Águas do Alto Minho.

Em causa está a Águas do Alto Minho, empresa de gestão das redes de água, em baixa, e do saneamento, detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e em 49% por sete municípios do distrito de Viana do Castelo que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Dos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, três – Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS) – chumbaram a constituição daquela parceria.

O investimento, explicou a autarquia na nota hoje enviada à imprensa, “irá promover a otimização e gestão eficiente dos recursos e infraestruturas existentes, garantindo a qualidade do serviço prestado às populações e a sustentabilidade dos sistemas”.

“A garantia de redução de perdas nos sistemas reveste-se, hoje em dia, de grande importância face à escassez cada vez maior de água sobretudo no nosso país em resultado da exposição que tem às alterações climáticas. A atuação neste domínio, levará a acréscimos de eficiência, não apenas através da redução de perdas de água, mas também da energia utilizada na respetiva produção e transporte, estabelecendo-se desta forma uma melhor relação custo-benefício face ao investimento necessário”, sustentou o município.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Detido por tráfico de droga em Ponte de Lima

Foram ainda constituídos arguidos três indivíduos, com idades compreendidas entres os 21 e os 27 anos

em

Foto: GNR

A GNR deteve, hoje, em Ponte de Lima, um homem de 29 anos, por tráfico de droga e apreendeu 287 doses de estupefacientes, no âmbito de um processo que decorre há cerca de dois anos, informou aquela força policial.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo explicou que, os 14 militares da guarda e agentes da PSP envolvidos na operação, realizaram oito mandados de busca, quatro em residências e quatro em viaturas.

Do decurso daquelas diligências foram apreendidas 269 doses de haxixe, 16 de liamba, duas de MDMA, três balanças de precisão, uma réplica de arma de fogo, uma soqueira, uma faca de corte e quatro telemóveis.

O detido foi constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

No decurso da operação foram ainda constituídos arguidos três indivíduos, com idades compreendidas entres os 21 e os 27 anos.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares