Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Ponte de Lima candidata às “7 Maravilhas à Mesa”

em

Mesa Refoios. Foto: Divulgação

Além de Barcelos, Ponte de Lima também formalizou sua candidatura ao concurso “7 Maravilhas à Mesa”, anunciou esta terça-feira a autarquia.

“Ponte de Lima é sobejamente conhecida como um dos maiores polos gastronómicos de Portugal, pelas suas iguarias confecionadas à base de produtos típicos da terra, sendo esta a razão pela qual o Município de Ponte de Lima decidiu apresentar duas mesas candidatas ao concurso“, disse a Câmara, em comunicado.

O regulamento do concurso define que para cada mesa sejam apresentados sete patrimónios de origem local, representativos do melhor que a região tem para oferecer, devendo incluir gastronomia, vinhos e turismo. Assim, considerando a harmonização entre a gastronomia e vinho, bem como a experiência associadas ao turismo e ao território, foram escolhidos os seguintes patrimónios para integrarem as duas mesas:

A mesa Rústica de Ponte de Lima apresentada no Mosteiro de Refoios do Lima, um dos mais importantes cenóbios do Alto Minho, cuja origem é anterior à nacionalidade, é composta por Enchidos Tradicionais, por Arroz de Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima, verdadeiro ex-libris da cozinha tradicional, e pelo Bacalhau de Cebolada numa harmonia perfeita com o Vinho Branco da casta Loureiro, o Vinho Tinto da casta Vinhão e a Aguardente Vínica Velha da Adega Cooperativa de Ponte de Lima.

Mesa Primavera de Ponte de Lima. Foto: Divulgação

A mesa Primavera de Ponte de Lima apresentada no Paço de Calheiros, considerado como uma das mais representativas casas nobres do Minho, é composta pelas tradicionais Pataniscas de Bacalhau, à Lampreia à Bordalesa e ao Naco de Carne Minhota numa harmonia perfeita com o Vinho Branco e Tinto produzidos pela Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Ponte de Lima e com o Espumante Bruto Loureiro da Adega Cooperativa de Ponte de Lima.

Ambos os patrimónios que integram a categoria Roteiros – Mosteiro de Refoios do Lima e Paço de Calheiros –, estão classificados como Monumentos de Interesse Público e integram, entre outras, a Rota ITER VITIS – Os Caminhos da Vinha, cuja sede Portuguesa foi recentemente instalada em Ponte de Lima, no Centro de Interpretação e Promoção do Vinho Verde (CIPVV).

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Ponte de Lima

Um ferido grave após despiste em Ponte de Lima

Na EN201, em Arcozelo.

em

Foto: O MINHO / Arquivo

Uma idosa de 81 anos sofreu ferimentos considerados graves, esta terça-feira ao início da tarde, na sequência de um despiste, na Estrada Nacional (EN) 201, em Arcozelo, Ponte de Lima. Outra mulher, de 46 anos, que seguia na viatura, sofreu ferimentos ligeiros.

Ao que O MINHO apurou, as vítimas, ambas do concelho de Paredes de Coura, seguiam no automóvel, que se despistou e foi embater contra um muro.

O alerta foi dado cerca das 13:49.

No local estiveram duas ambulâncias e quatro operacionais dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima, uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Ponte de Lima.

As mulheres feridas foram transportadas para o Hospital de Viana do Castelo.

A GNR tomou conta da ocorrência.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Detido por posse de arma ilegal em Ponte de Lima

Em Freixo.

em

Foto: DR/Arquivo

A GNR deteve um homem de 31 anos, por posse de arma ilegal e condução de veículo sem habilitação legal, em São Julião do Freixo, no concelho de Ponte de Lima, revelou hoje aquela força.

Em comunicado, hoje, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo explicou que o homem, “com antecedentes criminais em território espanhol por crimes de burla, furto em interior de residência, contrafação e condução de veículo sem habilitação legal, foi detido, constituído arguido e presente hoje ao Tribunal Judicial de Ponte de Lima, ficando sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Segundo aquela força militar a detenção ocorreu, no sábado, no decurso de uma ação de fiscalização rodoviária. Os militares da GNR abordaram uma viatura de matrícula espanhola e verificaram que o condutor, único ocupante do veículo, não era detentor de qualquer título de condução válido.

“Após o suspeito sair da viatura, os militares aperceberam-se da presença de uma arma de fogo, debaixo do banco do condutor, apurando-se que se tratava de uma réplica. De imediato, foi efetuada uma busca à viatura encontrando-se no seu interior outra réplica de uma arma de fogo e duas armas brancas”, especificou a Guarda Nacional Republicana. Durante aquela operação foram apreendidos a viatura e 550 euros.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Gastroenterite ataca em Ponte de Lima

em

Foto: DR

Desde sábado que o hospital de Ponte de Lima vem registando um maior fluxo de doentes com sintomatologia gastrointestinal (vómitos e diarreia) no Serviço de Urgência Básica.

O Gabinete de Comunicação confirmou a O MINHO que, “ao que tudo indica, os doentes apresentam um quadro de infeção com características virícas”.

“A resposta tem sido adequada e não se registou nenhum caso grave. Todos os doentes tiveram alta. Aparentemente a situação está a
normalizar”, esclarece.

Ao que O MINHO soube, a doença afetou algumas escolas nomeadamente na zona de Arcozelo. Neste agrupamento faltaram esta semana cinco alunos, supostamente atacados pela virose, algo que o diretor do Agrupamento considera “normal”: “não achámos que seja um surto. Foram dois casos no começo da semana, e outros três, a seguir”, disse a O MINHO o diretor Manuel Amorim.

Desconhecem-se as causas da virose e a sua eventual extensão no distrito de Viana do Castelo.

Continuar a ler

Populares