Seguir o O MINHO

Futebol

Pontapés de canto e golos de cabeça podem ser fundamentais para Portugal frente à França

Liga das Nações

em

Cristiando Ronaldo apontou 24 golos de cabeça pela seleção potuguesa. Foto: DR / Arquivo

Os quatro últimos jogos entre Portugal e França, que defrontam-se este domingo em Saint-Denis, palco que grandes lembranças para os portugueses, tiveram a diferença de apenas um golo, inclusive a final da Euro 2016, que foi para o prolongamento depois do empate. Uma das possibilidades para a equipa de Fernando Santos pode ser as bolas pelo alto.

Portugal deve ir a campo com um meio-campo reforçado, com Danilo, William Carvalho, Bruno Fernandes e Bernardo Silva, com Cristiano Ronaldo e João Félix mais adiantados. Com a possibilidade de um jogo mais disputado no setor central, os golos de cabeça em pontapés de canto podem ser fundamentais.

Cristiano Ronaldo e Pepe. Foto: Divulgação / FPF

Dois dos jogadores mais fortes da Europa do futebol nos cabeceamentos estão na seleção portuguesa. Dos 101 golos de Ronaldo pela equipa das quinas, 24 foram de cabeça. Enquanto das 34 vezes que Pepe balançou as redes em toda a carreira, 27 foram em cabeceamentos.

Portugal defronta no domingo a França, naquele que será o regresso dos campeões europeus ao Stade de France, após o histórico triunfo de 2016, na final do Europeu, num embate entre os dois primeiros classificados do Grupo 3.

Fernando Santos quer Portugal “no topo e ao melhor nível” para vencer França

No agrupamento da Liga A, lusos e franceses somam seis pontos, com a formação das ‘quinas’ a ter vantagem na diferença de golos, enquanto Suécia e Croácia seguem sem pontos.

A equipa de Fernando Santos iniciou a janela de jogos de outubro na quarta-feira, com um empate a zero frente à Espanha, num Estádio José Alvalade, em Lisboa, que teve direito a 2.500 adeptos nas bancadas.

Populares