Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Politécnico de Viana apresenta conclusões de estudo sobre presença gás radão em edifícios

Ensino superior

em

Foto: DR / Arquivo

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) vai promover, no dia 28, no auditório do Café Concerto do Teatro Sá de Miranda, um ‘workshop’ de encerramento do Projeto RnMonitor – “Radão em Portugal: situação atual e perspetivas futuras”, sobre a presença de gás radão em edifícios graníticos do Minho.


Em comunicado, o IPVC explicou esta quinta-feira que o projeto de investigação “RnMonitor: Infraestrutura de Monitorização Online e Estratégias de Mitigação Ativa do Gás Radão no Ar Interior em Edifícios Públicos da Região Norte de Portugal” resulta de uma parceria entre o Politécnico e a Câmara de Viana do Castelo.

O ‘workshop’ de encerramento vai contar com a presença de Alcides Pereira, diretor do LRN – Laboratório de Radioatividade Natural da Universidade Coimbra, que apresentará uma comunicação subordinada ao tema “Radão em Portugal: situação atual e perspetivas futuras”.

O gás natural é radioativo que pode acumular-se em ambientes interiores, como casas, escolas e locais de trabalho.

Anúncio

Viana do Castelo

Atraso na chegada dos restos mortais do bispo de Viana adia cerimónias fúnebres

Óbito

em

Foto: Diocese de Viana do Castelo / Arquivo

A diocese de Viana do Castelo informou hoje que as exéquias do bispo Anacleto Oliveira, vítima de um acidente de viação, vão iniciar-se na terça-feira devido ao atraso na libertação dos seus restos mortais.

Em declarações à agência Lusa, fonte da diocese de Viana do Castelo explicou que as cerimónias em honra de Anacleto Oliveira previstas para terem início esta segunda-feira, na Sé Catedral da capital do Alto Minho, “foram canceladas devido ao atraso na libertação dos restos mortais do bispo, imprevisto alheio à diocese de Viana do Castelo”.

Aquela fonte acrescentou que, por ser “de todo imprevisível a hora de chegada do corpo do bispo a Viana do Castelo, [hoje] apenas se realizará uma cerimónia de caráter íntimo e privado”.

Na terça-feira, as portas da Sé Catedral de Viana do Castelo abrirão às 08:00.

Segundo a diocese, “a parte da manhã será destinada à oração livre e espontânea dos fiéis que, segundo uma entrada controlada e condicionada ao espaço disponível, poderão recolher-se em súplica e ação de graças junto dos restos mortais de D. Anacleto Oliveira”.

Às 15:00 “celebrar-se-á uma missa exequial, presidida pelo arcebispo primaz de Braga, D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga, com a presença dos restantes bispos pertencentes à Conferência Episcopal Portuguesa, o presbitério da diocese de Viana do Castelo e os representantes dos diversos movimentos eclesiais, assim como autoridades civis e militares, segundo os lugares disponíveis e identificados dentro da Sé Catedral”.

Segundo a mesma fonte, o presidente da República confirmou hoje que irá marcar presença naquelas cerimónias na terça-feira à tarde.

Numa nota hoje enviada às redações, e devido à pandemia de covid-19, o administrador diocesano de Viana do Castelo apelou aos fiéis para que “participem à distância nas suas exéquias, que terão lugar na Sé Catedral”.

“Infelizmente continuamos confinados por causa da covid-19 e, por isso, sujeitos e obedientes à legislação estatal. Quer isto dizer que o espaço interior da Sé, com a demarcação exigida por lei, será reduzido (…). A convocatória que persisto em fazer será, por isso, para que, na hora da concelebração eucarística, liguem as redes de comunicação social com o fim de acompanhar da melhor forma possível as cerimónias fúnebres, que serão transmitidas, em direto, pela Rádio Renascença, pelo Facebook da Diocese e da Viana TV”, reforça Sebastião Ferreira.

O administrador diocesano apela ainda “aos milhares de jovens e (já) menos jovens que, durante os decorridos 10 anos, em visitas pastorais ou fora delas, pelo ministério episcopal de D. Anacleto, receberam, das suas mãos, o Sacramento da Confirmação (Crisma) para que o recordem na sua memória e no seu coração, com o propósito de se prepararem para a Jornada Mundial da Juventude”.

A diocese de Viana do Castelo, fundada através de uma bula do beato Paulo VI, publicada a 03 de novembro de 1977, abrange os 10 concelhos do Alto Minho.

A diocese mais jovem do país integra 291 paróquias espalhadas pelos concelhos do distrito de Viana do Castelo e tem cerca de 120 sacerdotes.

O funeral do bispo de Viana do Castelo realiza-se na quarta-feira, às 15:00, no cemitério das Cortes, em Leiria, terra natal de Anacleto Oliveira. Nessa manhã, a partir das 10:00, o corpo do bispo estará em câmara ardente na Sé Catedral de Leiria.

Anacleto Oliveira, de 74 anos, morreu na sexta-feira, na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada 2 (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

Natural de Cortes, Leiria, D. Anacleto Oliveira nasceu em 17 de julho de 1946, tendo sido ordenado sacerdote em 1970 e nomeado bispo auxiliar de Lisboa em 2005.

A ordenação episcopal de D. Anacleto Oliveira decorreu no Santuário de Fátima em 2005, tendo sido nomeado bispo de Viana do Castelo em 2010 e atualmente presidia à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia para português a partir dos textos originais na Conferência Episcopal Portuguesa, adianta a nota.

Este ano, D. Anacleto Oliveira assinalou 10 anos de bispo de Viana do Castelo e 50 de ordenação sacerdotal, afirma.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Chico da Tina volta a ser rei da internet com 100 mil ‘views’ em menos de 24 horas

Trapstar do Alto Minho

em

Foto: DR

O novo videoclipe de Chico da Tina, músico de Viana do Castelo, é mais um sucesso na internet. Lançado às 12:00 de domingo no You Tube, “7. Ronaldo” já tinha, às 10:00 desta segunda-feira, ultrapassado as 100 mil visualizações.

Chico da Tina (abreviatura de Francisco da Concertina) é um dos maiores fenómenos da música portuguesa atual, somando números astronómicos de visualizações no You Tube.

Já o último videoclipe, “Resort”, como O MINHO noticiou, tinha alcançado as 100 mil visualizações em apenas um dia – pouco mais de um mês depois já ultrapassou um milhão.

Algo a que o ‘trapstar’ do Alto Minho já está habituado, uma vez que os vídeoclipes de dois dos seus temas mais famosos, “Põe-te Fino” e “Freicken”, têm 1,6 milhões e 1,7 milhões de visualizações, respetivamente.

Chico da Tina estreou-se com o EP “Trapalhadas” em 2019 e no mesmo ano lançou o primeiro longa-duração “Minho Trapstar”.

Novo ‘clip’ de Chico da Tina (trapstar do Alto Minho) com 100 mil ‘views’ em 24 horas

O músico minhoto ganhou maior visibilidade após ganhar o Prémio de música realizado pelo festival Mimo de Amarante, no ano passado.

Fortemente influenciado pelos sons e vivências do Minho, criou uma combinação inédita entre o trap (subgénero do rap), a concertina e as gírias regionais, unindo a tradição e a modernidade.

“É uma proposta meta-irónica do trap subvertido ao linguajar e costumes do universo minhoto. No entanto, para além desta ‘colagem’ estética entre dois polos que à primeira vista poderiam ser opostos, há um atrevimento lírico que se pretende afirmar pelo desafio ao politicamente correcto e aos limites da linguagem que ultimamente se têm vindo a estreitar”, refere a sua descrição na página do festival Mimo.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Viana: No último domingo do verão houve quem fosse à praia (e quase se afogasse)

Afife

em

Foto: Arquivo

O calendário juliano marca este domingo como sendo o último do verão de 2020, um período de férias atípico marcado pelas condicionantes de uma pandemia como a nossa geração nunca viu.

Com o verão quase a terminar (outono chega na terça-feira), e apesar do tempo instável que se tem sentido ao longo dos últimos dias, houve quem se aventurasse nas praias do Minho, existindo uma ocorrência de pré-afogamento numa praia de Viana do Castelo.

Ao que apurou O MINHO, dois homens, na casa dos 40 anos, escaparam à morte nas águas da costa da praia de Afife, ao início da tarde deste domingo.

Uma das vítimas “atrapalhou-se” quando nadava, levando a que um amigo o tentasse resgatar, mas acabou também ele por se ver aflito na água do mar.

Os dois acabaram por chegar ao areal pelos próprios meios, bastante estafados, o que motivou um pedido de alerta de emergência. O alerta foi dado às 15:59.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo para prestar os primeiros socorros às vítimas. Transportaram ambos para o Hospital de Santa Luzia, por precaução.

A Polícia Marítima registou a ocorrência que parece fechar o verão nos areais de Viana. Com uma tragédia evitada.

Continuar a ler

Populares