Seguir o O MINHO

Guimarães

Polícia Municipal ‘apanha’ quatro clientes a sair pelas traseiras de café em Guimarães

Confinamento

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

Quatro pessoas foram identificadas e autuadas em 200 euros pela Polícia Municipal de Guimarães por estarem dentro de um café em situação de incumprimento das regras do dever geral de recolhimento. Também o proprietário foi identificado e autuado face à proibição de funcionamento de estabelecimentos de restauração e bebidas.

A situação foi detetada na sexta-feira, na freguesia de Urgezes, num estabelecimento que funcionava em regime take-away à porta fechada, durante uma ação de fiscalização de rotina da PM. Os agentes perceberam que havia gente a entrar e a sair do estabelecimento em causa e, enquanto um se dirigiu à entrada, outro ficou nas traseiras, caso algum cliente decidisse ‘escapar’ por ali. E assim foi.

Quatro pessoas que se encontravam lá dentro escondidas na casa-de-banho acabaram por sair pela porta das traseiras, mas deram de caras com o agente, que procedeu à sua identificação e autuação em 200 euros.

Daniel Oliveira, comandante da PM de Guimarães, explicou a O MINHO que esta situação decorreu de uma operação de rotina, e não através de denúncia. “Os agentes perceberam a movimentação, abordaram o estabelecimento e ouviram ruídos provenientes do interior”, explicou. E o desfecho já se conhece.

O responsável realça que têm sido feitas “várias fiscalizações ao nível do concelho” e, esta semana, encontraram um estabelecimento aberto e a servir pequenos almoços “com duas pessoas sentadas à mesa”.

“Queremos pedir às pessoas que continuem a ficar em casa, que cumpram as normas, pois o objetivo é comum.  Só juntos é que conseguimos combater isto”, apela o comandante, relembrando ainda aos proprietários de estabelecimentos para que “cumpram as regras em vigor”.

Populares