Seguir o O MINHO

País

PO CH já apoiou 921 mil pessoas em programas de formação e qualificação

Programa Operacional Capital Humano

em

Foto: Divulgação

Desde o início do período de programação 2014-2020 e até 31 de março de 2022, o Programa Operacional Capital Humano (PO CH) já apoiou cerca de 921 mil pessoas em Portugal, das quais 292 mil jovens apoiados em cursos de dupla certificação

Segundo comunicado, o investimento total elegível aprovado do PO CH para a formação e (re)qualificação da população residente em Portugal é de 4 622 milhões de euros. Deste montante, 3 944 milhões provêm do Fundo Social Europeu. A taxa de execução do PO CH atingiu os 85%, consideravelmente acima da média dos programas operacionais financiados pelo PT 2020, de 73%. São dados do Boletim Informativo nº 17 do PO CH.

Os cursos de dupla certificação, que já apoiaram 292 mil jovens, permitem a conclusão da escolaridade obrigatória ao mesmo tempo que atribuem certificação profissional. Neste âmbito destacam-se os cursos profissionais e o apoio a 245 mil jovens. O investimento nesta área ascendeu aos 2.652 milhões (2.254 milhões do FSE).

Na área dedicada à formação superior e avançada, foram apoiados 128 mil estudantes, num investimento total de 668 milhões, dos quais 568 milhões do FSE. Destacam-se os apoios às bolsas de ação social para estudantes do ensino superior que abrangeram mais de 116 mil estudantes.

À mesma data, os apoios à aprendizagem ao longo da vida já tinham chegado a 434 mil adultos. Nesta área, destacam-se os Centro Qualifica, dos quais já usufruíram 356 mil adultos. O investimento total na qualificação e requalificação de adultos é de 964 milhões, sendo que 820 milhões são provenientes do FSE.

Por fim, no eixo 4, que apoia projetos inovadores e que promovem a qualidade na educação, o investimento total é de 297 milhões, com 268 milhões a terem proveniência no FSE. Neste eixo enquadram-se, por exemplo, os apoios no âmbito da Digitalização da Educação onde já foram investidos 115 milhões FSE nomeadamente para a disponibilização de 174 mil computadores a alunos e 80 mil a pessoal docente e não docente.

EM FOCO

Populares