Seguir o O MINHO

País

PNR apresenta lista com objetivo de eleger um eurodeputado nas Europeias

Prioridade do partido é combater a “invasão de refugiados”

em

Foto: Facebook de PNR

O cabeça de Lista do Partido Nacional Renovador (PNR) às eleições europeias, João Patrocínio, assumiu hoje como objetivo a eleição de um eurodeputado e apresenta como principal prioridade o combate “à invasão” de refugiados.

Mantendo-se eurocético, o PNR apresentou hoje a lista de candidatos às eleições europeias de 26 de maio, sendo a quarta vez que concorre ao Parlamento Europeu.

Foto: Divulgação

“Os nossos ideais mantêm-se em relação à Europa. Somos eurocéticos em relação a muitas coisas desta Europa e da forma como está e temos esperança que já nesta eleição as coisas comecem a mudar. A forma como a Europa está tem de necessariamente começar a mudar porque está a ser dramático aquilo que se passa, especialmente nesta União Europeia e com estes chamados líderes da UE”, disse aos jornalistas o cabeça de lista do PNR.

João Patrocínio adiantou que o objetivo do partido é a eleição de um eurodeputado.

O candidato sublinhou que uma das primeiras prioridades “é combater esta questão da invasão” que a Europa está a sofrer através da “vinda dos chamados refugiados”.

João Patrocínio sustentou que esta realidade dos refugiados na Europa “ainda não se sente em Portugal”, mas determinados líderes, especialmente na Alemanha e na França, querem incutir na Europa os valores de “que vale tudo”.

“A substituição populacional não pode ser feita com pessoas que não são europeias. Temos de apoiar a natalidade e essa será primeiramente a questão de combater este flagelo da vinda de pessoas estranhas a esta Europa”, sustentou.

O PNR defende também a criação das forças armadas europeias para tornar uma Europa “mais forte” e se livrar “um bocadinho desta questão da NATO”.

“Queremos que a Europa seja mais forte ao nível das forças armadas através da criação das forças armadas europeias”, disse, manifestando-se ainda contra a entrada da Turquia na União Europeia, uma vez que a matriz cultural e civilizacional não é a mesma.

Anúncio

País

Montenegro saúda Rio pela vitória e pede-lhe que “devolva unidade” ao PSD

Eleições PSD

em

Foto: DR / Arquivo

O candidato à liderança do PSD Luís Montenegro reconheceu hoje a derrota nas eleições diretas e disse que já telefonou ao presidente Rui Rio a saudá-lo pela vitória, pedindo-lhe que tenha “a capacidade de devolver a unidade ao partido”.

“Aqui não há nenhum equívoco e nenhuma dúvida ele é o vencedor destas eleições, é credor do nosso cumprimento”, afirmou Luís Montenegro, que reclamou representar os votos de cerca de 47% dos militantes do PSD.

Continuar a ler

País

Oficial: Rui Rio reeleito presidente do PSD

Será empossado no congresso em Viana do Castelo

em

Foto: Twitter

Rui Rio foi reeleito presidente do Partido Social Democrata (PSD), após ter vencido a segunda volta das eleições internas, realizadas este sábado.

Eleições PSD: Resultados e variações

Rio foi reeleito com 53,02% dos votos, derrotando o ex-líder parlamentar Luís Montenegro, que teve 46,98%, anunciou o conselho de jurisdição nacional do partido.

O anúncio foi feito pelo presidente do conselho de jurisdição, Nunes Liberato, na sede nacional dos sociais-democratas, em Lisboa, cerca das 23:20.

Esta eleição foi decidida numa segunda volta das diretas no PSD, o que aconteceu pela primeira vez na história do partido.

O congresso onde Rui Rio e a nova comissão política nacional do PSD vão tomar posse terá lugar em Viana do Castelo, entre 07 e 09 de fevereiro.

(notícia atualizada às 00h02)

Continuar a ler

País

GNR deteta mais de mil infrações em 24 horas

Fiscalização rodoviária

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou hoje que detetou 1.053 infrações em 24 horas, das quais mais de 600 por excesso de velocidade, no âmbito da operação “Peão em Segurança”, realizada em 14 e 15 de janeiro.

Em comunicado, a GNR indica que, durante esta operação, direcionada para a fiscalização em estradas nacionais, municipais e arruamentos no interior de localidades, fiscalizou diversos peões e condutores, detetando 1.053 infrações em 24 horas.

De acordo com o balanço, destacam-se “610 infrações por excesso de velocidade e 187 por estacionamento indevido nos passeios e em outros locais destinados ao trânsito de peões, obrigando os peões a circular pela vida”.

Os militares da GNR detetaram também “122 infrações por utilização indevida do telemóvel durante a condução, 50 por estacionamento a menos de cinco metros ou em passagem assinalada para travessia de peões e 38 condutores com excesso de álcool”.

O comunicado refere que foram ainda detetadas “23 infrações por desrespeito à sinalização luminosa, 19 por não utilização das luzes de cruzamento em condições de visibilidade reduzida e duas por não moderação da velocidade na aproximação à passagem assinalada para a travessia de peões”.

A GNR explica que realizou esta operação de trânsito e segurança rodoviária através da execução de ações de fiscalização e sensibilização, “com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de segurança e mobilidade dos peões, incutir comportamentos mais seguros por parte de todos os utentes e prevenir a ocorrência de acidentes de viação por atropelamento”.

Continuar a ler

Populares