Seguir o O MINHO

Cabeceiras de Basto

PJ deteve taxista que esfaqueou colega por questões passionais em Cabeceiras de Basto

Tentativa de homicídio

em

Suspeito à porta da PJ. Foto: O MINHO

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve o taxista, de 64 anos, suspeito de ter esfaqueado um colega motivo por questões passionais relacionadas com uma mulher, também taxista, estando previsto ser hoje apresentado junto do juiz de instrução criminal no Palácio da Justiça de Guimarães.

Tal como O MINHO noticiou em primeira mão, o esfaqueamento foi cometido em plena praça de táxis central, na vila de Cabeceiras de Basto, vitimando um taxista de 73 anos.

Vestígios de sangue no local do crime. Foto: Ivo Borges / O MINHO

Em comunicado, a PJ confima, tal como o nosso jornal tinha avançado, que a situação começou “por um desentendimento que culminou em agressões físicas entre a vítima, taxista, e uma colega de profissão. O arguido, também taxista, veio em defesa desta, e utilizando, ao que se presume, uma faca, desferiu golpes na zona abdominal e num braço da vítima, provocando-lhe lesões de natureza corto-perfurante”.

A PJ refere que, “devido à gravidade dos ferimentos causados, a vítima foi transportada em seguida para o Hospital de Guimarães, onde foi submetido a intervenção cirúrgica”, enquanto “o autor pôs-se em fuga do local”, mas ainda ontem foi “localizado e detido”.

Fonte da GNR tinha adiantado, ontem, que a vítima sofreu “lesões superficiais” na zona do abdómen e que na origem do desentendimento estariam “questões passionais”.

EM FOCO

Populares