Seguir o O MINHO

Braga

Piratas informáticos paralisam Câmara de Vila Verde

Polícia Judiciária investiga

em

Foto: DR

A Câmara de Vila Verde está a ser alvo de tentativas de intrusão informática, com entradas nos e-mails de vereadores e adjuntos ou assessores, avança o Jornal de Notícias, dando conta de que o caso já foi reportado à Polícia Judiciária.

As tentativas piratas de entrada têm como efeito imediato o de impedir os visados de trabalhar. “Há uma intrusão nos e-mails, o sistema desliga-se e quando é religado volta a suceder o mesmo, a tentativa de entrada repete-se, deitando abaixo os equipamentos”, explicou fonte autárquica, frisando que se torna impossível aceder a correio eletrónico e até mesmo trabalhar com os computadores.

As “inúmeras tentativas de acesso indevido” duram “há cerca de mês e meio”, disse à Lusa fonte da autarquia.

Segundo aquela fonte, “os ataques são direcionados e não se dão todos ao mesmo tempo”.

“Um dia é um vereador e a secretária, outro é o email do presidente e do gabinete da presidência. Isto começou há cerca de um mês e meio. Obviamente que isto está a incomodar o trabalho de quem é atacado”, descreveu.

“Nos últimos dias houve 100 mil tentativas de acesso. Os nosso técnicos desbloqueiam as contas, passado um minuto estão novamente bloqueadas”, acrescentou.

A empresa que gere a informática do Município detetou os IP’s (endereços eletrónicos dos computadores de onde parte o ataque) que foram já comunicados à Polícia Judiciária.

Segundo aquele jornal, a PJ investiga, também, uma outra manobra de pirataria informática, que visou, há cerca de um mês, o site daquela câmara e que se estendeu aos de várias outras autarquias do Norte.

Notícia atualizada às 23:02 com mais informação.

Populares