Seguir o O MINHO

Desporto

Pedro Martins pede Vitória SC organizado e eficaz para eliminar FC Porto

em

Foto: Divulgação

O treinador do Vitória SC, Pedro Martins, realçou esta quarta-feira que a equipa precisa de “inteligência tática”, mas também de eficácia, para derrotar o FC Porto nos oitavos de final da Taça de Portugal de futebol.

Os vitorianos atravessam uma série de quatro jogos sem derrotas – três triunfos consecutivos para a I Liga portuguesa de futebol e um empate, com os turcos do Konyaspor (1-1), para a Liga Europa – e, na deslocação ao reduto dos líderes do campeonato, precisam, segundo o técnico, de ser muito organizados.

“É um jogo em que temos de ter uma organização tática muito forte, de ser eficazes nas oportunidades que vão surgir, para passar para a próxima fase”, disse, na conferência de antevisão ao jogo de quinta-feira, que decorreu no Largo da Oliveira, para assinalar o 16.º aniversário da elevação da cidade a Património Mundial da Humanidade.

Sem atribuir favoritismo na antecâmara de um duelo, a seu ver, de “grande dificuldade”, frente à “equipa mais forte do campeonato” neste momento, que espera ao “seu nível”, o ‘timoneiro’ acrescentou que a equipa vimaranense está “confiante”, mas tem de ter também “entrega” e de ser “solidária” para seguir para os quartos de final.

“O FC Porto vale pelo seu todo, mas também temos as nossas armas. Temos o Raphinha, o Héldon, o Júnior [Tallo], o Rafael Martins, o Hélder [Ferreira], que está a ter um crescimento muito assinalável. Saúdo também o crescimento do Sturgeon. Esses jogadores podem também fazer a diferença”, sublinhou.

Finalista vencido da prova na temporada transata – perdeu ante o Benfica por 2-1 -, o clube minhoto assumiu, desde o início da competição, o desejo de repetir a presença no Estádio Nacional, e Pedro Martins voltou a frisar que o objetivo permanece na “cabeça da direção, da equipa técnica, dos jogadores e dos vitorianos”.

Com 25 jogos até agora disputados em 2017/18, mais 10 do que na anterior pela mesma altura, o plantel vitoriano tem-se debatido com lesões e jogadores em dúvida na véspera dos jogos mais recentes, não podendo contar para a visita ao Dragão, com Marcos Valente, Vigário, Texeira e Celis, médio que se lesionou no jogo anterior, com o Feirense (1-0), na segunda-feira.

Pedro Martins indicou que o ponta de lança Rafael Martins, ausente do jogo com os ‘fogaceiros’, deve estar em condições para a visita ao Dragão, mas admitiu que há casos no grupo de trabalho que ainda precisam de ser analisados até à hora do jogo.

Apesar de reconhecer que as 72 horas face ao jogo anterior são impossíveis para recuperar todo o grupo de trabalho, o treinador frisou que os vitorianos vão manter a “identidade” e têm “estratégias” para lidar com os ‘dragões’.

O Vitória SC defronta o FC Porto pelas 20:15 de quinta-feira, no Estádio do Dragão, no Porto.

Anúncio

Futebol

Jogadores testados duas vezes se intervalo entre jogos exceder cinco dias

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

Os jogadores da I Liga portuguesa de futebol vão ser testados a covid-19 duas vezes se o intervalo entre duas partidas, das 10 jornadas que faltam, for superior a cinco dias, anunciou hoje a Liga.

Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) detalha que foi hoje informada pela Direção-Geral da Saúde, a par da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que esta autoridade “admite, quando a periodicidade dos jogos não é superior a cinco dias, a realização de um teste laboratorial como forma precoce de identificar casos positivos” de covid-19.

Esse teste deve ser feito “o mais próximo possível do jogo”, e nunca com mais de 24 horas de antecedência, e no caso de passarem mais de cinco dias desde o último jogo, “deve ser dado cumprimento ao parecer técnico da DGS de 10 de maio e realizados dois testes laboratoriais”.

A I Liga vai ser reatada sob fortes restrições e sem público nos estádios em 03 de junho, com o encontro entre Portimonense e Gil Vicente, naquele que vai ser o primeiro dos 90 jogos das últimas 10 jornadas, até 26 de julho

Após 24 jornadas, o FC Porto lidera a competição, com 60 pontos, mais um do que o campeão Benfica.

Além do principal escalão, também a final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, integra o plano de desconfinamento face à pandemia de covid-19, ainda em data e local a designar.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 350 mil mortos e infetou mais de 5,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Cerca de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.356 pessoas das 31.292 confirmadas como infetadas, e há 18.349 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Futebol

Tavinho renova por uma época com o Vizela

II Liga

em

Foto: Divulgação

O Vizela, clube que foi promovido à II Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a renovação de contrato com o avançado Tavinho, que assinou um novo vínculo por mais uma temporada.

O extremo português, de 26 anos, que os vizelenses tinham recrutado, no início desta época, ao Farense, participou em sete jogos e apontou quatro golos na presente temporada, e mostrou-se “entusiasmado” por acompanhar a equipa no regresso aos campeonatos profissionais

“É uma emoção voltar à II Liga e mais especial ainda por ser com a camisola do Vizela. A nível individual, as minhas expectativas passam por poder fazer o maior número de jogos possível e ajudar os meus colegas. Coletivamente, queremos estabilizar o clube nesta Liga”, disse o jogador, em declarações ao site do clube

Além desta renovação com Tavinho, o emblema vizelense já tinha anunciado a continuidade do avançado Kiko Bondoso, do defesa João Pedro e a contratação de Richard Ofori, lateral esquerdo ex-Fafe.

O Vizela, a par do Arouca, foi indicado pela Federação Portuguesa de Futebol para a subida à II Liga Portuguesa de Futebol, depois do Campeonato Portugal, no qual militava, ter sido interrompido, devido à pandemia de covid-19.

À data da suspensão da prova, o Vizela liderava a Série A, com 60 pontos (mais oito do que o segundo classificado Fafe), enquanto o Arouca estava em primeiro lugar na Série B, com 58 pontos (mais oito do que o Lusitânia de Lourosa).

Continuar a ler

Futebol

Adepto do Benfica acusado de fomentar ataque contra claque do Vitória

Ministério Público

em

Foto: DR / Arquivo

O Ministério Público acusou de resistência e coação a funcionário um adepto do Benfica que terá fomentado confrontos entre claques antes de um jogo de futebol em Guimarães, acabando os elementos policiais por serem “violentamente” empurrados.

Segundo nota hoje publicada na página da Procuradoria-Geral Distrital do Porto, os factos remontam a 17 de janeiro de 2017, no contexto da realização, em Guimarães, do jogo entre o Vitória de Guimarães e o Benfica, a contar para a 16.ª jornada da I Liga, da época 2016/17, que os ‘encarnados’ venceram por 2-0.

“O arguido deslocava-se apeado e integrado num grupo com cerca de 200 adeptos denominados ‘No Name Boys’, pertencentes a um grupo designado por ‘Casuals’, onde exerce funções de liderança”, refere a nota.

Naquelas circunstâncias, e “pretendendo confrontar fisicamente” adeptos da claque White Angels, do Vitória de Guimarães, o arguido “desobedeceu às instruções policiais e incentivou os membros do grupo que integrava a que forçassem a barreira policial, o que veio efetivamente a suceder”.

Alguns dos elementos do grupo, “movidos pelas palavras do arguido”, empurraram “violentamente” os elementos policiais.

Continuar a ler

Populares