Redes Sociais

Motores

Pedro Marques, piloto da “Mobycar”, convidado para correr em Itália

a

Foto: Joaquim Gomes / O MINHO

Pedro Marques, o piloto bracarense da “Mobycar”, foi convidado para correr em Itália já em meados de outubro no FIA Hill Climb Master, prova que reúne os melhores corredores europeus de automóveis de montanha, que este ano será na cidade de Gubbio, em Perugia.

Em declarações exclusivas a O MINHO, o jovem corredor de Braga considera “saber ter grandes adversários pela frente, mas com muita esperança, que terei um bom resultado, o que será muito importante para a minha carreira de piloto, apesar de não ser profissional”.

Pedro Marques, natural e residente em Braga, compete desde sempre por paixão, já que profissionalmente está ligado à empresa Mobycar, em Nogueira, Braga, com a venda de carros seminovos e oficinas, para além de possuir um outro stand, na Reta da Confeiteira.

Acerca do seu bom desempenho este ano e nas épocas anteriores, o que contribuiu para o convite recebido, a fim de participar na importante prova internacional, o FIA Hill Climb Master, Pedro Marques disse “estar a correr bem, apesar de este ano estar a conhecer as rampas” do Campeonato de Portugal de Montanha JC GROUP 2018, a par da “adaptação” ao seu novo carro para a sua competição na Categoria de Turismo 4, um Seat Leon MR3.

A prova internacional em Itália

No FIA Hill Climb Master, a disputar entre os próximos dias 12 e 14 de outubro em Itália, cada piloto obterá uma classificação individual em função do melhor tempo conquistado, participando entre os quatro pilotos de primeira linha escolhidos pelas suas classificações, no Campeonato de Portugal de Montanha de 2017, quatro pilotos, José Correia, Joaquim Teixeira, Manuel Correia e Pedro Coelho Saraiva, sendo campeões na sua categoria, com Pedro Marques e Sérgio Nogueira a serem convidados, pelo bom desempenho de ambos.

As federações nacionais, no caso a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) indicam quatro pilotos, que além de correrem individualmente formarão a equipa do país representado, sendo a título individual pilotos que este ano estejam classificados nos cinco primeiros da categoria ou em primeiro do grupo podem participar, o que levou aos convites a Pedro Marques e a Sérgio Nogueira, ambos de Braga, tal como os irmãos José Correia e Manuel Correia, os dois campeões nas suas respetivas categorias, a par de Joaquim Teixeira e de Pedro Coelho Saraiva, sendo aquele de Vila Real e este da Covilhã.

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Ainda a um mês desta competição, a comitiva portuguesa é composta já por mais de meia centena de elementos das equipas e respetivas claques, para apoiarem sempre os pilotos.

A nível da corrida em representação do país serão quatro os pilotos que irão pontuar para essa classificação e a FPAK escalou todos os pilotos que foram campeões de cada uma das categorias no Campeonato de Portugal de Montanha/2017 num princípio de equidade.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Motores

Filho do ex-ministro Aguiar-Branco estreia-se no automobilismo em Braga

No Troféu Kia Picanto, no Circuito Vasco Sameiro.

Publicado

a

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

O filho do deputado do PSD e ex-ministro José Pedro Aguiar-Branco estreou-se na tarde deste domingo numa prova automobilismo, aos 17 anos de idade, ao competir no Troféu Kia Picanto, em Braga.

João Aguiar-Branco ficou em oitavo lugar, a meio dos 16 concorrentes desta competição monomarca, no Circuito Vasco Sameiro, em Palmeira, Braga, tendo afirmado a O MINHO que “acho ter corrido bem esta a primeira prova e a sensação de conduzir um carro é ótima”.

O jovem estudante, de 17 anos, que ainda não tem carta de condução automóvel, teve que obter uma autorização expressa dos seus pais, para poder competir, documento entregue recentemente na Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), em Lisboa.

Aluno do 12º ano, em Ciência e Tecnologia, João Aguiar-Branco vai seguir já no próximo ano o curso de engenharia mecânica, ramo de atividade ligado aos automóveis, disse a O MINHO que após uma curta experiência no karting, “continuarei a competir com carros”.

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

José Pedro Aguiar-Branco, também advogado, afirmou a O MINHO que “tudo começou com um gosto dele e eu próprio tenho um especial gosto pelo automobilismo, sendo que o João já era ‘velho’ para os kartings, resolvendo estrear-se no KIA Picanto, que é uma boa oportunidade para testar as suas qualidades como piloto”, acrescentando que “o João há seis meses iniciou esta aventura e com o acompanhamento do piloto Pedro Salvador”.

Por sua vez, Pedro Salvador, consagrado piloto em várias modalidades de automobilismo, disse a O MINHO “ter sido a primeira vez que o João teve uma prova a sério e o meu apoio passa por passar conhecimentos para o João, para ajudá-lo a evoluir, o ensinar a conduzir, o de tentar que ele depois seja cada vez mais competitivo, é um trabalho por vezes difícil, mas que também dá imenso gozo ver a forma como o João está a evoluir”.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Motores

Bracarense Rui Costa vence em clássicos de velocidade

Na Racing Weekend, no Circuito Vasco Sameiro.

Publicado

a

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

O piloto bracarense Rui Costa venceu em clássicos de velocidade este fim de semana a prova Racing Weekend, disputada no Circuito Vasco Sameiro, em Palmeira, Braga.

Rui Costa, ao volante de Ford Escort RS1600, venceu entre os H75, tendo Joaquim Soares levado o Lotus Elan à vitória nos H71, com Rui Ribeiro num Ford Escort, ganhando o Grupo 5.

Fernando Xavier, em VW Sirocco GTi, foi o melhor H81, vencendo a taça 1600, tendo Luís Sousa e Costa, num Datsun 1200, conquistado o Grupo 1.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Motores

Pedro Salvador virtual campeão de velocidade em turismos

Publicado

a

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Pedro Salvador é já o virtual campeão nacional de velocidade em turismos, depois da sua vitória final este domingo, em Braga, bastando participar na próxima prova, em Portimão, no mês de outubro, para conquistar o título.

O piloto transmontano, num Seat Leon Cupra TCR, dominou a corrida, no Circuito Vasco Sameiro, em Braga vencendo pela segunda vez no fim-de-semana, tornando-se assim um virtual campeão português de Velocidade Turismos (TCR Portugal).

Rafael Lobato, em Peugeot 308 TCR, ficou em segundo lugar, porque arrancando muito bem, colocou-se à frente de Francisco Carvalho, este num Audi RS3 LMS e classificado em terceiro lugar.

A vitória de Pedro Salvador quantificou-se na vantagem de 3,213 segundos sobre Rafael Lobato, enquanto Francisco Carvalho cortou a meta em terceiro lugar, a 9,547 segundos do primeiro classificado.

Pedro Salvador, piloto de Chaves, disse a O MINHO “ter sido esta vitória mais difícil que a primeira, sempre com mais luta, o Rafa, nunca desistiu, nunca baixou os braços, esteve sempre a tentar pressionar-me”, referindo-se ao concorrente direto, jovem Rafael Lobato.

Segundo Pedro Salvador, “consegui construir uma vantagem menos confortável do que a anterior, tendo sido difícil manter a concentração e não cometer nenhum erro que pudesse comprometer o resultado final”.

Acerca da época, Pedro Salvador reconheceu “bastar-nos marcar presença já na última corrida, em Portimão, no mês de outubro, para confirmarmos o título”, recapitulando que “falhamos a primeira prova, também aqui em Braga, em que fizemos um segundo lugar, porque falhei a partida e desde então vencemos as provas, desde Vila Real fizemos todas as poles e voltas mais rápidas, pelo que a partir daí melhor seria impossível”.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Populares