Seguir o O MINHO

Ave

Pavilhão da Secundária de Vizela está a ser requalificado

Balneários e piso as principais intervenções

em

Foto: DR / CM Vizela

No seguimento da renovação do parque escolar edificado que a Autarquia está a levar a cabo durante este mandato, iniciaram-se as obras de “Requalificação do Pavilhão Desportivo – Escola Secundária de Vizela” com a definição de espaços a ocupar para estaleiro e montagem de contentores para balneários, assim como a vedação de espaços, estando já colocados os contentores para substituição dos balneários.

Iniciou já a preparação do pavimento do pavilhão e a substituição de peças deterioradas, seguindo-se a intervenção nos balneários, para que os alunos possam usar o Pavilhão com apoio dos balneários.

Uma das principais ações nesta matéria foi a visita que o Executivo Municipal fez a todas as escolas, no sentido de identificar um conjunto de necessidades dos estabelecimentos de ensino do Concelho e onde foram diagnosticados os principais problemas de cada um deles.

A Autarquia criou o Fundo de Emergência Escolar, com o objetivo de suprir as carências mais significativas e prementes das instalações escolares do Município, tendo iniciado com a requalificação da Escola Básica Infias e agora com a requalificação do Jardim de Infância de S. Paio.

Assim, e no seguimento da renovação do parque escolar edificado, segue-se agora a Requalificação do Pavilhão Desportivo da Escola Secundária de Vizela.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Guimarães

Morreu adolescente de Guimarães portador de doença rara

Rúben sofria do síndrome de Mowat Wilson, doença rara com entre 10 a 15 casos diagnosticados em Portugal

em

Foto: YouTube de "GuimaraesDigital" (01/2017)

Um adolescente de Guimarães, que desde que nasceu lutava contra uma doença rara e sem cura, com entre 10 a 15 casos diagnosticados no país, morreu na madrugada desta quarta-feira, aos 16 anos. Rúben Ribeiro, residente em Fermentões, sofria do síndrome de Mowat Wilson.

Vídeo: Em janeiro de 2017, a claque “White Angels” doou uma cama articulada ao adolescente.

Segundo o Guimarães Digital, do Grupo Santiago, que avançou a notícia, o adolescente estava em coma no Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, desde dezembro.

O funeral realiza-se esta quinta-feira, às 15:30, na Igreja da Nossa Senhora da Conceição.

Continuar a ler

Famalicão

Têxteis técnicos de Famalicão já valem 124 milhões de exportações

26% das vendas internacionais

em

Foto: CM Famalicão

Os têxteis de aplicação técnica “representam já” 26% do total de exportações do setor em Vila Nova de Famalicão, tendo atingido os 124 milhões de euros, segundo o último Anuário Estatístico, destacou hoje a câmara.

Segundo refere, em comunicado, a Câmara de Famalicão, o último anuário do Instituto Nacional de Estatística refere que o concelho “assume 9,1% das exportações da indústria têxtil e vestuário em Portugal, com 474 milhões de euros de vendas para o exterior em 2017, o que corresponde a 23,7% do total das exportações do concelho (cerca de dois mil milhões de euros).

Os principais mercados de exportação dos têxteis famalicenses são Espanha (21%), Alemanha (16,5%) e França (12%).

A autarquia salienta que “a performance exportadora dos têxteis técnicos e, ou, funcionais está em crescendo: de 111 milhões em 2016 para 124 milhões de euros em 2017”.

Entre 2013 e 2017, lê-se, “as exportações de materiais ou produtos têxteis que se distinguem pela sua elevada tecnicidade e diferenciação cresceram 24,1% no concelho”.

A autodenominada “Cidade Têxtil de Portugal” em 2018 aumentou o volume de negócios no setor têxtil em 5,3%, atingindo os 812 milhões de euros, e o valor acrescentado bruto subiu 7,6% para os 254 milhões de euros.

A indústria têxtil e do vestuário conta, em Vila Nova de Famalicão, com 827 empresas e regista um total de 11.245 pessoas ao serviço.

“Os dados do INE confirmam assim a importância das empresas têxteis famalicenses para a robustez desta atividade económica em Portugal”, concluí a autarquia.

Notícia atualizada às 18h22.

Continuar a ler

Ave

Vizela tem nova varredora urbana

Autarquia quer poupar um milhão de euros neste tipo de serviço

em

Foto: CM Vizela

Vizela tem um novo veículo para limpeza urbana. Este novo equipamento de limpeza urbana vai efetuar a limpeza diária das principais vias do centro da Cidade e, quinzenalmente, em cada uma das freguesias do Concelho.

A viatura vem juntar-se ao novo camião de limpeza urbana apresentado em outubro passado, e que efetua a lavagem semanal das principais vias do centro da cidade e mensal em cada uma das freguesias do Concelho.

De realçar a mais-valia na aquisição da varredora mecânica pois diminui o número de funcionários afetos a essas funções e evita a contratação de serviços de varredura pontual, como em festas e feiras. Esta aquisição vai permitir a limpeza das principais vias do centro, a limpeza das freguesias, assim como o apoio à feira semanal, aos eventos e a limpeza de espaços públicos.

De destacar que esta aquisição se insere no programa Vizela Mais Limpa, implementado por este Executivo Municipal e cujos objetivos são: a substituição do sistema atual de recolha de resíduos urbanos porta-a-porta por um sistema por contentorização; a aquisição de varredora mecânica; a aquisição de camião de limpeza urbana; a colocação de contentores de recolha seletiva; e a promoção de ações de sensibilização.

De destacar ainda que, no âmbito da implementação do sistema de contentorização, a Câmara Municipal instalou já 40 contentores enterrados dos 54 previstos no centro da cidade, e até março de 2019, vai instalar mais 66 contentores semienterrados em todas as freguesias, num investimento de cerca de meio milhão de euros.

Com implementação deste programa, a Câmara Municipal estima a poupança de um milhão de euros em 10 anos, tendo como objetivo fundamental a melhoria substancial da qualidade de vida de Vizela e dos vizelenses.

Continuar a ler

Populares