Seguir o O MINHO

Cávado

Paulo Gonçalves: Populares destacam “humildade” de um “campeão”

Reportagem

em

Motards em fila na marginal de Esposende. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Uma humildade que só tem paralelo na sua grandeza desportiva é a imagem que o ‘motard’ Paulo Gonçalves, falecido no Rali Dakar, deixou em muitos dos populares que, esta quinta-feira, o receberam em Esposende.

“Super-humilde, nunca quis ser tratado como um rei. Respeito e humildade, é o que preservo dele. Era o nosso campeão, sem sombra de dúvida, e isso está-se a ver aqui”, disse Leandro Pereira.

Em declarações à Lusa, o também ‘motard’ destacou a “humildade, respeito e carisma” de Paulo Gonçalves, “que deixa muito mais pobre o motociclismo português”.

Motards em fila na marginal de Esposende. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Paulo Gonçalves morreu no dia 12 de janeiro, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar de todo-o-terreno, cuja 42.ª edição se disputou na Arábia Saudita.

Leandro Pereira é somente um entre as centenas de ‘motards’ que esperavam em Esposende pela chegada do carro fúnebre, que veio ‘escoltado’ do aeroporto Francisco Sá Carneiro igualmente por centenas de motos.

Centenas de motards escoltam corpo de Paulo Gonçalves do aeroporto até Esposende

“Isto é uma coisa sentida para nós, quem gosta de motas sabe o que é isto. Estamos debaixo de chuva à espera para a última homenagem ao Paulo”, concluiu.

O cortejo fúnebre de Paulo Gonçalves chegou a Esposende por volta do meio-dia.

“Viemos homenagear este conterrâneo. É isso que nos traz cá. Sentimos muito a sua perda. Ele contribuiu bastante e era muito amigo do pessoal da zona de Esposende. É uma grande perda”, lamentou Francisco Ferreira.

Motards em fila na marginal de Esposende. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O ‘motard’ destacou o “sentimento de grande perda de uma pessoa muito querida e que era conhecida a nível nacional e internacional”.

O sexagenário casal Fernando e Laura Calheiros nada sabe de motos, mas juntou-se à homenagem movido “pela curiosidade” do que tem ouvido sobre “um grande homem”.

“Já o vi no campo de futebol das Marinhas [Esposende]. Sei que é um grande campeão”, resumiu Fernando.

A esposa Laura assume que “não o conhecia pessoalmente, mas da televisão”, na qual “ouvia falar muito dele”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

“Sei que era bom rapaz. É muito triste. Um rapaz novo, 40 anos, da idade do meu filho. Uma perda para todos e principalmente para a família. Deixa duas crianças pequenas. É uma dor para os pais. Dizem que era boa pessoa, uma perda muito grande”, lamentou.

Depois de um minuto de silêncio na praça do município, em Esposende, o cortejo fúnebre seguiu para a freguesia de Gemeses, em cuja igreja vai decorrer o velório, a partir das 16:30: o corpo não está ainda no edifício, pois está a ser preparado, em momento mais resguardado para a família.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Igreja de Gemeses. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Desde o Porto, o cortejo fúnebre foi acompanhado por centenas de ‘motards’, aos quais se juntaram muitos mais à entrada da cidade de Esposende, acompanhando-o depois até Gemeses, com muitos populares a seguirem o momento, aplaudindo à face da estrada.

Anúncio

Barcelos

Jovem detido com 47 gramas de canábis em Barcelos

Areias de Vilar

em

Foto: GNR / Divulgação

Um jovem de 21 anos foi detido pela GNR, esta quinta-feira, na posse de estupefacientes, em Barcelos, adiantou esta polícia.

Os militares do Posto Territorial de Barcelos fizeram a detenção no âmbito de uma fiscalização a estabelecimento de restauração e bebidas em Areias de Vilar.

O homem, que já tinha sido referenciado pelo consumo de estupefacientes tinha na sua posse 47,9 gramas de canábis, distribuídas por vários sacos individuais, um moinho e 20 euros em numerário.

O detido foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal de Vila Nova de Famalicão.

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos Bus com passes gratuitos entre março e dezembro

O Barcelos Bus validou, entre setembro de 2018 e dezembro de 2019 mais de 261.000 títulos de transporte

em

Foto: DR

A Câmara de Barcelos volta a implementar passes gratuitos para o Barcelos Bus, entre março e dezembro, para os estudantes da cidade, anunciou a autarquia em comunicado.

Ao mesmo tempo será mantido o apoio à redução tarifária para os passes sociais com origem e destino no concelho.

Estas medidas foram aprovadas pela Câmara Municipal, na reunião ordinária de 22 de fevereiro, e inscrevem-se na continuidade do Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos (PART), lançado em 2019.

Este programa de apoio às autoridades de transportes (o Município de Barcelos constituiu-se como Autoridade de Transportes) pretende o desenvolvimento de ações que promovam a redução tarifária nos sistemas de transporte público coletivo, bem como o aumento da oferta de serviço e expansão da rede.

O serviço Barcelos Bus foi iniciado no dia 17 de setembro de 2018, tendo registado até 31 de dezembro desse ano 23.646 validações de títulos de transporte. Em 2019, as validações dos títulos de transporte no Barcelos Bus chegaram às 237.674.

Continuar a ler

Barcelos

Governo vai instalar câmaras nas passagens de nível ‘preocupantes’ em Barcelos

Quintiães e Aguiar

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A empresa Infraestruturas de Portugal (IP) decidiu instalar câmaras de vigilância nas três passagens de nível das freguesias de Quintiães e Aguiar, em Barcelos, cujo funcionamento é criticado pelas populações e autarcas locais.

A instalação das câmaras consta da resposta do Ministério das Infraestruturas e Habitação ao Bloco de Esquerda, divulgada, esta sexta-feira, por este partido.

Na resposta, o ministério sublinha que naquelas passagens de nível não foram registadas quaisquer anomalias e que elas sempre tiveram bom funcionamento.

No entanto, e face aos relatos que dão conta de alegado mau funcionamento, a IP, como serviço complementar ao sistema técnico de monitorização, decidiu dotar as três passagens de nível com câmaras de vigilância.

Em finais de 2019, população e autarcas daquelas freguesias denunciaram onze situações de “alegadas” avarias na sinalização e no funcionamento das três passagens de nível, descrevendo situações em que, à passagem do comboio, as luzes de sinalização e os sinais sonoros não funcionam e as barreiras não descem.

Houve mesmo uma manifestação para exigir mais segurança, mas já na altura a IP referiu que não tinha sido detetada qualquer anomalia naquelas passagens de nível (PN).

A IP esclareceu que o sistema de aviso automático da aproximação de comboios instalados nas PN efetua o registo automático de todos os eventos, “não tendo sido registada qualquer anomalia relativa ao funcionamento” daquelas passagens.

Dizia ainda que o sistema, quando deteta anomalia no funcionamento previsto, “gera alarme relativo a uma desconformidade”, uma situação que não foi identificada relativamente àquelas PN.

Acrescentava que a IP não recebeu qualquer relato de maquinistas do operador ferroviário a reportar qualquer anomalia no funcionamento daquelas PN, “situação que integra os procedimentos de segurança”.

Continuar a ler

Populares