Seguir o O MINHO

Guimarães

Passe mensal em Guimarães passa a custar no máximo 30 euros

Transportes públicos

em

Foto: CM Guimarães

A Câmara de Guimarães anunciou novas medidas para estimular o uso de transportes públicos, através do Programa de Apoio à Redução Tarifária dos Transportes Públicos (PART), nomeadamente a gratuitidade dos passes para estudantes do ensino superior residente em Guimarães e o valor máximo de 30 euros pelo passe mensal para todos os munícipes.

A partir de abril, os alunos do ensino superior residentes no concelho de Guimarães poderão usufruir da gratuitidade do passe mensal, através da comparticipação do valor remanescente do passe social da CIM Ave, atualmente com redução de 50%, no âmbito do serviço público rodoviário municipal, independente da localização do estabelecimento de ensino.

Os alunos que frequentam o ensino superior no Município de Guimarães e que não disponham de domicílio fiscal no concelho, serão igualmente objeto da comparticipação municipal de 50% sobre o valor do passe mensal, no âmbito do serviço público rodoviário municipal.

Por forma a promover igualmente a intermodalidade do transporte público, entre os modos rodoviário e ferroviário, os detentores do passe de comboio, com origem ou destino em qualquer estação do concelho de Guimarães, poderão usufruir de uma redução de 50% do passe mensal, no âmbito do serviço público rodoviário municipal, que acresce, no caso de residentes da CIM do Ave, à comparticipação de 50% do Passe Social da CIM do Ave, perfazendo a comparticipação da totalidade do passe mensal.

A partir de maio, os munícipes do concelho de Guimarães não pagarão mais de 30 euros no valor do passe mensal nas deslocações com origem e destino em Guimarães. Através da comparticipação do diferencial entre o valor do passe social da CIM do Ave, com uma redução de 50%, e o valor de 30 euros, o utente terá neste valor a sua tarifa máxima mensal associada ao passe do serviço público do transporte de passageiros municipal, independentemente do operador.

Para aderir a estas medidas do PART, o município sugere a consulta dos procedimentos bem como o preenchimento do formulário respetivo, ambos disponíveis, no sítio do município (aqui), devendo, este último ser entregue, juntamente com os documentos constantes do mesmo, na bilheteira da respetiva empresa de transporte público.

A Câmara reitera a consulta do link acima referido para se inteirar o procedimento de adesão inerente às restantes medidas do PART em vigor, designadamente, a gratuitidade de passes de alunos do ensino básico e secundário que residam a uma distância inferior a três quilómetros do estabelecimento de ensino da área de residência, bem como dos alunos que frequentam estabelecimentos de ensino particular no concelho, independentemente da distância entre o estabelecimento de ensino e da residência, sem prejuízo da gratuitidade do passe em transporte público regular para crianças ou jovens, até aos 18 anos – “Passe Sub-18”, durante o mês de agosto.

Populares