Seguir o O MINHO

Ave

Parlamento aprova recomendação para requalificar a escola Júlio Brandão, em Famalicão

Educação

em

Foto: DR

A Assembleia da República aprovou hoje o Projeto de Resolução que recomenda ao Governo a requalificação da EB 2,3 Júlio Brandão, em Famalicão, após proposta do deputado famalicense do PSD, João Paulo Oliveira.

Em comunicado, o deputado dá conta da aprovação do projeto de resolução recomendando ao Governo que em “colaboração com a escola e os agentes educativos projete e materialize uma intervenção profunda na EB 2,3 Júlio Brandão de modo a resolver os seus visíveis problemas infraestruturais e conceptuais há muitos anos legitimamente denunciados pela comunidade educativa”.

A recomendação foi aprovada com abstenção da bancada socialista.

Pode ler-se na exposição de motivos da iniciativa do PSD que “as “mazelas” provocadas pela passagem do tempo e o modelo conceptual próprio da época da sua construção, não são consentâneas com a escola moderna e funcional dos tempos de hoje e às atuais exigências curriculares”.

Jorge Paulo Oliveira recuperou as palavras do Diretor do Agrupamento de Escolas, proferidas em setembro de 2018, aquando da celebração dos 50 anos da EB 2,3 Júlio Brandão, quando este afirmou que a instituição demonstrara em variadas ocasiões ter sido “capaz de se reinventar, de acomodar a inovação, como uma oportunidade e nunca como uma dificuldade”, mas que 31 anos depois da abertura do edifício “a prioridade deve ser colocada nas instalações da escola, os professores fazem um esforço tremendo, mas há coisas que são estruturais”, referindo-se ao edificado.

A EB 2,3 Júlio Brandão que já foi reconhecida pela UNESCO como um exemplo a seguir na rentabilização e humanização dos espaços escolares, uma aposta das várias direções da escola longo dos anos é, no município de Famalicão, uma das escolas sobre a alçada do Ministério da Educação é uma das que apresenta “maiores necessidades apresenta em termos de intervenção no seu edificado”, considera o comunicado.

Populares