Seguir o O MINHO

Alto Minho

Paredes de Coura decreta um dia de luto municipal pela morte de bispo de Viana

Óbito

em

Foto: dkixot / Até Brilhas

A Câmara de Paredes de Coura decretou luto municipal na terça-feira pela morte do bispo da diocese de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, vítima de um acidente de viação na sexta-feira, informou hoje a autarquia.

Numa nota enviada hoje às redações, a Câmara presidida por Vítor Paulo Pereira sublinha que “Anacleto Oliveira destacou-se na sua brilhante vida académica como um homem de cultura e conhecimento que, não obstante a elevação do seu pensamento, nunca se afastou da sua ligação e diálogo com os mais simples e mais frágeis”.

Bispo de Viana morre em acidente na A2

“O seu trabalho episcopal pautou-se pela forte ligação com as paróquias e os fiéis que servia, com particular proximidade aos mais vulneráveis – a quem nunca deixava de dedicar especial atenção. A sua proximidade à comunidade permite a perceção de que D. Anacleto foi sempre um no meio de todos, tal como vontade expressa no lema episcopal que adotou”, refere Vítor Paulo Pereira, citado naquele documento.

Segundo a nota de pesar do autarca, “em todas as diversas circunstâncias em que Paredes de Coura teve a honra de o receber, D. Anacleto Oliveira sempre foi o expoente da simplicidade e da generosidade, um homem de fé e dedicação, cujo coração abraçava toda a comunidade”.

De acordo com a diocese de Viana do Castelo, o funeral do bispo de Viana do Castelo realiza-se na quarta-feira, no cemitério das Cortes, em Leiria, depois de dois dias de cerimónias fúnebres.

O funeral será realizado às 15:00 de quarta-feira no cemitério das Cortes, terra natal de Anacleto Oliveira. Nessa manhã, a partir das 10:00, o corpo do bispo estará em câmara ardente na Sé Catedral de Leiria.

Um dia de luto oficial no Alto Minho pela morte do bispo de Viana

Em Viana do Castelo, as cerimónias fúnebres terão hoje início e vão seguir as restrições impostas para controlo da pandemia de covid-19.

A despedida de D. Anacleto Oliveira decorrerá entre hoje e terça-feira, “com o fim de evitar constrangimentos desnecessários, e sempre seguindo as normas de saúde prescritas”, refere a entidade.

A diocese de Viana do Castelo, fundada através de uma bula do beato Paulo VI, publicada a 03 de novembro de 1977, abrange os 10 concelhos do Alto Minho.

A diocese mais jovem do país integra 291 paróquias espalhadas pelos 10 concelhos do distrito de Viana do Castelo e tem cerca de 120 sacerdotes.

Anacleto Oliveira, de 74 anos, morreu na sexta-feira, na sequência do despiste do automóvel que conduzia na Autoestrada 2 (A2) perto de Almodôvar, no distrito de Beja.

Natural de Cortes, Leiria, D. Anacleto Oliveira nasceu em 17 de julho de 1946, tendo sido ordenado sacerdote em 1970 e nomeado bispo auxiliar de Lisboa em 2005.

A ordenação episcopal de D. Anacleto Oliveira decorreu no Santuário de Fátima em 2005, tendo sido nomeado bispo de Viana do Castelo em 2010 e atualmente presidia à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia para português a partir dos textos originais na Conferência Episcopal Portuguesa, adianta a nota.

Este ano, D. Anacleto Oliveira assinalou 10 anos de bispo de Viana do Castelo e 50 de ordenação sacerdotal, afirma.

Populares